sábado , 20 abril 2024
Ínicio Notícias ECOSSEXUALIDADE – Como Sergio Marone: Pesquisa do Bumble mostra que pessoas buscam Eco Dating
Notícias

ECOSSEXUALIDADE – Como Sergio Marone: Pesquisa do Bumble mostra que pessoas buscam Eco Dating

182
Compartilhe

Segundo pesquisa realizada pelo Bumble – primeiro aplicativo de namoro em que as mulheres dão o primeiro passo e iniciam a conversa – a conscientização ecológica tem impactado a busca por uma conexão romântica. Recentemente, indivíduos com mentalidade “verde” estão destacando seus interesses ambientais em aplicativos de namoro, criando uma tendência conhecida como “Green Dating”.

O conceito do “Green Dating” se popularizou entre os usuários Millenials e Gen Z, que são mais ativos nos aplicativos de namoro e, também, as gerações mais empenhadas com o ativismo ecológico.

Por esse motivo, cada vez mais a conscientização tem influenciado a busca por uma conexão romântica. O recente estudo do Bumble descobriu que mais de 69%  dos usuários entre 18 e 34 anos acham que é importante estar ciente de seu impacto ambiental. Isso se traduz em seu comportamento em relacionamentos, com mais de 59% querendo namorar alguém que compartilhe das mesmas opiniões sobre sustentabilidade e responsabilidade ambiental.

Esse fator influencia não só quem achamos atraentes, mas também como percebemos as famosas “Red Flags” – comportamentos de um parceiro em potencial que servem como alerta de que eles podem não ser o match perfeito. Isso é particularmente verdadeiro quando se trata de quem nos interessa, com mais da metade (59%) dos entrevistados achando mais atraente alguém que se preocupa com o impacto ambiental. Isso também é particularmente verdadeiro para 70% das mulheres da Geração Z, com idade entre 18 e 24 anos, que consideram atraente alguém que está agindo para reduzir sua pegada ambiental.

O estudo também aponta que mais de 36% dos respondentes acha que pessoas que se preocupam com o meio ambiente são melhores parceiros porque isso mostra que são atenciosos e sensíveis, além de compartilharem os mesmos valores. Para mostrar seu interesse em um estilo de vida ecologicamente consciente e encontrar outras pessoas que se sintam da mesma maneira, os usuários do Bumble podem adicionar o selo ‘Causas ambientais’ ao seu perfil ou também selecionar selos de interesse para ‘vegetarianismo’ ou ‘veganismo’.

Javier Tuiran, o porta-voz da Bumble, explica: “Proteger o planeta está na mira da Geração Z e dos Millennials. Vemos como isso influencia cada vez mais as decisões que eles tomam em seus encontros e relacionamentos. Dados da pesquisa Trends for Dating 2023 do ano passado revelaram que para 39% dos entrevistados era importante que seu parceiro estivesse ciente de seu impacto ambiental e para 31 % que seu futuro parceiro tivesse um estilo de vida voltado para o desenvolvimento sustentável. Hoje sabemos que temos que mudar nossos hábitos pelo planeta e fazer isso juntos parece mais fácil e divertido”.

LEIA TAMBÉM:

A ascensão do ‘Green Dating’ também significa que os usuários do Bumble estão mais conscientes de certos comportamentos de seus (potenciais) parceiros. Para mais de 38% dos solteiros, a reciclagem – ou a falta dela – é a maior “red flag”, mas isso não é tudo. O Bumble também identificou as maiores “red flags” para os solteiros ecologicamente conscientes:

  1. Se recusar a reciclar (38%)

  2. Não se importar com o meio ambiente (37%)

  3. Recorrer a serviços de entrega ao domicílio quando não é necessário (23%)

  4. Optar por um transporte mais confortável e com maior pegada de carbono (21%)

  5. Ainda consumir uma dieta contendo muita carne (20%)

  6. Não querer mudar os hábitos que agridem o meio ambiente (18%)

  7. Não se preocupar em comprar produtos sustentáveis/orgânicos ou sazonais (18%)

Embora alguns comportamentos possam ser prejudiciais para as pessoas, o Bumble destaca que é importante comunicar sua postura com gentileza, pois as opções ecológicas podem não ser facilmente disponíveis ou acessíveis para todos.

Para garantir o respeito no aplicativo, o Bumble tem liderado a introdução de vários recursos de segurança e foi um dos primeiros aplicativos a introduzir verificação de fotos (2016), lançar bate-papo por vídeo no aplicativo (2019), usar inteligência artificial para desfocar imagens obscenas não solicitadas (2019) e, mais recentemente, proibir qualquer discurso contendo “body shaming” (2021).

DISCLAIMER

Todos os números, salvo indicação em contrário, são do YouGov Plc. O tamanho total da amostra foi de 1.014 adultos. O trabalho de campo foi realizado entre 6 e 13 de março de 2023. A pesquisa foi realizada online. Os números foram ponderados e são representativos de todos os adultos da França de 18 a 34 anos.

Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Relacionadas

Rodrigo Simas detalha cena marcante em Renascer: “Fiquei dentro do caixão!”

Após uma trajetória marcada por conflitos internos e busca por redenção, o...

Walcyr Carrasco pode escrever continuação de Êta Mundo Bom! na faixa das seis da Globo

O autor Walcyr Carrasco pode ter um novo desafio pela frente na...

Gestora de imagem Maris Tavares estreia no mercado de luxo com a For You Essential em Goiás

Maris Tavares, renomada gestora de imagem, visagista e CEO da Officina de...

Imprensa internacional destaca Ludmilla como um ícone LGBTQIAP+ após apresentação no palco do Coachella

O beijo de Ludmilla e Brunna Gonçalves no palco do Coachella no último domingo...