Ella Buzzi transforma inseguranças e ansiedades em delicadeza em primeiro single

Publicidade

“Passear” marca o começo da carreira musical da artista com clipe em 16mm

Um retrato de ansiedades, inseguranças e paixões como um livro aberto e um abraço aconchegante marcam “Passear”, single de estreia de Ella Buzzi. O projeto é uma reinvenção artística da cineasta e artista visual Rafaella Buzzi que chega acompanhada de um clipe e já está disponível em todas as plataformas de música digital.

Assista ao clipe:

Esse passeio da música surge num contexto figurativo, de não realização do que se planeja enquanto as coisas passam. O clipe foi filmado em Nova Iorque em 16mm pela artista em parceria com o cineasta e co-diretor Craig Scheihing e mostra Ella em um universo lúdico cercada de objetos “não oficiais” (feitos de feltro e costurados à mão), representando o quão ilusória é a nossa construção da vida adulta.

“O filme e a música compartilham do mesmo sentimento: um desejo muito grande por realização e a grande cobrança interna e externa que acompanha esse sentimento. Na música falo do café e da Ritalina, que a meu ver são estimulantes que materializam externamente essa cobrança por produtividade, performance, resultado, foco. Como uma adolescente diagnosticada com TDAH, sempre tive muitas dúvidas a respeito da minha performance e capacidade. A música fala dessa crise de sentir que se tem um grande potencial mas não vê-lo se materializar em nada. É sobre a agonia da espera de um potencial não materializado”, explica.

Brasiliense radicada no Rio de Janeiro, a jornada de descoberta musical de Ella é também uma história de auto-aceitação e amor próprio. Apaixonada por música desde criança, a cantora manteve essa conexão como algo utópico e distante por insegurança. Com o passar dos anos, se mudou pro Rio e se dedicou ao cinema. E foi através do audiovisual que voltou a pensar em melodias. “Foi quando me mudei para a Filadélfia em 2012, com uma bolsa do Ciências sem Fronteiras, que a música começou a voltar pra minha vida. Era sentar para escrever um roteiro que a música vinha, de uma vez só e sem permissão, quase que cuspidas, inteiras, de uma necessidade inegável de tagarelice”, explica Ella.

Após voltar ao Rio, decidiu aprender piano e trabalhar nas canções que habitavam na sua mente. Em 2018, Buzzi voltou aos Estados Unidos para finalizar um projeto e ao mostrar uma de suas canções para Scheihing, ele a encorajou a gravar um clipe para a faixa, que ainda nem tinha sido gravada. Esse impulso foi a base para que “Passear” nascesse.

“Fizemos o clipe antes de eu ter produzido a música. O clipe inclusive que me deu a confiança e coragem de gravar uma canção, minha primeira música. O cinema em toda sua graça pavimentando o meu caminho de volta pra música, provando que arte é mesmo algo indissolúvel e generoso. Tudo parte do mesmo bolo. E quero seguir assim, esse bolo de expressão”, reflete.

Com produção musical de Felipe Fernandes e mixagem e masterização de Pedro Garcia, a faixa é o começo de uma nova fase que a artista consolida nos próximos meses. “Fui fazendo novas músicas, me sentindo mais confortável em cantar e em ocupar um lugar que tanto temia: o de cantora e compositora. Tenho muitas músicas que compus na fila para serem produzidas e estou buscando entender melhor de que forma quero expressá-las e qual é o meu lugar na música”, conclui Ella.

“Passear” está disponível em todos os serviços de streaming de música.

SIGA O ATITUDE E VISÃO NAS REDES SOCIAIS

Notícias Relacionados

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja Também

Instagram

Você não pode copiar o conteúdo desta página