Laura Pausini conta porque teve que ir ao psicólogo

Cantora Laura Pausini, em uma entrevista com a imprensa espanhola, confessou que depois de descobrir a traição de seu ex-namorado por 10 anos, Alfredo Cerruti, teve que ir em um psicólogo por cerca de dois meses.

Pausini disse que precisava de um profissional para explicar e ajudá-la a se sentir capaz de seguir sozinha. Desde então, ela pensou que sua vida tinha acabado e assegurou que a partir daquele momento tinha  perdido um pouco da doçura.

Tudo começou quando ela descobriu que Cerruti estava lhe dando um desfalque.E então Laura decidiu encerrar a relação, em 2002. E enfrentou não apenas a solidão, mas o peso de ter confiado a outra pessoa a condução de sua vida. “Por muitos anos, ele disse que eu não era capaz de fazer nada sozinha. Acabei pensando que aquilo era verdade e quase tive depressão”, contou na época. Um psicólogo a ajudou a fortalecer sua personalidade e Laura começou a compor para o álbum Resta in Ascolto, lançado em 2004

Definitivamente, a melhor terapia foi a música com a qual ela se aventurou e caminhou adiante. Agora, a vida sorri para ela sentimentalmente porque atualmente e casada com Paolo Carta, que ela conheceu em 2005 e com quem tem uma filha que nasceu em 2013.

Agora, a italiana de 44 anos está fazendo sua turnê “Fatti  Sentire World Wide Tour” e nesta quarta-feira ela se apresentará no Palau Sant Jordi em Barcelona, ​​Espanha. Irá sacudir seu público com as músicas que o tornaram mundialmente famosa como ‘La  soledad‘, e ‘Viveme‘.

Se gostou deste artigo, compartilhe com seus amigos e curta “Atitude E Visão” nas redes sociais.

Continue acessando!!

Comenta aí…

COMPARTILHE

Tem uma notícia? Quer divulgar seu trabalho ou a sua história? Envie Para Nosso E-MAIL

SIGA O ATITUDE E VISÃO NAS REDES SOCIAIS

Leia Também:

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

DESTAQUES:

Você não pode copiar o conteúdo desta página