Descubra como escolher o perfume ideal para você

Especialista da Água de Cheiro explica o que deve ser levado em conta na hora da compra de uma fragrância

Foto/Divulgação

Parte do nosso estilo e marca pessoal, o perfume é um reflexo da nossa assinatura. Por isso, na hora da escolha de uma fragrância, é importante que alguns aspectos sejam levados em consideração, principalmente pela grande variedade de perfumes disponíveis no mercado. Pensando nisso, Olindo Caverzan Junior, diretor da Água de Cheiro, pioneira no mercado de franquias de beleza e perfumaria, separou algumas dicas para quem busca encontrar a fragrância perfeita.

Família olfativa

De acordo com o especialista, existem oito principais famílias olfativas: Cítrica, Cologne, Floral, Frutal, Fourgère, Amadeirada, Chipre e Oriental. São elas que determinam a característica mais marcante da fragrância. “Ainda que as composições mais complexas tenham mais de uma família, conhecer qual delas é mais agradável para quem vai usar é essencial para a escolha do produto”, conta.

LEIA TAMBÉM:  Dicas de aplicativos para baixar quando for viajar

Pirâmide olfativa

Depois de identificar com qual família tem mais afinidade, o próximo passo é entender que cada nota é sentida pelo olfato em um momento específico. Carvezan explica: há três divisões para a pirâmide olfativa, que são relacionadas ao tempo de aplicação na pele: as notas de saída, responsáveis pela impressão inicial, são as mais leves e voláteis; as notas de corpo, dão a personalidade e expressam o tema da fragrância; e as notas de fundo, que são pouco voláteis e as últimas a serem sentidas.

LEIA TAMBÉM:  Dicas para modelar os fios

Teste na pele

Tão importante quanto saber a estrutura olfativa antes da compra, é necessário provar o perfume, já que o cheiro pode variar de acordo com a pele de cada pessoa. “Uma mesma fragrância muda muito de uma pessoa para outra, dependendo do tipo de pele, alimentação, estilo de vida, entre outras coisas”, explica.

Tempo entre as provas

É natural querer provar muitos perfumes para concluir a decisão de compra, com isso o olfato fica saturado, dificultando a percepção real do cheiro. “Por isso, o ideal é que a experimentação se limite a sete fragrâncias, sendo duas a três na pele”, aconselha o Carvezan.

Gostou dessas informações? Comente e diga o que achou! Acompanhe o nosso site para continuar vendo artigos como este

Published By: Ronnie Martyns

Escrevo sobre a vida, curiosidades, entre outros assuntos.Amante de novelas, livros  e séries.Fã da web.Também sou apaixonado por tecnologia e amo escrever.Me encontre no Instagram @ronniemartyns