Gostou? Compartilhe

Com o sucesso que o Canal Viva está tendo, tem tudo para continuar com a próxima temporadas de novelas. Em sua comemoração de 10 anos do lançamento, três grandes sucessos entrarão no ar para substituir as reprises atuais.

E ja foram divulgadas os próximos sucessos dentre elas Mulheres Apaixonadas de Manoel Carlos substituíra O Clone em agosto, e Selva de Pedra de Janete Clair terá seu lugar ocupado por Brega e Chique de Cássio Gabus Mendes, assim como Chocolate com Pimenta, de Walcyr Carrasco que reestreia em abril no mesmo horário que era de Cabocla. As três foram fenômenos em suas respectivas exibições.

A comédia romântica “Chocolate com Pimenta” foi exibida em 2003 e já ganhou duas reprises – em 2006 e 2012 no “Vale A Pena Ver De Novo“. Com autoria do mesmo autor que atualmente  esteve no ar com “A Dona Do Pedaço’, a trama deve ocupar a faixa de “Cabocla” apartir de Abril.

Lembrando que todas as novelas do canal são disponibilizadas no Viva Play, além de contarem com dois horários de exibição – “Selva de Pedra” às 14h30 e 0h45, “Chocolate com Pimenta” às 15h30 e 0h e “O Clone” às 23h e 13h30.

Sinopse:

Ana Francisca perde seu pai e vai morar com seus parentes no sítio da família, em Ventura. Lá, se apaixona por Danilo, que também é a paixão de Olga. O jovem se envolve com Ana, mas graças a uma armação de sua tia, Bárbara, em parceria com Olga, ele se separa de Ana, que acaba se casando com Ludovico, dono da fábrica de chocolates “BomBom”. Os dois vão morar em Buenos Aires e se passam 7 anos. Ludovico morre e Ana retorna a Ventura para se vingar de todos aqueles que lhe fizeram mal.

Para começar, ela decide tirar a fábrica de chocolates da cidade, o que preocupa os poderosos de Ventura: Jezebel, Vivaldo, Conde Klaus e Terêncio, que se juntam para impedir que a viúva tire a “BomBom” da cidade, já é a principal fonte de renda da região.

Quando a novela foi lançada, Walcyr Carrasco disse que tinha atenuado o desejo de vingança de Ana Francisca porque isso não se encaixava na figura doce de Mariana Ximenes. Para que a personagem não ficasse tão rancorosa, adicionou generosas doses de humor, sem que precisasse mudar a trama central. “Ana tem dúvidas sobre a vingança sempre. É mais humana, mais dividida, como todos nós”, diz o autor na época.

4 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.