Gostou? Compartilhe

O atleta paralímpico e escritor João Saci fala como se permitir recomeçar quando as coisas não saem como o planejado para alcançar o seu objetivo final.

A pandemia do novo coronavírus frustrou planos e expectativas de muitas pessoas este ano. Sejam projetos de viagem, novos empreendimentos ou até mesmo pessoais, a quarentena e o lockdown compulsório para combater o covid-19 fez com que muitos de nós precisássemos reavaliar, adaptar ou até mesmo desistir de coisas, muitas delas apontando para um recomeço.

O atleta paralímpico, escritor e palestrante João Saci é um especialista em recomeços. Ele acredita que quando planos se frustram na nossa vida, na verdade são oportunidades para tomar novos e melhores caminhos: “minha vida é feita de recomeços. Me tornei um atleta paralímpico e ganhei mais de 40 medalhas no esporte porque me vi em um determinado momento da vida desafiado a me reconstruir e retomar as rédeas do meu próprio destino, ao precisar lutar contra o câncer. Encontrei forças na minha paparente fraqueza e venci cinco vezes seguidas o câncer e a cada vitória um recomeço, um aprendizado, um novo horizonte.”

Ciclo da vida e recomeços

João Saci aponta que, na verdade, embora nós nem sempre sejamos capazes de perceber, a vida é por si só definida por recomeços: “tenho visto muitas pessoas que tiveram seus planos e metas frustrados devido ao covid-19. Eu mesmo ia escalar o Everest em abril deste ano e não o pude fazer por causa disto, mas isso não significa desistir, pois recomeçar é inerente a estar vivo. Quando a vida nos golpeia, abalando nossas estruturas. É aí que percebemos que temos que nos reerguer.”

Para o escritor, a emergência mundial do novo coronavírus também é uma oportunidade: “A crise e o caos não são apenas momentos ruins, mas também grandes professores. O caos não é só caótico; ele pode ser generativo porque a partir de um novo rearranjo dos fatores, se instaura uma nova mentalidade que que pode fazer a vida ser melhor. Agora, mais do que nunca, temos diante de nós os motivos para trilhar caminhos mais certos, fazer melhores escolhas e refletir sobre tudo o que passamos. A maioria de nós irá sobreviver a esta pandemia, felizmente, e além de sairmos fortalecidos com isso uma nova consciência e consideração com o próximo irá surgir. Novos hábitos, novas escolhas e um novo mindset.”

Recomeçar é adaptar-se ao novo

Para João, nem o mundo dos esportes e nem tampouco a sociedade será a mesma após o covid-19: “Tanto no meio atlético quanto na nossa vida cotidiana estão havendo transformações profundas como resultado da pandemia. Há rotinas de trabalho que necessitarão ser substituídas ou abandonadas. Há produtos dentro do mix das companhias que precisam ser retirados de linha. Há empresas que devem ser fechadas. Nada mais será igual e tudo será transformado visando uma melhoria. Por isso, quandovocê se mantém preparado para as mudanças que certamente ocorrerão em sua vida, o desprendimento torna-se mais fácil e é possível não apenas aprender as lições da crise mas evoluir.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.