Quanto custa um caso extraconjugal?

Os usuários da Ashley Madison revelam quais despesas vêm com a traição

O cavalheirismo não está morto – pelo menos não no mundo da infidelidade. Ashley Madison, o principal site de relacionamentos extraconjugais do mundo, entrevistou seus membros para descobrir quem paga mais, homens ou mulheres, e como eles escondem essas despesas adicionais de seu cônjuge. De acordo com a pesquisa, os homens estão pagando mais com as saídas com amantes, enquanto as mulheres dizem que o amante não se tornou uma despesa adicional para elas.

Usar discrição ao fazer compras relacionadas à infidelidade é uma boa maneira de impedir a descoberta de um caso. Para os homens, essa discrição é especialmente importante, pois 60% dizem que ter um caso criou despesas adicionais para eles. Para manter essas despesas secretas, 44% preferem usar uma conta separada ou cartão de crédito, e 38% só usarão dinheiro ao pagar por seu caso. Por outro lado, 63% das mulheres dizem que sua infidelidade não criou despesas adicionais para eles, exigindo menos discernimento quando se trata de esconder seu comportamento de compra de seu cônjuge.

LEIA TAMBÉM:  A síndrome do "ele/a é demais pra mim"

Quando questionados sobre o quanto gastam com seu parceiro, 70% das mulheres disseram que gastam entre até R$ 200 por mês, enquanto 40% dos homens dizem o mesmo. Quase um terço deles afirmam também que gastam mais de R$ 600 por mês em seu parceiro. Além disso, 56% dos homens dizem que gastam a mesma quantia com a amante do que dispendem com a esposa.

“A discrição é a chave para ter um caso de sucesso, então fazer coisas que irão afastar seu cônjuge, por assim dizer, pode ajudar a manter seu relacionamento extraconjugal secreto”, diz Isabella Mise, diretora de comunicações da Ashley Madison. “Percebemos que os homens estão gastando a mesma quantia, se não mais, com o cônjuge do que com o amante, potencialmente atuando de todas as maneiras para cobrir essas despesas adicionais”.

Surpreendentemente, quase metade das mulheres entrevistadas (48%) dizem que não sentem a necessidade de esconder as despesas com seus amantes e outras 53% dizem que não prestam atenção aos gastos quando se trata da traição. Talvez o cônjuge não preste muita atenção a eles, levando as mulheres a resolver o problema com suas próprias mãos e a escolher um caminho de infidelidade, com a tranquilidade de não se preocupar em ser pego.

LEIA TAMBÉM:  Como se preservar de exposições indesejadas do relacionamento nas redes de sociais

“Atenção é a chave. Quando você está com seu cônjuge, é vital certificar-se de que você está pensando em suas necessidades, bem como com seu próprio bem”, afirma Alicia Walker, professora associada de Sociologia da Universidade Estadual de Missouri e autor de A Vida Secreta da Esposa Traidora. “Qualquer homem que esteja preocupado com isso deve realmente começar a olhar para o seu próprio comportamento no quarto e realmente se certificar de que você está agindo bem com seu cônjuge. Porque, se você não é atencioso, há alguém de fora do relacionamento que está mais do que disposto a fazer isso”.

De acordo com a pesquisa, 69% das despesas com amantes são gastos em experiências em datas comemorativas e saídas especiais bem como restaurantes, filmes ou quartos de hotel. Mais da metade dos homens dizem que outra despesa importante para eles é a participação em aplicativos de namoro, seguida de presentes como jóias, flores ou lingerie. As mulheres, no entanto, gastam seu dinheiro em transporte de ida e volta de seus afazeres, bem como em cuidados pessoais e saúde. Se o cônjuge notar o gasto adicional, os traidores dizem que associam as despesas com coisas como trabalho (54%) ou uma compra impulsiva (27%).

Ao final do dia, todo caso é único e pode substituir coisas que o dinheiro não pode comprar como uma conexão emocional muito necessária, ou a sensação de satisfação física há muito tempo esquecida. Pode ser por isso que 84% dos entrevistados acreditam que as despesas que acompanham o caso valem a pena ou pelo menos algo com o qual elas realmente não se preocupam.

  • Pesquisa com 2.247 membros da Ashley Madison entre 18 de abril de 2019 e 2 de maio de 2019.
LEIA TAMBÉM:  Tabu entre casais, ir ao banheiro na presença do parceiro gera constrangimento e até separações

Gostou dessas informações? Comente e diga o que achou! Acompanhe o nosso site para continuar vendo artigos como este

COMENTAR: