Blued faz campanha de doação à ONG LGBTQIA+ em campanha nas redes sociais

Publicidade

Para comemorar o mês mais importante do ano para a comunidade LGBTQIA+, o Blued, maior comunidade gay do mundo, mostrou sua pluralidade e mudou a cor azulada de seu logotipo, dando lugar às cores do arco-íris. Outras funções do aplicativo também ganharam destaques coloridos neste mês. Tudo isso para lançar a Campanha “DIVERSIDADE E CONEXÕES REAIS”, com o objetivo de reforçar a importância das pessoas se relacionarem livremente. Com essa premissa e o desejo da empresa de realizar uma ação social voltada ao público LGBTQIA+, fortemente impactado pela pandemia, a base da Campanha do Mês do Orgulho de Blued é a parceria com a ONG Casinha Acolhida, entidade carioca que há quatro anos oferece suporte a pessoas expostas a situações de vulnerabilidade e violação de direitos.

A parceria firmada entre Blued e Casinha traz duas importantes ações, que serão veiculadas neste mês. 1 – Histórias de Diversidade e Conexões Reais, que destaca a importância das pessoas reais, com fotos escolhidas pela ONG para falar sobre o amor livre, que é o principal objetivo do app. A outra ação: 2 – Compartilhamento do Bem, tem foco no social, pois cada hashtag  #OrgulhoBlued compartilhada pelas redes Blued, R$ 1,00 será doado à ONG.

Para Baoli Ma, fundador, presidente e CEO da BlueCity, empresa controladora do Blued, a campanha representa o foco principal do aplicativo em conectar pessoas reais. “Como uma comunidade líder global LGBTQIA+ on-line, Blued acredita que o orgulho vai além deste mês tão importante, que representa valores a serem abraçados todos os dias. Embora a pandemia possa ter afetado encontros off-line, estamos colocando-os on-line, unindo nossa comunidade em uma celebração positiva de quem eles são. Somos todos aliados uns dos outros e encorajamos todos a viver o seu orgulho – e a si próprios – ao máximo”, ressalta.

Histórias de Diversidade e Conexões Reais

Cinco pessoas representando a comunidade LGBTQIA+ foram escolhidas pela Casinha, para participar de uma sessão de fotos, com produção de arte, maquiagem e figurinos da grife Retropy, de Rafael Gomes. O objetivo da sessão de fotos é para que as redes do Blued mostrem a verdadeira beleza e assim, ergam a bandeira do amor livre, sem pressões, preconceitos ou a “ditadura da beleza”, como diz Vitor Pimenta, um dos participantes. “Na maioria das vezes, o conteúdo não importa, apenas a aparência. Tive caras falando na minha cara, – “Você é lindo, eu gostei de você, que pena que você está gordo” -. São coisas que nos fazem odiar nosso corpo e não nos sentirmos merecedores de amor. É algo muito pesado”, afirma.

Diogo, drag queen que também participou da ação, acrescenta: “Como negro, gordo, gay, afeminado e drag queen, não consegui ver nenhum corpo representativo para mim e fiquei muito feliz por ser esse corpo que já tanto senti falta em aplicativos. Portanto, os outros que não se veem, que se encontram sozinhos na luta e na vida pela falta de representação, vão, por meio do Blued, compreender que, além de não estarem sozinhos, estão sendo representados”, reforça.

O diretor de programa da ONG Casinha Acolhida, Douglas Lacerda, fala sobre a experiência de escolher pessoas reais para participar da campanha. “Como gestor de um projeto LGBTQIA+, ter construído e engajado uma campanha de orgulho e poder falar sobre diferentes formas, corpos e peles, e envolver toda uma equipe em torno do carinho e da unidade, falando em empoderamento “por trás das câmeras” e na frente delas e dialoga com todo o trabalho feito por nós. Resumo toda essa experiência à inclusão”, afirma.

Compartilhamento do Bem

Com um olhar especial para o social, principalmente em tempos de crise, a ideia de comemorar o Mês do Orgulho em parceria com a ONG foi fundamental, pois em junho a comunidade LGBTQIA+ levanta a bandeira de não ao preconceito e sim à inclusão, respeito e aceitação. Assim, olhar para a comunidade que no dia a dia já enfrenta grandes batalhas faz toda a diferença para quem precisa de mais oportunidades e de pessoas que tenham essa sensibilidade com o próximo. O desejo de devolver boas ações para a sociedade já era prioridade para a empresa-mãe do Blued, a BlueCity, que foi fundada para debater questões LGBTQIA+ e se tornar um local onde as pessoas pudessem ser quem elas são.

A ação Compartilhamento do Bem será veiculada nas redes sociais do Blued, onde cada compartilhamento da hashtag reverterá R$ 1,00 a título de doação para a Casinha. Para ajudar a divulgar a ação, que compõe toda a Campanha de Pride do Blued, o aplicativo contará com o apoio de influenciadores do Instagram.

A campanha também contará com um programa especial no canal Tempero Drag, dirigido por Rita Von Hunty, que trata de questões sociais e políticas com humor, arte e sabedoria.

Para os amantes do cinema, haverá dois curtas-metragens com temática especial do Blued, produzidos pelo canal do Youtube Kinobox, que exibe filmes com temas LGBTQIA + que abordam diversos assuntos da comunidade.

A Campanha do Orgulho de Blued começa na segunda quinzena de junho e vai até o dia 30 do mês.

Siga o Atitude E Visão nas redes sociais:

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Post Relacionados

Útimas Noticias

Resumo novela Chiquititas: capítulos de 24/07 a 31/07/2021

Chiquititas substitui a primeira temporada de As Aventuras de Poliana, já que a segunda temporada, intitulada Poliana Moça teve as gravações interrompidas devido às...

Resumo novela Império: capítulos de 24/07 a 07/08/2021

"Império", protagonizada por Alexandre Nero, Marina Ruy Barbosa e Lilia Cabral. Trata-se da segunda novela de Aguinaldo Silva a voltar ao ar por causa...

Vitória fica balanceada ao reencontrar Carlos seu grande amor do passado 

Nos próximos capítulos de Amores Verdadeiros (SBT) Vitória (Erika Buenfil) vai fazer uma viagem para Argentina, após passar quatro meses, a protagonista volta de...