6 dicas para uma carreira próspera

De acordo com a psicóloga Fernanda Tochetto, uma das chaves principais do sucesso profissional sempre foi e sempre será fazer tudo com propósito

As dificuldades para uma mulher ser bem-sucedida profissionalmente ainda são muito altas. Estudo recente divulgado pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), realizado em 2018, mostrou números estarrecedores. Em âmbito mundial, ainda há uma diferença de 20% de salário entre mulheres e homens ocupando a mesma função. Quando a mulher é mãe de filho pequeno o cenário também é ruim. Segundo o levantamento, apenas 25% das mulheres com filhos menores de seis anos ocupam cargo de chefia. Para mulheres com filhos mais velhos, a proporção é um pouco maior, 31%.

Se o contexto histórico e social faz com que mulheres sofram para obter relativo sucesso profissional, a situação se deteriora ainda mais quando elas também se boicotam emocional e psicologicamente, titubeando em seus objetivos, duvidando de sua capacidade. Para que as mulheres obtenham força mental a fim de conseguirem prosperar em suas carreiras, apesar dos fatores externos muitas vezes hostis, a psicóloga Fernanda Tochetto recomenda seis dicas. São elas:

Autoconhecer-se: é preciso, primeiramente olhar para si mesma. De acordo com Tochetto, quando a mulher sabe como funciona de verdade: do que gosta e do que não gosta, quais suas habilidades, quais seus limites, como reage em diversas situações de sua vida (diante do sucesso ou do fracasso), ela tem um controle maior sobre grande parte dos aspectos exigidos para sua ascensão profissional. “Conhecendo melhor a si mesma a mulher terá domínio sobre o que e de como fazer para obter um resultado diferente do que vem obtendo”, afirma a psicóloga.

LEIA TAMBÉM:  Especialista em Itália dá dicas sobre a Bienal de Veneza 2019

Ter clareza da missão e do propósito: encontre o seu porquê e para quem.
Conforme Tochetto, muitas mulheres não têm certeza do caminho que estão construindo para si, e nem clareza se possuem a paixão necessária para se dedicarem as atividades profissionais diárias. “O grande segredo e que garante a eficácia do processo sempre foi e sempre será fazer tudo com propósito”, destaca a psicóloga. Dessa maneira, é preciso se perguntar a respeito do que deseja transmitir ao mundo e para quem você está desenvolvendo seu trabalho. Munida dessas respostas será mais fácil levantar da cama todos os dias para realizar suas atividades em busca dos melhores resultados.

LEIA TAMBÉM:  Especialista em Itália dá dicas sobre a Bienal de Veneza 2019

Entender seus valores e ser fiel a eles: valores são crenças, aquilo que transmite a essência da pessoa e que a move na direção de seus objetivos, que torna a pessoa singular onde quer que esteja. De acordo com a psicóloga, as mulheres devem identificar seus valores e permanecer fiel a eles, mesmo depois de obtido o sucesso, diante de melhores recursos e mais facilidades. “Jamais esqueça o que aprendeu e o que você acredita piamente”, destaca Tochetto.

Estabelecer prazos e metas: trata-se de tarefa essencial para planejar o crescimento em sua área de atuação. Conforme Tochetto, metas são cruciais para o desenvolvimento, pois ajudam a direcionar as pessoas no caminho desejado. “Com clareza, coloque uma data para o concluir seus objetivos e estabeleça as estratégias a serem seguidas e as ações a serem tomadas para conseguir realizá-los. Para facilitar, visualize os passos que serão necessários para o atingir o que foi projetado”, recomenda. De acordo com a psicóloga, ao fim desse processo, a mulher se fortalece para novas etapas cada vez maiores e significativas.

Delegar tarefas: quando se acumula papeis significativos como mãe, dona de casa e profissional, é preciso compreender que pedir ajuda é imprescindível. Para que a mulher consiga direcionar tempo para estudos ou para outras atividades que aprimorem sua carreira, ela precisa aliviar sua rotina. “Dentro da sua casa, entenda que pode delegar para os seus. Compartilhe as tarefas com a família, por exemplo”, recomenda Tochetto. Caso não haja algum membro familiar próximo para dividir os afazeres, a psicóloga sugere que se delegue para profissionais especializados.

Comunicar crenças positivas para si mesma: o que se comunica para si é um dos pontos chaves para obter o sucesso almejado. De acordo com Tochetto, muitas mulheres ainda acreditam que para serem líderes respeitadas precisam esquecer suas emoções e comunicam isso para si própria. “Na atualidade, as empresas entendem cada vez mais a importância da inteligência emocional de seus líderes e colaboradores. Há muito mostrar suas emoções deixou de ser uma fraqueza e se tornou uma habilidade potencial. O que é preciso é aprender a gerenciá-las”, afirma a psicóloga.

Se gostou deste artigo, compartilhe com seus amigos e curta “Atitude E Visão” nas redes sociais