10 dicas para escolher a melhor pasta de dente

Dentista Willian Ortega ensina a identificar se o creme dental é ou não abrasivo

Quando compramos creme dental nos deparamos com uma infinidade de opções disponíveis nas prateleiras. Pode não parecer, mas escolher a pasta ideal pode ser uma tarefa complicada. O cirurgião dentista Willian Ortega dá 10 dicas na hora de escolher esse item indispensável na hora da higiene bucal.

O creme dental vai muito além de proporcionar um hálito perfumado e refrescante; contém substâncias que inibem a ação de enzimas produzidas pelas bactérias, além de proteger os dentes e a saúde da boca em geral.

É fundamental que a pasta de dente tenha flúor (fluoreto). Ele ajuda na prevenção das cáries e favorece a produção de cálcio e potássio preservando o esmalte dentário.

Quem tem uma boca saudável não pode utilizar o mesmo creme dental indicado para pessoas com gengivite ou sensibilidade.

Quem passar por um tratamento de clareamento pode fazer uso de pasta específica para aliviar a sensibilidade.

LEIA TAMBÉM:  A saúde integrativa a favor da beleza

O uso excessivo de pasta clareadora pode causar danos aos dentes resultando em aumento das manchas e da sensibilidade, já que esse tipo de produto contém substâncias abrasivas que corroem a camada externa dos dentes.

Para saber se o creme dental escolhido é ou não abrasivo coloque uma gota do creme em um dedo e esfregue para sentir a consistência do produto. Caso tenha a sensação de grãos de areia é aconselhado que a pasta seja substituída.

Quem sofre de doenças periodontais como gengivite, deve optar por uma pasta que além de flúor contenha algum antisséptico como o triclosan.
As crianças também precisam de uma pasta de dente específica. É importante ficar atento à concentração de flúor no produto escolhido e a quantidade de creme utilizado na hora da escovação. O indicado é se atentar ao rótulo e optar por opções que tenham uma concentração de flúor entre 1100 e 1450ppm (partes por milhão).

LEIA TAMBÉM:  Descubra como escolher o perfume ideal para você

A higiene bucal deve ser feita pelo menos 5 vezes por dia, principalmente após as refeições e antes de dormir, a fim de impedir a proliferação de bactérias nocivas.
Não é necessário molhar demais a escova após colocar o creme dental, pois pode formar muita espuma, evitando o atrito necessário da escova com a superfície dentária. Use uma escova macia e limpe bem todas as faces dos dentes, usando fio dental antes da escovação e enxaguante bucal logo após.

“Consulte o seu dentista para verificar qual o tipo de pasta dental mais adequada ao seu dente e sua boca para que não surjam efeitos colaterais como, por exemplo, descamação na mucosa oral, aumento de manchas, sensibilidade dentária e outros problemas devido ao uso indevido ou prolongado de um determinado produto”, finaliza o Dr. Ortega.

Se gostou deste artigo, compartilhe com seus amigos e curta “Atitude E Visão” nas redes sociais