A novela “Cabocla” que está em exibição no VIVA conta a história de amor entre Luis Jerônimo (Daniel de Oliveira) e Zuca (Vanessa Giacomo), e as disputas de terras entre Boanerges (Tony Ramos) e Justino (Mauro Mendonça).

Continua após as recomendações

A trama é um remake da versão original de 1959 onde tinha como protagonistas Gloria Pires e Fábio Júnior. Aqui você fica sabendo em primeira mão tudo que vai rolar no final da história escrita por Benedito Ruy Barbosa.

Nas primeiras cenas do último capítulos mostrará Neco (Danton Mello) entrando no quarto onde Belinha (Regiane Alves) estará experimentando o vestido de casamento e é aquela confusão. “Dá azar ver o vestido da noiva antes do casamento”! Dirá Bina (Jussara Freire), Emerenciana (Patricia Pillar), Pepa (Elena Toledo) e Mariquinha (Carolina Kasting) que estará todas no quarto e expulsará o noivo aos gritos. Belinha ficará nervosa, achando que irá dar tudo errado no casamento por causa disso.

Macário e julgado

O juiz ordenará que ele e Desidério sejam transferidos para uma prisão em Vitória. O capitão não terá nenhum conhecimento político em Vitória. Portanto, ele não terá como usar sua influência para se dar bem no julgamento.

Tobias e Luís como amigos

A maior prova de que Tobias (Malvino Salvador) realmente esquecerá Zuca (Vanessa Giacomo) é que ele se tornará um grande amigo de Luís Jerônimo (Daniel de Oliveira). O advogado até convidará o peão para ser seu braço-direito na fazenda que acabou de comprar. Tobias só não aceita porque está ocupado demais cuidando de seu próprio sítio. Os dois até combinam de disputar uma corrida de cavalo, só pra distrair.

Boanerges e Emerenciana emocionados

Uma das cenas mas emocionante e quando Belinha se prepara para seu casamento e Boanerges (Tony Ramos) e Emerenciana ficam muito emocionados ao ver a filha vestida de noiva e pronta para iniciar uma nova fase de sua vida.

A demora da noiva

Belinha irá demorar muito, mas muito tempo mesmo para chegar ao seu próprio casamento, para desespero de Neco. Justino (Mauro Mendonça) até pensará que ela não irá mais. É que o carro de Boanerges quebrará no meio do caminho e a noiva fica em pânico em plena estrada. Ele tentará de tudo para consertar o carro, mas não consegue. E que acaba conseguindo e Emerenciana!

No altar

Boanerges levará Belinha até o pé do altar e a entregará a Neco: “Vê se cuida bem da minha fia, seu frangote!”. Neco é a felicidade em pessoa: “Pode deixar, coronel!”. Quando o vigário estiver celebrando o casamento de Neco e Belinha, finalmente será revelado os nomes verdadeiros do casal: Manoel Junqueira Caldas e Elizabeth Emerenciana Pereira. Neco e Belinha são só apelidos. Assim que o casal estiver partindo em lua-de-mel, Boanerges levará os dois à estação e faz mil recomendações ao genro, dizendo como ele deve se portar com Belinha para o casamento dar certo.
Quando o vigário estiver celebrando o casamento de Neco e Belinha, finalmente será revelado os nomes verdadeiros do casal: Manoel Junqueira Caldas e Elizabeth Emerenciana Pereira. Neco e Belinha são só apelidos.

Tina começa uma nova vida

Tina (Maria Flor) , Generosa (Vera Holtz) e Felício (Sebastião Vasconcelos) vão a São Paulo, para conhecer a casa de Rosa (Vanessa Gerbelli). Generosa e Felício voltam para Vila da Mata, mas Tina prefere ficar em São Paulo e começar vida nova.

A filharada

O bebê de Pepa nascerá. É menino. Mas a espanhola ficará grávida de novo logo em seguida, para surpresa de todos.A mulher de Boanerges também engravidará novamente e o coronel ficará muito feliz. Desta vez, até ela chama a criança de rapinha de tacho.

O bebê de Mariquinha é menino, como Tobias tanto queria. Zuca , por sua vez, terá uma menina. E todo mundo engole a história de que a criança nasceu de sete meses…

Fim

A última cena da novela é um comício de Boanerges, com Neco apresentando o sogro como candidato a deputado estadual. É uma cena muito emocionante, para finalizar a trama com chave de ouro. No palanque, Neco, Boanerges e Justino estão lado a lado, unidos pelo bem do município. A cidade inteira assiste ao discurso.

Enquanto Neco discursa na cidade, Belinha está em casa dando à luz seu filho. É a vida dura de mulher de político. Mas Emerenciana está ao seu lado e corre tudo bem. A imagem da criança no colo da mãe se funde ao comício, com o bebê representando o futuro da nação.

DEIXE SEU COMENTÁRIO