Últimas Notícias

Nina e Jorginho cai em armadilha de Carminha e são presos em Avenida Brasil

Em "Avenida Brasil", Carminha (Adriana Esteves) está decidida a destruir Nina (Débora Falabella), nem que para isso tenha que prejudicar seu próprio filho. Assim que...

Guaracy beija Griselda “Seu portuga safado” em Fina Estampa

Nos próximos capítulos de "Fina Estampa", Guaracy (Paulo Rocha) irá provar para Griselda (Lilia Cabral) que morre de amores por ela. O português nunca escondeu...

A importância da avaliação clínica antes de atividades físicas

Passaram as festas de final de ano, é verão e vem chegando o carnaval. Nessa época, a frequência nas academias, orlas, parques e outros espaços públicos adequados para atividades físicas aumentam consideravelmente.

A preguiça some e vem aquela motivação que faltou antes para vencer a procrastinação e começar a colocar a saúde e a estética do corpo em dia, nessa e em outras épocas do ano.

Claro que essa mudança de hábito é positiva. A prática de atividades físicas é essencial para a saúde do corpo e da mente. Além de prevenir doenças físicas, mexer o corpo ajuda a combater depressão, ansiedade e outras doenças mentais.

O problema é quando, por conta própria, as pessoas decidem que estão aptas para encarar jornadas de corridas, pedaladas, crossfit ou outras atividades de alta intensidade.

A Rede D’Or São Luiz reforça que o correto é passar por uma avaliação médica para combater o sedentarismo sem colocar a saúde em risco.

Qual médico procurar?

Os especialistas da clínica médica e os cardiologistas são os mais indicados para esse caso. Eles avaliarão as condições físicas do paciente em relação à atividade que ele pretende praticar.

O objetivo é investigar se há fatores de riscos, principalmente em relação a doenças cardiovasculares, diabetes e pressão alta. Apesar de rara, a morte súbita por causa de atividades físicas intensas, sem orientação médica, é uma realidade.

Exames

Além da anamnese, que é quando o médico investiga o histórico de saúde do paciente e de seus familiares por meio de entrevista, alguns exames clínicos são prescritos para dar mais segurança ao futuro praticante de atividade física.

  • Glicemia. Esse exame mede, em jejum, a quantidade de glicose no sangue. Se o nível estiver alto, é um quadro de hiperglicemia, e se apresentar um nível baixo de glicose, hipoglicemia. Ambos necessitam de acompanhamento. A atividade física é altamente indicada para a saúde de quem possui essa alteração, no entanto, exercícios de alta intensidade podem ser nocivos para o sistema cardiovascular.
  • Colesterol e triglicérides. Índices altos de gordura no sangue são fatores de risco para o entupimento de artérias, aumentam a propensão de picos de pressão e insuficiência cardíaca. Mais uma vez, são exames que podem prevenir complicações no sistema cardiovascular.
  • Hormônios da tireoide. Desequilíbrio na produção dos hormônios T3, T4 livre e TSH também são indicativos de risco. Quando os níveis de hormônio da tireoide estão altos, pode ocorrer arritmia cardíaca. No caso de níveis baixos, a pessoa fica mais sensível a dores musculares e articulares.
  • Eletrocardiograma (ECG) e Ecocardiograma. São exames que analisam com mais profundidade a saúde do coração e o risco de infarto. O primeiro mede o ritmo das batidas cardíacas. Pode identificar sopro, arritmia e se há alterações nas paredes do coração. Já o ecocardiograma é um ultrassom que analisa toda a estrutura cardiovascular e identifica possíveis anormalidades, presença de tumores e cistos, se a musculatura do órgão está saudável e o fluxo sanguíneo no coração normal.
  • Teste ergométrico. Por meio de eletrodos, verifica o comportamento do organismo do paciente se exercitando em uma esteira. É importante para verificar se há algum desequilíbrio na oxigenação no coração.

Qual atividade escolher?

De posse às informações identificadas pelos exames, o clínico poderá avaliar se o paciente está apto a praticar atividades de alto impacto, como crossfit, determinados esportes, corrida, pedalada ou natação em ritmo intenso.

Caso negativo, não é motivo para desanimar. O médico poderá indicar atividades de baixo impacto, como musculação, yoga, pilates, natação moderada, hidroginástica, dança de salão, a velha e boa caminhada, entre outras.

Todas são benéficas para saúde do corpo e da mente.

Quando voltar ao médico?

Atividade física liberada, é hora de começar a rotina de exercícios e vencer a tendência de desanimar no meio do caminho.

É muito importante manter a frequência e se comprometer com decisão de ter uma qualidade de vida com mais movimento e saúde.

Para manter a validade da avaliação médica, o ideal é voltar ao seu médico e repetir os exames uma vez por ano.

PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas Noticias

Siga a Gente

6,845FansLike
15,430FollowersFollow
5FollowersFollow
1,180FollowersFollow

Mais Conteúdo Para Você

Resumo capítulos novela “Ouro Verde” de 27/03 a 11 de Abril

Ouro Verde é uma novela portuguesa produzida pela Plural Entertainment e transmitida pela TVI entre 8 de janeiro de 2017 até 3 de outubro de 2017. No Brasil, está sendo exibida no horário nobre da Band. Band – 20h20 Estreou: 15...