sábado , 20 abril 2024
Ínicio Destaque Copa do Mundo 2022: qual a influência da moda neste evento?
DestaqueModaNotícias

Copa do Mundo 2022: qual a influência da moda neste evento?

327
Compartilhe

Bastante especulada após dois de pandemia e isolamento social, a Copa do Mundo 2022, que acontecerá entre novembro e dezembro, tende a ser ainda mais impactante do que as últimas edições. O principal evento esportivo global, proporciona o sentimento de esperança, união e celebração entre os países, que se unem pelo mesmo propósito de um campeonato que é referência mundial.

Mas e na moda, qual é a influência da Copa este ano?  

De acordo com a Beatriz Caron, professora de Moda do Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio (Ceunsp), no cenário da moda nacional e internacional, as camisetas das seleções naturalmente consideradas favoritas e tradicionais ganham maior destaque, entre elas: Brasil, França (última a vencer), Espanha, Argentina e Alemanha, são alguns dos uniformes que ganham bastante destaque, e maior procura no mercado.

“Outra grande tendência neste ano, é o apelo da moda com elementos temáticos e culturais de cada país, unidos a cores fortes e contrastantes, que também surgem com uma forte intenção de vestimentas, a exemplos disso temos: a camiseta do time do Brasil com referências a onça-pintada, e a camiseta do México com elementos astecas”, salienta Beatriz.

Outro fator determinante na busca dos torcedores para torcida, é o fato de que essa provavelmente será a última copa de alta performance de grandes personalidades e estrelas do mundo do futebol, como Neymar no Brasil, Messi na Argentina e Cristiano Ronaldo em Portugal, tornando a procura pela camiseta desses atletas muito alta.

Tendência BrazilCore 

A professora de Moda do Ceunsp explica que neste ano ficou em evidência também a tendência BRAZILCORE. “É a estética de moda que viralizou nas redes sociais, em especial no TIK TOK, com uma série de produções nas cores verde e amarelo, esse viral teve início quando várias personalidades internacionais consideradas referências no mundo da moda, (como a modelo Hailey Bieber) apareceram em posts em suas mídias vestindo as cores da bandeira brasileira”.

Caron destaca ainda que analistas de tendências apontam que a nascente dessa tendência foi a coleção inspirada no futebol da marca espanhola Balenciaga em 2020, além disso, também coincidem com o retorno forte da estética dos anos 2000 (Y2K) que apresentam cores vibrantes e entre elas o verde e amarelo.

“E claro que não podemos ignorar o fator principal, o Brasil é conhecido no mundo todo como “o país do futebol”, e desde que a Copa do Mundo foi criada em 1930, ele é o único país que participou de todas as edições do campeonato, sendo a seleção brasileira a maior campeã do futebol masculino, e a única a conquistar cinco taças no mundial, o que faz com que diversos outros países também celebrem e torçam para o Brasil. Portanto, a soma de todos esses fatores foram fundamentais para a disseminação da tendência Brazilcore de maneira nacional e internacional”.

Para auxiliar os amantes da Moda e da Copa, Beatriz elencou algumas formas de produções com a tendência BrazilCore.

“Para montar looks com a estética BrazilCore, vale criar produções compostas por peças simples que se tenha em casa como a camiseta de futebol da seleção brasileira atual ou vintage, bonés, e as tradicionais sandálias Havaianas”.

Já na moda feminina, além das camisetas verde e amarela, vale apostar em biquínis e tops coloridos com as cores da bandeira nacional. “Roupas leves e confortáveis, como regatas e bermudas valem para todos, visto que pela primeira vez a Copa do Mundo vai ocorrer em pleno verão brasileiro, pois nunca antes o mundial foi disputado nos meses de novembro e dezembro, época de alto verão no Brasil, e essa a mudança ocorreu para evitar a exposição dos atletas ao forte calor dos meses de junho e julho do Oriente Médio que é onde se localiza o Qatar pais sede dos jogos de 2022”, ressalta a professora.

Beatriz orienta ainda investir em peças com estampas bem-humoradas e peças que evocam o clima tropical brasileiro com referências a praia, boteco e futebol. “As adaptações menos literais dos símbolos nacionais também ganham força e têm sido preferidas pelas marcas locais, sobretudo, devido ao cenário político polarizado em um ano de eleição tão conturbado como esse”.

Além disso, Beatriz explica que o Sport Vintage é uma tendência entre os uniformes esportivos, utilizando peças oficiais de décadas anteriores. “Nas composições, a alfaiataria tem se tornado a principal escolha para garantir um visual clássico. E para compor com as camisas, calças e bermudas de alfaiataria aparecem em cores neutras, contrastando com a parte de cima colorida. A camisa também aparece como sobreposição a camiseta de malha”.

Por fim, a professora do Ceunsp alerta para uma atenção especial aos Designers de Moda e criadores de peças para vestuário com a temática BrazilCore: para utilizar logos, escudos e menções à Copa do Mundo, é necessária uma autorização legal e direito de uso. Ainda que procure elementos mais literais para sua coleção, evite usar brasões oficiais, nomes de organizações como FIFA e Qatar e o nome dos atletas.

Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Relacionadas

Rodrigo Simas detalha cena marcante em Renascer: “Fiquei dentro do caixão!”

Após uma trajetória marcada por conflitos internos e busca por redenção, o...

Walcyr Carrasco pode escrever continuação de Êta Mundo Bom! na faixa das seis da Globo

O autor Walcyr Carrasco pode ter um novo desafio pela frente na...

Gestora de imagem Maris Tavares estreia no mercado de luxo com a For You Essential em Goiás

Maris Tavares, renomada gestora de imagem, visagista e CEO da Officina de...

Imprensa internacional destaca Ludmilla como um ícone LGBTQIAP+ após apresentação no palco do Coachella

O beijo de Ludmilla e Brunna Gonçalves no palco do Coachella no último domingo...