O que aconteceu com Macaulay Culkin?

Protagonista do filme “Esqueceram de mim” caiu no ostracismo

Todo mundo se lembra do icônico filme dos anos 90 “Esqueceram de mim”, onde o garoto Kevin (estrelado por Macaulay Culkin) sozinho em casa apronta todas na vizinhança. O filme virou um sucesso de bilheteria e seu protagonista se tornou um dos mais famosos da sua geração, mas quase 30 anos depois pouco se ouve falar do ator. Por onde anda Macaulay Culkin e por que não fez mais nenhum sucesso?

Jairo Ferreira Filho, CEO da MasterMind Curitiba e Campos Gerais, explica que vencer a si mesmo é o maior desafio de uma vida, e pelo visto esse não foi o mérito do antigo ator mirim. “É preciso planejar o futuro com exatidão para tomar as melhores decisões, não parece ser o caso do ator”. Hoje aos 38 anos, Culkin passou por vários transtornos ao longo da vida e da carreira. Depois de ganhar muito dinheiro tão cedo, o jovem se vislumbrou com o luxo e a fama. Com isso, teve transtornos familiares, se envolveu com drogas e até já foi preso por posse de maconha. O vislumbre logo cedo levou o ator a não conseguir mais nenhum sucesso na carreira e logo ao ostracismo.

Napoleon Hill no seu livro “A Lei do Triunfo” fala em sua décima primeira lei a respeito do líder pensar com segurança, ou seja, ter os “pés no chão”. Mesmo com o vislumbre do sucesso, é preciso manter-se firme e atento para manter-se no topo. Um bom líder deve analisar experiências anteriores, evidências e dados que sejam úteis de alguma forma, além de agrupar todos os prós e contras para realizar a melhor escolha. Isso faltou a Macaulay Culkin.

O treinamento LINCE da Master Mind aborda esse assunto em seus treinamentos para que líderes consigam sempre pensar com segurança para não desviar dos seus objetivos. Allen Arruda, empresário e estudante do treinamento LINCE, destaca a importância do treinamento em sua vida para ter mais foco e realizar seus objetivos com mais “pé no chão”: “Finalmente conquistei o equilíbrio que não tinha”.

O Master Mind LINCE ajuda a estar presente em seu íntimo, nos seus relacionamentos, no trabalho, na liderança, na capacidade de fazer mais, de se desafiar a ir mais longe.

Para tomar uma decisão importante é preciso analisar experiências anteriores, evidências e dados que sejam úteis de alguma forma, além de agrupar todos os prós e contras para realizar a melhor escolha.

Se gostou deste artigo, compartilhe com seus amigos e curta “Atitude E Visão” nas redes sociais

Você Também Pode Gostar:

LEIA TAMBÉM:  Dia da Thalia?: Cinco coisas que você não sabia sobre essa diva mexicana

COMENTAR:

Notícias Relacionadas

LEIA TAMBÉM:  Thalia envia mensagens de apoio à comunidade LGBTQ