No dia Internacional da Mulher, entre em contato com sua feminilidade

Para comemorar o Dia Internacional da Mulher, 8 de março, não há nada melhor que buscar a essência feminina independente de cor, crença ou classe social.

“Se conectar com o Sagrado Feminino é olhar para si mesma, se entender e aceitar apesar do mundo que existe a sua volta, é ter plena consciência do que é ser mulher”, afirma Luziana Rossi, fisioterapeuta.

Essa filosofia de vida, chamada de Sagrado Feminino, baseia-se em encontrar a Deusa existente no interior de cada mulher, conectada com a sensibilidade, intuição e espiritualidade.

Num mundo onde a mulher contribui quase tanto, senão igualmente, quanto o homem, além da luta que sempre está presente para chegar e continuar nessa posição, pode ser necessário relembrar que ser mulher é uma benção para não perder a essência.

“A mulher tem o poder de gestar, gerir e criar, e não apenas novas vidas, mas também projetos, arte, ciência, também dando vida a outras coisas ao seu redor”, conta Luziana.
Para estar em maior contato com sua feminilidade, não é preciso ser submissa, retroceder a uma sociedade em que o papel feminino era mínimo ou então tentar entrar no padrão feminino de beleza, mas sim, reproduzir o que realmente é ser mulher.

Luziana realiza encontros sobre o Sagrado Feminino em grupos mensais, onde é possível desenvolver sua sensibilidade e intuição e compartilhar suas experiências com outras mulheres.

Atendimentos individuais são realizados em consultório para trabalhar o sagrado feminino e despertar a Deusa interior de cada uma.

No Dia da Mulher, dar um sentido interior para si mesma pode ser uma boa opção, afinal, nada é melhor do que celebrar quem você é.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.