Gostou? Compartilhe

Muitas doenças que afetam o corpo físico invariavelmente têm correlação com neuroses e outras desordens da mente. Neste momento de pandemia por que passa todo o planeta, em que as pessoas se veem obrigadas a ficarem reclusas, a saúde mental pode se debilitar de tal modo a propiciar as mais variadas doenças de ordem psicossomática, aquela que tem origem na alma e no psicológico, gerando consequências também físicas no corpo. Considerando este cenário, o psicólogo Carlos Arruza* sugere alguns comportamentos saudáveis para mantermos a mente sã nesses dias de quarentena.

– Exercícios: tire um tempo do seu dia, mesmo quando não tiver vontade, e mantenha o ritmo corporal. Polichinelos, abdominais e flexões, por exemplo, são exercícios perfeitamente possíveis de se executar dentro de casa. O importante é liberar endorfina. Além do corpo ficar saudável é também uma forma de manter o cérebro em dia, já que diminui enormemente o estresse. Caso seja muito difícil manter uma rotina sozinho, na internet existem muitas academias e profissionais de educação física que disponibilizam programas para os mais diferentes grupos e idades. Vale a pena investir.

– Socialize via web: um dos maiores males que a quarentena tem causado é a distância entre as pessoas. O ser humano adora socializar e para manter essa interação uma boa dica é investir nas videochamadas. Existem muitos programas que dão suporte para mais de cinco ou seis pessoas em cada videochamada. Monte um grupo com familiares e amigos e tente manter uma rotina para colocar o papo em dia e se divertir. Vai ajudar a espantar a solidão e aquela vontade de sair de casa.

– Maratonas de entretenimento: é uma excelente época para colocar em dia aquelas séries e filmes de que você tanto gosta. No momento em que o cérebro dá uma relaxada, o corpo agradece, pois se regenera do estresse causado pela pandemia.

– Jogos: uma boa dica para manter a mente trabalhando, além de passar o tempo, são os jogos de tabuleiro e os de adivinhação. Vamos jogar adedonha, imagem e ação, palavras cruzadas, enfim, vale todos os tipos de jogos. E mesmo que você não tenha com quem jogar, praticamente todos eles têm versões na internet para brincar sozinho ou com outra pessoa remotamente.

– Relaxe: ficar de quarentena tem os seus benefícios. Você pode tirar um tempo para meditar e acalmar o cérebro. Respire, inspire, tente manter a mente bem relaxada.

– Cante: se você gosta de cantar, vale o ditado “quem canta seus males espanta”. Expressar sentimentos através da própria voz ajuda a diminuir a timidez, além disso, aumenta a autoestima e auxiliar na liberação de endorfina.

Mas se, durante a quarentena, você apresentar algum distúrbio de humor de forma mais intensa, Arruza sugere acompanhamento psicológico: “É muito importante ter um profissional da área para cuidar de você, principalmente em meio a um problema mais grave de ordem psíquica. Já existem profissionais que atendem de forma remota (online) com resultados muito satisfatórios. O serviço de psicologia, em muitas cidades do Brasil, tem suporte de entidades competentes e, até mesmo, dos governos locais. Procure saber se existe oferta de profissionais da área próximos a sua residência, mas que sobretudo atendam remotamente pelo menos nesse momento em que a mobilidade está restrita”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.