A convite do produtor inglês Peter Bull, o elenco da montagem brasileira do espetáculo ‘Naked Boys Singing’ fará uma participação na Parada LGBTQ+ de Londres, que esse ano será substituída pelo formato de um festival online, devido ao período de pandemia.

´Naked Boys Singing´ é uma comédia musical de sucesso da off-Broadway, que será montada pela segunda vez no Brasil, dessa vez dirigida por Rodrigo Alfer, e traz o estilo vaudeville, com cenas independentes, todas com a temática do corpo masculino.

O evento irá ocorrer do dia 28 de junho até 5 de julho, no canal do YouTube da London Pride, e reunirá apresentações de artistas, cantores, comediantes, DJs e ativistas do mundo todo. A lista completa de atrações será divulgada em breve. A mestre de cerimônias, será a atriz Su Pollard, conhecida por sua alegria e irreverência, participou de vários seriados de TV e musicais do West End. A diva é um grande aliado LGBTQIA +. O elenco brasileiro, cantará a música de abertura do espetáculo, “Gratuitous Nudity” que na versão em português está intitulado como “Nudez Frontal”.

‘Naked Boys Singing’ é idealizado por Rodrigo Alfer, arte educador, ator, cantor, dramaturgo e produtor, que recentemente esteve nos papéis de diretor, autor e produtor do premiado espetáculo ‘O Príncipe Desencantado – O Musical’, e agora se prepara para uma experiência totalmente nova, tanto para o público quanto para ele mesmo, ao trazer para o Brasil a montagem do espetáculo “Naked Boys Singing”, que em 2003 teve uma versão dirigida por Zé Henrique de Paula.

A ideia surgiu após um momento de frustração com a atual situação da cultura no país, insatisfeito com o rumo das coisas, Rodrigo pensa na montagem como um ato de resistência e afirma “Teatro não é a arte do encontro? E pra mim, fazer arte é isso. É não se calar. É fazer! Mesmo que pelado e de lanterna na mão!”. O musical, um vaudeville clássico, com quadros independentes, possui 14 canções com diferentes ritmos, que abordam o tema: corpo masculino. Nesta montagem as versões brasileiras serão de Rafael Oliveira.

Para conseguir os direitos da montagem, Rodrigo entrou em contato diretamente com Bob Shcrock, idealizador do musical, através de redes sociais, quem o colocou diretamente em contato com a empresa que cuida dos direitos do espetáculo.

Apesar de sua determinação para colocar “Naked Boys Singing” em cartaz, ele reconhece que será um grande desafio, pois além de mostrar as qualidades artísticas e o potencial que o musical tem, também é preciso explicar que não se trata de um espetáculo vulgar ou pornográfico, mas sim uma comédia, um off-Broadway de sucesso, que já rodou o mundo inteiro e traz lindas canções em seu repertório.

A nova montagem brasileira, produção da BACANA Produções Artísticas (O Príncipe DesEncantado, Las Muchachas de Chico e Vapor), e após receber muitas inscrições e de um processo incrível de audição o espetáculo encontrou seu elenco, formado por 9 atores-cantores incríveis.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.