Abertura do Grammy Latino 2019 contou com a brasileira Anitta, Olga Tañon e Carlos Rivera
Gostou? Compartilhe

A cerimônia começou com Olga Tañón, Milly Quezada e Anitta realizando o clássico de salsa “La vida es un carnaval”, e depois deles Carlos Rivera, Reik e Leonel García cantaram “Querida“. Natalia Jiménez, Calibre 50 e Prince Royce cantaram “Secreto de amor”, enquanto Draco Rosa, Fito Páez e Beto Cuevas cantaram “De música ligera”.

“Parece-me incrível que 20 anos se passaram desde que eu pisei neste palco, acompanhado por duas grandes lendas, Celia Cruz e Gloria Estefan”, disse Ricky Martin, quando estreou como piloto no final do show de abertura.

“Hoje sinto a mesma emoção”, acrescentou antes de apresentar os co-apresentadores do programa, as atrizes Paz Vega e Roselyn Sánchez.

O primeiro prêmio da gala televisionada, de melhor álbum contemporâneo / fusão tropical, foi para Juan Luis Guerra e 4,40 para “Literal“. O músico dominicano também ganhou a melhor música tropical de “Kitipun” durante a chamada Premiere, uma cerimônia anterior sem televisão na qual a maioria dos troféus foi distribuída.

Alejandro Sanz, que lidera a lista de indicados com oito menções, venceu duas no evento: melhor música pop
“Mi persona favorita” com Camila Cabello e melhor vídeo em versão estendida do documentário “Lo que fui es lo que soy”.

A sensação espanhola Rosalía, premiada no ano passado com dois gramofones e seguida de cinco indicações, também foi um dos primeiros vencedores da Premiere: superou Sanz ao ganhar o melhor álbum de pop vocal contemporâneo de “El mal querer”, que compete com “(hash) ELDISCO” de Sanz na categoria de álbuns do ano. E seu álbum também ganhou melhor engenharia de som e melhor design de embalagem, reconhecimentos não pelo cantor, mas pelos engenheiros, mixers e diretores de arte que trabalharam no projeto.

Durante a cerimônia central, Ricky Martin apresentará seu single mais recente, “Cántalo”, em parceiria com Resident e Bad Bunny a partir de sons dos arquivos da Fania.
Juanes, a Personalidade do Ano de 2019, interpretará uma mistura de seus sucessos depois de ser homenageado por seus colegas na véspera de um concerto de caridade. Alejandro Sanz, Luis Fonsi, Rosalía Farruko, Ozuna, Alicia Keys e Miguel, entre outros, também se apresentarão. Vicente Fernández, Alejandro Fernandez e Alex Fernández, três gerações da mesma família de intérpretes mexicanos, compartilharão o mesmo cenário pela primeira vez.

A cobiçada honra do melhor artista novo é disputada por Aitana, Burning Caravan, Cami, Fer Casillas, Chipi Chacón, Elsa e Elmar, Greeicy, Juan Ingaramo, Paulo Londra e Nella.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.