domingo , 21 abril 2024
Ínicio Notícias ChatGPT: Qual o valor das informações geradas pela IA?
Notícias

ChatGPT: Qual o valor das informações geradas pela IA?

150
Compartilhe

O surgimento de chatbots como o ChatGPT, da OpenAI, vem transformando a forma como os usuários interagem com a tecnologia. Segundo levantamento da Hibou Monitoramento de Mercado e Consumo, 87% das 1.765 pessoas ouvidas já ouviram falar dessa tecnologia e 54% acreditam que a IA já está mudando suas vidas. A ferramenta funciona como um assistente virtual que interage com a interface por meio de uma base de dados que é constantemente atualizada e permite ao bot a decodificação de palavras para produção de respostas textuais.

Ao se fazer uma pergunta, a IA inicia uma varredura em diferentes fontes – como artigos e notícias, teses de mestrado e doutorado. A partir do que está disponível na rede, ela faz uma escolha e produz um conteúdo novo com sequência de parágrafos, coesão e coerência. Porém, é importante destacar que a utilização da inteligência artificial para este fim levanta questões importantes. Uma delas está relacionada à tomada de decisão. Como a IA é estimulada pelos algoritmos, é preciso questionar se as escolhas feitas são idôneas e não possuem viés político, de raça ou gênero, o que pode impactar diretamente na qualidade das informações geradas.

Outra questão relevante diz respeito à fonte. Embora essas informações sejam válidas e confiáveis, vale ressaltar que todo texto é propriedade intelectual de alguém e que a falta de referência ou créditos pode ser considerada plágio – crime previsto no Código Penal. Além disso, nem todas as fontes presentes na internet são confiáveis, o que pode gerar problemas como a propagação de fake news.

Apesar dessas questões, é inegável que as informações geradas pela IA têm valor, pois envolvem pesquisas apuradas por estudiosos e especialistas em diferentes assuntos. No entanto, é fundamental que a utilização dessa ferramenta seja feita de forma responsável, com checagem e refinamento do texto ou de qualquer outro produto que seja criado a partir dela.

LEIA TAMBÉM: 

Mas, voltando ao mote que nos trouxe a este artigo, em resumo, a resposta é sim, as informações geradas pela IA produzem sim um conteúdo de alto valor para a sociedade. A evolução dos chatbots e da inteligência artificial como um todo deve ser vista como uma ferramenta adicional para a produção de informações, mas nunca como um substituto para a produção de conteúdo de qualidade. Ainda há muito a ser melhorado e aprimorado nesse campo, mas o ChatGPT, bem como outras ferramentas similares certamente, representam um grande avanço para a tecnologia e podem auxiliar na democratização do acesso a informações relevantes e confiáveis.

Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Relacionadas

Quinota revela noivado e deixa Artur desolado em “No Rancho Fundo”

A paixão arrebatadora que Artur (Túlio Starling) sente por Quinota (Larissa Bocchino)...

Segredo de Marianinha revelado em Renascer: Rachid entrega carta e José Inocêncio descobre a verdade

Rachid quebra promessa e entrega carta de Marianinha a José Inocêncio: Em...

Electra encontra prova de inocência na internet e Hans tenta apagar em “Família É Tudo”

Electra (Juliana Paiva) em apuros: A mocinha de “Família É Tudo” retorna...

Renascer: José Venâncio encontra a paz final ao lado da mãe: Cerimônia fúnebre marcada pela ausência do pai

Nos próximos capítulos de Renascer, a trama mergulhará em momentos marcantes e...