“O Clone” estréia dia 09 de Dezembro no Canal Viva

0
Jade e a personagem de Giovanna Antonelli protagonista de "O Clone"

No próximo, dia 09 de dezembro, estréia a novela O Clone no Canal Viva. A trama, de Glória Perez, conta a história de amor entre Lucas (Murilo Benício) e Jade (Giovanna Antonelli), que começa na década de 80, no Marrocos, e se estende ao Rio de Janeiro, quase vinte anos depois.

Em meio à avassaladora paixão dos personagens centrais, a trama aborda dois temas bastante polêmicos: a clonagem humana e uma campanha de combate às drogas. A novela tem a direção de Jayme Monjardim e Marcos Schechtman.

A história começa quando Jade, filha de muçulmanos – nascida e criada no Brasil – é obrigada a se mudar para o Marrocos após a morte de sua mãe, Sálua (participação especial de Walderez de Barros), e passa a viver os conflitos de adaptação a uma cultura tão diferente da sua. Nesta terra distante, Jade conhece o brasileiro Lucas, que está viajando pelo país em companhia de seu irmão gêmeo, Diogo (Murilo Benício), do pai Leônidas (Reginaldo Faria), da namorada do pai, Yvete (Vera Fischer), e do cientista Albieri (Juca de Oliveira).

LEIA TAMBÉM:  Resumo da novela 'O Clone', de 20 a 01 de fevereiro

Lucas e Jade se apaixonam à primeira vista e estarão dispostos a enfrentar todos os obstáculos por esse amor.

LEIA TAMBÉM:  Saiba quando estreia "Brega e Chique" no Canal Viva

Enquanto Lucas e Jade vivem o romance proibido, Diogo decide voltar ao Brasil após uma discussão com o pai. Mas uma tragédia inesperada acontece: já no Rio de Janeiro, Diogo morre em um acidente de helicóptero, mexendo com a vida de todos os personagens da trama. A morte do afilhado confere então a Dr. Albieri a coragem para concretizar um antigo sonho: a experiência da clonagem humana. A partir de células de Lucas, o geneticista faz o primeiro clone humano, que se chamará Leandro (Murilo Benício).

LEIA TAMBÉM:  Resumo da novela ‘Cabocla’ de 20/01 a 01 de fevereiro

A história de Glória Perez traça um painel contemporâneo sobre a busca da identidade. A questão está presente na dualidade da heroína Jade, que vive dividida entre as culturas ocidental e oriental; na relação de dependência dos gêmeos Lucas e Diogo; na crise existencial do clone Leandro, que sofrerá a angústia de tentar descobrir o seu lugar no mundo; e também na fragmentação dos personagens Mel (Débora Falabella) e Nando (Thiago Fragoso), causada pelo envolvimento com as drogas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.