sexta-feira , 24 maio 2024
Ínicio Turismo Férias: como se preparar para uma viagem de aventura
Turismo

Férias: como se preparar para uma viagem de aventura

133

Fazer um salto de pêndulo, bungee jump, rapel, escalada, escolher uma tirolesa em meio à natureza, voar de parapente são algumas atividades que marcam presença nos roteiros de férias. O turismo de aventura está cada vez mais em alta, unindo a busca pelo “friozinho” na barriga e pela superação de limites pessoais. Mas você sabe quais são os cuidados necessários para que tudo termine bem e que a viagem seja uma coleção de  momentos inesquecíveis e sem roubadas?

Antes mesmo de fazer o roteiro é preciso saber o seu nível de habilidade e conforto diante das atividades escolhidas, nada de agir por impulso. O presidente da Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura (Abeta), Vinicius Viegas, explica que o viajante precisa entender os riscos associados, a duração da atividade, o nível de dificuldade e os desafios que irá enfrentar. “Seja realista sobre suas habilidades e limites pessoais. Não se envolva em programas que estejam além do seu nível de experiência ou capacidade física”, pondera.

Veja também:

Vale das Águas Fazenda Resort é destino certo das férias de verão no interior de São Paulo

Descubra a magia do Pará nessas férias com sugestões de passeios na região

Viajar para Paris gastando pouco é possível? Conheça 5 dicas para uma viagem econômica à cidade da luz

Depois de saber se está apto, é muito importante verificar a reputação da empresa ou operadora que oferece o serviço. Confira se a empresa possui Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur) e é associada à Abeta ou outra entidade de classe. Faça uma pesquisa em sites de viagens e redes sociais, leia os comentários. Se for bem avaliada, isso é um sinal verde para fazer a sua reserva.

Todas as atividades de aventura exigem guias ou condutores de turismo especializados na atividade escolhida. Por isso, quando for necessário, não tenha receio e pergunte qual a formação e experiência desse profissional. Afinal, é sua segurança que está em jogo. Está tudo certo? Então, sempre siga as orientações desses líderes, que estão familiarizados com a região. Outro ponto a ser observado é o estado dos equipamentos de segurança, se são adequados e bem conservados. Vinicius explica que os equipamentos básicos para atividades na natureza variam dependendo do tipo de atividade e do ambiente em que é realizada. “Entrou na água, colete. Tirou o pé do chão, capacete”, alerta.

Outro ponto é ficar atento às condições climáticas, já que alguns programas podem ser afetados por mudanças repentinas no tempo. Antes de participar de qualquer atividade de ecoturismo ou turismo de aventura, é preciso verificar se a empresa fornece seguro adequado e quais são as coberturas oferecidas. “É fundamental que os clientes estejam cientes de suas próprias responsabilidades e das proteções que estão sendo oferecidas pelas empresas antes de se envolver em qualquer atividade de risco”, explica Vinicius .

É obrigatório por lei que os participantes deem ciência em um termo de conhecimento de risco. Esse documento informa sobre os riscos envolvidos na atividade e garante que todos estejam cientes das possíveis consequências. O termo deve incluir informações como: o tipo de terreno, possíveis desafios, nível de dificuldade e duração. Nesse documento, o participante declara que está ciente dos riscos envolvidos e assume a responsabilidade por sua participação. Com tudo isso em mente e devidamente combinado, é só se jogar e aproveitar o melhor que as atividades de aventura em meio à natureza podem proporcionar.

Fique ligado!

Para atividades aquáticas (rafting, canoagem, entre outras)

Coletes salva-vidas: são fundamentais para garantir a flutuabilidade e a segurança dos participantes, especialmente em corredeiras ou locais com correntezas;

Capacete: o capacete protege a cabeça de possíveis impactos com rochas ou outros objetos durante a atividade.

Para atividades em trilhas ou caminhadas

Calçados adequados: use calçados confortáveis e próprios para caminhadas, como botas de trilha, que ofereçam boa aderência e suporte aos tornozelos;

Roupas apropriadas: vista-se de acordo com as condições climáticas e o tipo de trilha, preferencialmente utilizando roupas leves, mas que protejam contra o sol e arranhões.

Para atividades em alturas (escalada e tirolesa):

Equipamentos de escalada: use capacete, mosquetões, fitas ou cordas específicas para a prática segura da escalada;

Cadeirinhas: para atividades em altura, o uso de uma cadeirinha de segurança apropriada é fundamental para prevenir quedas.

Para atividades em áreas remotas ou com riscos adicionais

Kit de primeiros socorros: leve um kit básico de primeiros socorros para atender a pequenos ferimentos ou situações emergenciais até que a ajuda profissional  chegue até você;

Kit de sobrevivência: em áreas remotas, leve um kit de sobrevivência com  itens como lanterna, apito, fósforos, manta térmica, entre outros. Manter-se hidratado, levar água e alimentos suficientes, proteger-se contra insetos (se necessário).

Não se aproxime de animais selvagens

Mantenha uma distância segura de animais selvagens e nunca os alimente.

Não se arrisque para tirar fotos

Evite se colocar em situações perigosas para tirar fotos. A segurança pessoal deve ser sempre prioridade.

Informe a alguém sobre seus planos

Antes de sair para uma atividade em meio à natureza, informe a amigos ou familiares sobre seus planos e horários de retorno.

Respeite as regras e regulamentos

Conheça e respeite as regras e regulamentos estabelecidos para a área em que você está visitando.

Compartilhar:

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Relacionadas

Como ir de Paris até os Jardins de Monet?

Seja você um amante da arte impressionista, um entusiasta da natureza ou...

10 passeios impactantes de Bonito (MS), a Capital Nacional do Ecoturismo

A Natureza Tour, agência de turismo com ampla experiência na região de...

Explore os tesouros submarinos de Andros, nas Bahamas

Entre as profundezas da Língua do Oceano e as margens da ilha...