Justino expulsa Mariquinha de casa em, Cabocla

Publicidade

Nos próximos capítulos de “Cabocla” , Justino (Mauro Mendonça) tomará uma decisão por impulso, e não vai mudar de idéia.

Tudo começa quando ele cavalga pela estrada e dá de cara com Mariquinha (Carolina Kasting) aos beijos com Tobias (Malvino Salvador). Ele fica chocado ao ver sua mocinha cheia de intimidades com aquele homem rústico e não perdoa: “Ocê me envergonha sua… sua… desavergonhada! Anda pra casa, antes que eu perca a cabeça!”.

Tobias, como um bom namorado, tenta explicar que não há mal algum nisso, pois eles estão namorando e suas intenções são as melhores. Mas isso só deixa Justino ainda mais enfezado – para ele, é uma falta de respeito o namorado da filha querer ter uma conversa séria como essa no meio da estrada. O peão se controla para não perder a cabeça e pede para conversar com Justino em sua casa, então. O coronel concorda, mas exige que o casal vá na sua frente, para ele poder ficar de trás, vigiando o que eles estão fazendo.

“Eu num sô boi , pra sê tangido, coroné! E tamém num fiz nada demais, pra merecê isso! Pode levá sua filha”, diz Tobias. Mariquinha, coitada, está atônita e corre para perto do namorado, deixando bem claro que está do lado dele nessa briga. Tobias força a conversa: “Eu quero me casá cum a Mariquinha, coroné!”. Pronto! Aí é que Justino sai mesmo de si: “Um homem que gosta d’uma moça, de verdade, num faiz um pedido desse no meio do pasto, como se estivesse negociando gado!”. Tobias enfrenta: “Pois é aqui que eu lhe faço… E é aqui que eu quero ouvi a sua resposta… Ou então, o sinhô leve ela cum o sinhô, agora! E ela que me esqueça!”.

No fim da discussão, Justino dá a sentença: “Ela é sua, Tobia… Pode levá c’ocê!”. Mariquinha não acredita no pesadelo por que está passando, tão de repente. Mas o coronel é categórico: “Pode levá, Tobia! Leva ela pra tua casa, porque na minha num tem mais lugá pra ela”. Dito isto, Justino dá nas esporas e some estrada afora.

E a decisão será pra valer. Mariquinha terá mesmo que arranjar outro canto para morar, se não quiser dormir no mato. Tobias a acolhe em sua casa, assumindo sua responsabilidade como namorado. Desse dia em diante, a professora terá uma vida sem luxo nem família, morando de favor na casa de Generosa e torcendo para não cair na boca do povo. Moça direita não era expulsa de casa nem ia morar com o namorado. Ainda mais sendo o sujeito um homem bruto e fogoso como Tobias.

SIGA O ATITUDE E VISÃO NAS REDES SOCIAIS

Notícias Relacionados

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja Também

Instagram

Você não pode copiar o conteúdo desta página