Compartilhe

Belaventura (RecordTV) e uma novela escrita por Gustavo Reiz e dirigida por Ivan Zettel.A trama foi ao ar originalmente na faixa das 19h40, entre julho de 2017 e janeiro de 2018.

Continua após as recomendações

“Belaventura” é ambientada na Idade Média, a obra mostra a história de amor o príncipe Enrico (Bernardo Velasco) e a plebeia Pietra (Rayanne Morais).

Record – Com exibição às 15:15
Estreia: 08 de março de 2021

Belaventura é protagonizada por Bernardo Velasco e Rayanne Morais

RESUMO DOS PRÓXIMOS CAPITULOS:

Segunda, 19 de abril 

Gonzalo diz a Otoniel que é inocente e não existe motivo para prendê-lo. Fernão diz à Marion que estão procurando pelas flechas envenenadas do conde Severo, pois caso a família dele fosse condenada ele teria a chance de defendê-los. Marion acredita e diz que quer falar a sós com Pietra. Ela diz que o antídoto que ela preparou não funcionou. O que funcionou foi a que foi buscar conforme os planos do marido. Enrico ajuda Selena e ela fica feliz. Severo diz para Pietra ser sua aliada e que ela não tem outra escolha.

No castelo Belaventura, Mistral propõe a Joniel que se torne um defensor do rei. Gonzalo agradece Mistral pela compreensão do rei. Cedric solta as correntes de Nodier. Cedric conta que o rei perdoou Gonzalo e diz que o plebeu vai se arrepender por não ter colaborado com ele. Otoniel conversa com Bartolion e diz que percebeu que Cedric ficou nervoso ao ver que a justiça não foi aplicada de forma enérgica. Enrico pede que Carmona cuide de Selena. No castelo Valedo, Marion diz para Pietra que ela vai ter trabalho árduo no castelo. Otoniel entra no quatro e quer conversar com Lizabeta. Ele diz que Jacque gosta muito dela e que ela também deve gostar muito dele.

Lizabeta fica na expectativa. Otoniel continua e diz que este romance não tem a menor chance de acontecer. Leocádia se encontra com Jacques no castelo Valedo e diz para ele não confiar em Otoniel. Leocádia diz que Jacques está cometendo um grande erro ao ficar contra a própria família. Jacques diz que não é o rei que é importante para ele. E Leocádia conclui dizendo que aquilo que é importante para ele, pertence ao rei. Otoniel diz para Lizabeta que não quer ser um rei enérgico e pede que ela confie nele. Enrico entra no castelo Valedo e Severo não gosta. Enrico diz que é o príncipe de Belaventura e pode entrar em qualquer lugar. Enrico pede que Severo traga Pietra imediatamente.

Terça, 20 de abril

Enrico encara Severo com raiva e diz que não sai de Valedo sem Pietra. Pietra está tensa diante de Marion que a acusa de ser bruxa. Accalon diz a Joniel que tem suposições do sumiço de uma criança na vila ano atrás. Brione beija Gonzalo e diz que não vai desistir de se casar com ele. Pietra e Marion conversam no corredor. Enrico encontra com Marion. Selena está no castelo e faz reverência ao rei Otoniel. Otoniel diz à Selena que ela pode ficar no castelo o quanto precisar. Cedric pergunta a Nodier quem é Selena. Polentina ajeita a roupa e vai na direção de Jacques que está parado diante do mercado e se apresenta. Polentina se oferece para levar Jacques até Brione e saem de braços dados. Carmona conversa com Selena e diz que vê nela a esperança de Enrico esquecer Pietra.

Selena diz à Carmona que veio até o castelo por um pedido de emergência, em busca de uma aliança com o rei, visando proteção. Carmona e Selena fazem um acordo. Tiana conta a Joniel que Accalon agora tem uma pista sobre o paradeiro do filho deles. Jacques chega na estalagem e encontra com Brione. Pietra conversa com Laurinda e descobre que salvou Lizabeta através de seu antídoto. Enrico encontra Accalon na taverna de Falstaff e diz que precisa encontrar Pietra. Severo pergunta por Jacques e Brione. Polentina decide fazer um sarau e convida Jacques, que fica constrangido. Brione vai até a casa de Joniel e pergunta se ele mudou de ideia. Gonzalo pede à Brione para que ela seja sua esposa. Severo invade o local com a espada em punho. Pietra está ajoelhada no chão e esfrega roupas quando chega Marion. Fernão entra em seguida com a caixa na mão. Lizabeta diz na frente de Enrico e Otoniel que Selena fez um acordo com Carmona para fisgar Enrico. Selena reage surpresa.

Otoniel e Enrico estão espantados diante de Lizabeta. Selena encara a princesa, muito constrangida. Severo está na casa de Joniel para levar Brione embora. Brione e Joniel discutem e ele levanta a mão ameaçando lhe dar um tapa, mas Gonzalo intercede. Selena sai do castelo chorando e Enrico a alcança. Joniel diz a Severo que eles estavam a caminho do castelo para pedir a mão de Brione em casamento a seu filho Gonzalo. Severo vai até a taverna de Falstaff e pede informações sobre Joniel. Joniel revela a Gonzalo que Severo invadiu a comunidade onde viviam e diz que não pode permitir que ele se torne uma ameaça novamente. Cedric diz a Enrico que fez de tudo para encontrar Pietra. Enrico questiona Cedric porque soltou Nodier da masmorra sem a ordem dele. Pietra esfrega o chão e Leocádia chega. Leocádia diz à Pietra que Enrico foi procurá-la e diz que ela não deve aborrecer Marion e que só ela pode devolvê-la ao príncipe. Leocádia sai e Pietra fica pensativa.

Pietra conversa com Laurinda que estava escondida atrás da porta e diz que ela precisa entregar um bilhete para Elia. Otoniel agradece Merlino por cuidar de Lizabeta. Corinto comenta com Solimara que a Vila está em polvorosa por causa de uma bruxa. Páris está chocado diante de Accalon que diz que sua esposa e filha foram raptadas por causa do bebê. Lizabeta pede perdão à Selena. No castelo Valedo, Severo entra e se depara com Jacques sentado diante de livros e pergaminhos. Jacques diz a Severo que Valedo está arruinada e que vender o castelo seria uma opção. Severo reprova e diz que irá conquistar territórios menores e Jacques diz que não vai permitir. Fernão está diante de uma cesta com raízes e folhas sobre a mesa, enquanto Pietra está diante de dois caldeirões. Fernão a pressiona. Na distração de Fernão, Pietra coloca um pó dentro de uma das cuias. Pietra diz à Marion que para abrir a caixa precisa beber da poção e outra parte despejada na caixa. Selena surpreende Enrico com um beijo. Laurinda se aproxima, com a carta de Pietra nas mãos.

Quarta-feira, 21 de abril 

Pietra está espantada diante de Laurinda, que está incomodada. Severo não aprova o casamento de Brione com Gonzalo e os dois discutem. Otoniel observa um mapa, onde Mistral localiza as regiões importantes. Otoniel diz a Mistral que talvez uma aliança com a região de Cabúri marque o início de uma nova história para Belaventura. Severo entra e encontra Leocádia e Marion, ainda às voltas com os dois pedaços de mapa rasgados, um deles queimado. Severo diz que Pietra vai revelar a ele tudo o que sabe. Polentina pergunta a Dumas se ele já escolheu as cantigas para declamar no sarau.Pietra conversa com Laurinda sobre seu desapontamento com Enrico. Marion cobra explicações de Brione por ter fugido de casa. Quixote está atônito diante de Matriona que quer que ele conte a verdade sobre a origem do bebê que foi entregue a eles. Ariela escuta tudo atrás da porta.

Joniel encara Gonzalo com raiva e diz que ele não pode aceitar se aliar a Jacques. Gonzalo diz a Joniel que pode ser nomeado como cavaleiro por Jacques. Pietra conversa com Laurinda e acha que deve ficar sozinha e esquecer Enrico. Severo entra no local e manda Laurinda voltar para a ala dos criados porque tem muito a conversar com Pietra. Falstaff vai até o palácio falar com Otoniel que o reprova. Selena está tímida diante de Enrico e diz que ficou envergonhada pelo beijo. Severo não acredita no que Pietra diz sobre o que fez para abrir a caixa e bate na mesa, com raiva. Severo faz um carinho no rosto de Pietra e diz que agora é seu dono e que pode transformá-la em uma mulher muito poderosa. Marion está por ali, sem ser vista. Bartolion está distraído mexendo em vários rolinhos e papiros que coloca sobre a mesa. De repente, alguém coloca um saco de pano na cabeça de Bartolion.

Pietra está assustada diante de Severo. Severo mostra o pergaminho à Pietra e coloca o frasco com o líquido vermelho sobre a mesa e pergunta a ela o que sabe desses objetos. Pietra faz que não sabe. Selena está emocionada diante de Enrico e diz que nunca acreditou na versão que contaram a ela sobre seu pretendente. Mistral conversa com Cedric e diz que confia no julgamento do rei. Dulcinéa está espantada diante de Accalon e pergunta a ele se acredita que exista um grande esquema de raptos de bebês na Vila. Dulcinéa revela a Accalon que desconfia que foi comprada por Fasltaff. Matriona pede que encontrem Ariela. Tiana tenta acalmar Joniel. Joniel diz que jamais permitirá que Gonzalo se junte a Jacques para defender o castelo de Valedo. Lizabeta entra no quarto de Carmona e as duas fazem as pazes. Tamar pergunta a Páris sobre seu casamento e Páris diz que está confuso. Bartolion está com o saco de pano em sua cabeça que é retirado por Leocádia.

Bartolion tem na mesa dois pedaços do mapa e Leocádia pede que ajude a revelar o que significa. Laurinda conversa com Pietra e diz que soube da volta de Brione porém não pode sair dali. Otoniel conversa com Enrico e Mistral e alerta que devem tomar cuidado para o que o reino não fique vulnerável. Na floresta, Tácitus, Daros e Gregor estão exaustos e gritam por Ariela. Alguns instantes e alguns homens maltrapilhos surgem de trás das árvores e cercam os três. Daros diz que são os Errantes. Severo encara Leocádia e pergunta o que ela fez com o mapa. Leocádia entrega o mapa a Severo que o contempla. Leocádia sugere que Severo comece sua viagem a caminho de Prestedourado, o mais rico reino. Pietra caminha rapidamente, até que se depara com Cedric. Pietra pede que não a faça mal e ele pede que ela vá com ele imediatamente.

Quinta-feira, 22 de abril 

Pietra está espantada diante de Cedric, que tem a espada na mão. Cedric explica à Pietra que ele precisa segui-la a pedido de Enrico e ela não acredita. Severo surge em seguida. Otoniel está surpreso diante de Páris e revela que sua esposa e filha podem ter sido raptadas há décadas. Severo manda levar Cedric ao seu gabinete e promete proteger Pietra que assente, assustada. Selena revela à Lizabeta que tem um pretendente e que Enrico prometeu encontrá-lo. Tácitus, Daros e Gregor iniciam a luta contra os Errantes. No mercado, Polentina está exausta, enquanto Fubaldo tira alguns legumes da caixa e arruma o cesto. Polentina conversa com Fubaldo e diz que espera que encontre logo Ariela e que nada mais atrapalhe seu sarau. Arturo encontra Ariela e a salva de um lobo. Fernão chega e repreende Arturo por ter se distanciado dele. Arturo diz que salvou uma selvagem e Ariela o repreende. Gonzalo conversa com Brione e diz que chamou Jacques para se juntar a ele e assim se tornar um cavaleiro respeitado. Marion discute com Leocádia e pergunta se Pietra já está fazendo as poções para vender o veneno para a Ordem Pura. Severo interroga Cedric diante de Pietra e revela que Lucy matou o próprio marido. Pietra diz que é mentira.

Cedric diz a Severo que acha estranho ele defender a filha de uma mulher que era inimiga da Ordem Pura. Merlino pede a Bartolion que pare de prejudicar a Ordem Pura. Carmona fica irritada diante de Otoniel e Páris ao saber que sua esposa e filha podem ter sido sequestradas. Camorna acusa Páris de ter se comprometido em casar-se com ela. Quixote agradece a Arturo e Fernão por terem encontrado Ariela e a levado para a casa. Ariela está irritada e acusa Quixote e Matriona de ter mentido a ela. Mistral está surpreso diante de Accalon e Tácitus. Accalon e Tácitus colocam as madeiras com os baús e as trouxas sobre a mesa. Accalon mostra o estandarte com o antigo brasão de Cabúri. Mistral abre o baú e se surpreende com o que vê dentro. Jacques, com a ajuda de Elia, entra no castelo e encontra com Lizabeta. Otoniel e Enrico estão surpresos diante de Bartolion que diz que a Ordem Pura deseja fazer uma aliança com Belaventura. Enrico diz que se Pietra estiver como prisioneira do conde, o tratado de paz será desfeito e que ele mesmo vai declarar guerra à casa de Valedo.

Sexta-feira, 23 de abril

Otoniel pede calma a Enrico e diz que existe um mapa de Prestedourado, o reino mais próspero de todos, que ninguém nunca conseguiu provar que existe. Enrico questiona se o mapa é falso e Bartolion revela que atrás do mapa tinha uma inscrição num antigo dialeto que seria de Prestedourado. Enrico, Bartolion e Otoniel chegam a conclusão que a trégua com a Ordem Pura é fundamental neste momento. Severo pede que o soldado leve Pietra para a masmorra e conta que o marquês conseguiu fugir do castelo. Pietra tem esperança que com esta fuga Enrico fique sabendo onde ela está. Lizabeta e Jacques ficam constrangidos com a chegada de Selena. Selena diz para confiarem nela e que não contará do encontro dos dois para ninguém. Mistral, Accalon e Tácitus levam a notícia a Otoniel de que encontraram um baú que pode pertencer à Selena. Quando abrem, o baú está cheio de moedas de ouro e joias. Quando Jacques está indo embora, se encontra com Nodier. Severo conta à Marion sobre o marquês Cedric. Ela diz que agora Enrico saberá onde Pietra está, mas Severo lhe assegura que ele não a encontrará. Otoniel fica espantado com tanto ouro que tem no baú. Jacques diz para Nodier deixa-lo ir embora mas o pedido não é aceito e os dois começam a lutar.

Marion pede para Brione convencer o seu pai a aceitar Gonzalo no castelo. Severo pergunta para Leocádia se ela acredita que Arturo seja mesmo filho dele. Leocádia diz que acompanhou Arturo de perto e sempre procurou dar a ele a mesma educação que deu a Severo. Ela pede que Severo fique mais próximo de Arturo para descobrir se ele realmente é seu filho. No castelo Belaventura, Otoniel, Enrico, Bartolion e Mistral estão tensos diante de Accalon que conta sobre o rapto de crianças em Belaventura. Ele diz que davam um veneno e um antídoto para que as crianças fossem consideradas mortas e depois acordassem pelas mãos de um membro da Ordem. Isto para que as mães não procurassem seus filhos. Lizabeta conta para Selena de sua história com Jacques. Ariela pede que Quixote e Matriona contem a verdade. Matriona respira fundo e conta que ela foi deixada lá ainda bebê. Ariela questiona se ela poderia ser filha de Tiana. Quixote diz que isto é um mistério. Enquanto Jacques e Nodier discutem, Enrico aparece e diz que quer falar em particular com Jacques.

Enrico está tenso diante de Cedric que pede discrição para organizar a invasão do castelo de Valedo. Pietra está na masmorra e ainda assustada diante de Leocádia. Leocádia pede que Pietra reproduza o veneno e o antídoto. Tiana e Joniel vão a casa de Quixote e Matriona para conversarem. Matriona explica que uma mulher deixou um bebê com eles e voltaria para buscar depois, e que ela parecia proteger o bebê de alguns homens perigosos, por isso eles guardaram segredo sobre a origem de Ariela. Otoniel agradece à Selena e diz que ela pode ficar no castelo quanto tempo desejar. Enrico conversa com Lizabeta e diz que Jacques mentiu sobre Pietra não estar no castelo de Valedo e que soube por fontes seguras que ela está lá. Polentina vê Jacques entrar no mercado e pergunta se foi procurar por Brione. Jacques diz que foi a procura de Gonzalo. Gonzalo conversa com Brione quando Severo chega e se surpreende ao vê-los. Otoniel diz a Enrico que vai fazer aliança com a Ordem Pura. Dulcinéa questiona Falstaff para saber de suas irmãs.

Severo pede desculpas a Gonzalo por todo transtorno causado ao entrar em sua casa e o elogia. Severo oferece o cargo de ferreiro a Gonzalo. Joniel diz à Tiana que precisam contar a verdade para Gonzalo sobre Ariela. Tácitus e Ariela se abraçam e ele diz que ela precisa prometer não fugir mais de casa. Ariela agradece a Gregor, Daros e Tácitus. Nodier treina alguns soldados e Selena se aproxima. Selena pega uma espada e já surpreende Nodier e os dois lutam. Nodier se impressiona com a habilidade de Selena. Páris conversa com Quixote e diz que a princesa Carmona está ansiosa para casar-se com ele. Dulcinéa conversa com Accalon e passa mal, sente forte dores e desmaia. Merlino e o Mestre da Ordem Pura entram no castelo para falar com o Otoniel. Mistral vai até Enrico e diz que o Mestre da Ordem Pura está no castelo numa audiência com o rei. Enrico parece tenso. Pietra está exausta diante dos caldeirões fumegantes, junto com Leocádia. É quando Severo entra, nervoso e Pietra se assusta. Severo segura o rosto de Pietra com força e diz que ela precisa reproduzir o antídoto.

Resumo dos dias 26 a 30 de maio

Segunda, 26 de maio

Pietra está assustada diante de Severo, que segura seu rosto com violência e exige que ela faça o antídoto. Marion está irritada diante de Leocádia, que está nervosa e diz que estarão perdidos caso Otoniel faça aliança com a Ordem Pura. Otoniel está com Merlino e o Mestre da Ordem Pura quando Enrico chega. Otoniel exige saber se houve envolvimento da Ordem em algum esquema de rapto de bebês em Belaventura. Accalon segura Dulcinéa desmaiada em seus braços, Falstaff entra ali e se espanta com o que vê. Fasltaff não deixa ele levá-la. Dulcinéa desperta e geme de dor, levando suas mãos à barriga. Nodier conversa com Cedric e diz que Selena a surpreendeu com sua destreza e manejo de espada. O Mestre diz a Otoniel que a Ordem Pura não tem nenhuma participação na história de rapto. Joniel e Tiana contam a Gonzalo que Ariela pode ser sua irmã. Lizabeta parece um pouco desanimada diante de Elia e desabafa que Enrico e ela eram tão amigos e agora ele se coloca contra Jacques.

Terça, 27 de maio

Falstaff vai até a casa de Tiana e pede ajuda para Dulcinéa que não está bem. Brione conta a Jacques que Severo mantém Pietra presa no castelo e Jacques fica surpreso. Jacques diz que Enrico precisa saber da verdade sobre Pietra. Tiana cuida de Dulcinéa sob olhar de Falstaff e Accalon. Accalon pega Falstaff pela gola e diz que ele não vai fazer a mesma coisa com Dulcinéa como fez com suas irmãs ao vendê-las como escravas. Tiana segura Accalon. Otoniel está pensativo, ao lado de Enrico e Mistral ao questionar se fizeram certo em se aliar a Ordem Pura. Páris está diante de Inesita, que está ajoelhada diante dele. Tamar acha graça. Páris pede à Inesita que desista do sarau. Selena caminha e pelo corredor e encontra Cedric e ele faz uma reverência. Cedric pergunta à Selena o que ela pretende no castelo. Otoniel janta com Lizabeta, Carmona e Enrico. Selena chega de repente e avisa que vai embora e agradece por tudo. Otoniel questiona e Selena diz que não pode permanecer num reino que é aliado da Ordem Pura. Na masmorra do Castelo Valedo, Pietra está assustada diante de Marion.

Quarta, 28 de maio

Alguns caldeirões por ali com ervas, frascos, vestígios das experiências. Marion sugere que Pietra confirme a Merlino que tem os conhecimentos necessários para reproduzir as fórmulas tão poderosas, e com isso garantir o interesse da Ordem Pura. Accalon se hospeda na casa de Joniel e Tiana. Fernão vai até a taverna de Falstaff. Fernão encontra Nodier e dois bebem juntos. Selena janta com Carmona, Lizabeta, Enrico e Otoniel. Carmona confronta Enrico e diz que seu casamento com Nodier garantia a ele um futuro promissor e que foi ignorado e agora ela terá de se casar com Páris. Marion apresenta Merlino à Pietra que diz que já a conhecia. Jacques conversa com Brione para tentarem chegar até a masmorra enquanto o castelo recebe a visita do representante da Ordem. Enrico revela à Selena que soube notícias de Pietra e que ninguém pode saber.

Enrico confidencia à Selena que pretende invadir o castelo Valedo para resgatar Pietra e que foi Cedric que descobriu seu esconderijo. Pietra encara Merlino com ódio e diz nunca permitirá que se aproximem dela, e que não encostarão um dedo se quer. Severo reage e diz que ela é sua protegida. Marion arrasta Pietra e a chama de traidora, e desfere um tapa em seu rosto por não concordar com o que Marion pediu para confirmar. Severo está furioso diante de Leocádia por causa de Pietra. Leocádia pede que Severo se acalme. Jacques impede que Severo faça alguma coisa contra Pietra e não o deixa sair da sala do trono. Marion ordena que acorrente Pietra. Carmona vai até o palacete de Páris para conhecer melhor o local. No mercado, Polentina está empolgada, e Fubaldo arruma algumas faixas. Polentina fala alto para as pessoas que passam na rua sobre o sarau no final da tarde. Ariela visita Gonzalo, Tiana e Joniel e eles se surpreendem. Enrico vai até o castelo de Valedo para saber de Pietra.

Quinta, 29 de maio

Otoniel faz uma proposta à Selena de financiar caravanas de exploração e contribuir para fortalecer o reino. Em troca, Selena quer que Otoniel a aceite como conselheira de guerra. Severo nega a Enrico que Pietra seja sua prisioneira. Jacques entra e pergunta o que Severo fez com Pietra e se depara com Enrico. Jacques diz que não vai mentir para Enrico e revela que Pietra estava na masmorra, mas que agora está vazia. Enrico encara Severo com ódio. Enrico encara Severo e diz que ele estava mentindo o tempo todo sobre Pietra que está como sua prisioneira. Otoniel agradece à Selena pela vontade de ajudar nas expedições de exploração. Ariela pede desculpas a Gonzalo, Joniel e Tiana pela forma como chegou no dia que voltou da floresta e diz que estava muito confusa. Joniel explica tudo sobre o dia do rapto. Laurinda assustada diante de Brione, revela que fora do palácio está cheio de soldados de Belaventura e que o príncipe veio resgatar Pietra. Enrico entra acompanhado por Jacques e o local já está arrumado, não há vestígios de Pietra. Jacques revela a Enrico que foi Brione quem levantou a suspeita sobre Pietra.

Na floresta, Pietra está adormecida numa carroça em movimento. Leocádia diz a Severo que os guardas levaram Pietra no momento da troca da guarda sob suas ordens. Otoniel diz a Mistral, Bartolion e Cedric que Selena será conselheira de guerra. Enrico não encontra Pietra e sai do castelo de Valedo. Matriona confessa a Quixote que se sente incomodada toda vez que Ariela vai à casa de Joniel e Tiana. Carmona caminha de braço dado com Páris pela Vila dando moedas para os pobres e Corinto ao lado tentando se portar como um nobre. Solimara reclama com Elia que Corinto não aceita ir ao sarau com ela. Fernão diz a Severo que Enrico ordenou que levassem presos dois homens da guarda que estavam cuidando da masmorra. Severo ordena que se algum deles abrirem a boca devem morrer.

Sexta, 30 de maio

Severo olha para Leocádia e a culpa por seu plano “infalível”. Severo sai à procura de Pietra. Fubaldo grita na rua que a princesa está distribuindo dinheiro e as pessoas se aglomeram em torno de Carmona que disfarça, sorrindo para os pobres. Sem perceber, Tácitus acaba jogando a água podre de peixe e cai em cima de Carmona, que fica encharcada. Enrico para a carroça na floresta e pergunta por Pietra. Enrico vai observar a carroceria e vê que o cadeado continua no lugar, mas a madeira está quebrada e deduz que Pietra conseguiu fugir. Pietra corre pela floresta e tenta chegar ao castelo.

Pietra corre apavorada pela floresta e os Errantes a seguem. Carmona furiosa e encharcada com água de peixe podre e Tácitus fica atônito. Tácitus diz que foi um acidente e pede perdão. Tácitus oferece suas vestes para Carmona que olha para o corpo dele. Carmona olha em volta e vê as pessoas rindo dela. Otoniel está com Mistral e Bartolion diante de um mapa de Belaventura. Severo cavalga pela floresta a procura de Pietra. Biniek aparece e revela a Severo ser o novo líder dos Errantes. Severo está cara a cara com Biniek que segura uma faca apontada em sua direção. Severo diz a Biniek que quer transformar os Errantes no seu novo exército. Biniek resiste um pouco mas estende a mão para Severo e fazem um acordo. Fergau captura Pietra. Enrico encontra Pietra em apuros e luta com os Errantes. Polentina comenta com Tácitus que aquilo que aconteceu com Carmona foi merecido. Pietra finge que desmaia e cai no chão.

Resumo dos dias 03 a 07 de maio

Segunda, 03 de maio

Enrico e Pietra são cercados pelos Errantes que se aproximam devagar. Os Errantes ouvem um apito e logo se afastam e somem pela mata. Enrico liberta Pietra da corrente. Pietra revela a Enrico que Severo e sua família não vão desistir de tomar o poder e que ele precisa avisar o rei Otoniel. Gonzalo diz à Brione que vai aceitar a proposta de Severo. Marion vai procurar por Otoniel no castelo de Belaventura. Otoniel está reunido com Mistral e Bartolion, quando se abre a porta, Marion entra com uma caixa na mão. Otoniel se surpreende ao vê-la e Marion entrega o baú de Pietra. Marion pede perdão a Otoniel. Enrico leva Pietra a sua antiga casa e ela entra emocionada. Pietra diz a Enrico que precisa deixa-la partir de Belaventura. Accalon pede que Dulcinéa fuja com ele e promete buscar informações sobre suas irmãs. Marion faz que vai sair quando entra Mistral e os soldados de Valedo enviados por Enrico. Mistral diz que eles tentavam fugir com uma prisioneira do Castelo de Valedo. Marion se surpreende com aquilo e Otoniel prende Marion. Enrico pede à Pietra que confie

Na estalagem, Pietra está tímida diante de Enrico. Matriona, Quixote e Tácitus observam. Ariela está visivelmente contente. Enrico pede que Pietra confie nele e que conte tudo o que sabe para o rei. Mistral vai ao castelo de Valedo para convocar Marion e Leocádia para uma audiência com o rei. Arturo diz à Brione que Gonzalo é um refugiado de Terragalon que no passado invadiu Belaventura e que um dia ele será expulso. Brione repreende Arturo e diz que ele não tem conhecimento a respeito. Jacques entra e já desarma Arturo. Carmona pede a Corinto que vá até a vila dos plebeus e peça perdão a Tácitus em seu nome. Na floresta, Joniel luta com os homens de Fergau, Falstaff consegue fugir. Biniek chega e pede que parem. Os homens obedecem e todos se espantam ao ver que Severo e Fernão estão com Biniek. Severo diz a Joniel que ele tem a decisão de morrer ou servir à casa de Valedo. Matriona consola Tiana que está preocupada com Joniel. Pietra caminha ao lado de Enrico e diz que está com medo. Cedric encontra com Leocádia e Marion e diz que elas precisam ser bem convincentes para se salvarem.

Terça-feira, 04 de maio

Selena está aos prantos e encontra Enrico e Pietra. Enrico leva as duas para seu quarto. Selena diz a Enrico que o rei deu a notícia a ela que Gauvaine morreu e que nunca poderá realizar seu sonho juntos. Enrico lamenta. Enrico sai do quarto para comunicar que já está no castelo. Selena se aproxima de Pietra e se apresenta. Selena diz que ouviu do próprio rei que seria bem melhor que nunca mais ela voltasse para o castelo e Pietra se surpreende. Tácitus recusa a desculpa da princesa e pede que Corinto retransmita a mensagem. Otoniel pressiona e Marion fica confusa e revela que Pietra estava como prisioneira. Brione conversa com Jaques sobre as atitudes de Arturo que se voltou contra eles.

Quarta-feira, 05 de maio

Severo chega e manda fechar o castelo impedindo que ninguém mais entre. Fernão ajuda Joniel a andar. Gonzalo se surpreende ao ver o pai. Brione chocada diante de Severo e Fernão. Joniel levanta e parte para cima de Gonzalo e diz que a culpa é dele e Severo o detém. Tiana encara Falstaff e pede notícias de Joniel. Accalon diz à parteira Morgana que sabe sobre o rapto dos bebês e quer que ela conte toda a verdade. Leocádia e Marion estão diante de Otoniel e já reagem à chegada de Merlino, com Mistral.É quando Enrico entra com Pietra e todos reagem preocupados. Otoniel agradece pela presença de Pietra. Enrico diz que é chegado o momento da verdade aparecer, na grande tensão de todos.

Pietra está diante de Otoniel e Enrico pede para interrogar Merlino que quer saber sobre o antídoto. Merlino diz que não sabe responder e Pietra diz que estava presente quando Marion admitiu que Leocádia comprou o veneno e o antídoto para Merlino por um alto valor, e por esse motivo estavam devendo uma grande quantia à Ordem Pura. Leocádia se antecipa e diz que é verdade e todos se surpreendem. Severo pede que Brione se proteja e ela diz que os soldados do rei já estiveram no castelo. Severo diz que tomará as devidas providências. Tiana aflita e chorando, é consolada por Matriona, Quixote e Tácitus por não saber notícias de Joniel. Severo está agitado dinate de Biniek e diz que a ordem é espalhar o terror em todo o reino imediatamente. Pietra diz que é inocente e que tem duas testemunhas, Bartolion e Accalon que estavam presentes quando ela reproduziu o antídoto.

Quinta, 06 de maio

Otoniel ordena aos guardas que prendam Marion e Leocádia na torre. Severo ataca Jacques com golpes de espada que se esquiva. Gonzalo e Brione treinam com adagas. Severo luta com Jacques que o fere com a espada. Severo chama Jacques de traidor e que ele é uma vergonha para a casa de Valedo. Tácitus e Gregor caminham com cuidado pela floresta a procura de Joniel. Carmona está chocada diante de Corinto que revela que Tácitus não aceitou seu pedido de desculpas. Otoniel está perturbado, Enrico e Pietra o observam com preocupação. Merlino ao lado e Bartolion também por ali. Otoniel não permite que Merlino se retire e garante à Pietra que nada de mal irá acontecer a ela. Otoniel pede desculpas por todo sofrimento que passou no reino, e agradece também por ter salvo a vida de Lizabeta. Otoniel desembainha a espada e encosta no peito de Cedric e diz que sabe muito bem o que deve fazer e que não precisa dos conselhos de um traidor e que seu tempo no castelo acabou.

Sexta, 07 de maio

Cedric está tenso, Otoniel segue com a espada em seu peito. Enrico, Pietra, Merlino, Mistral e o Bartolion em alerta. Pietra questiona e Cedric responde que apenas cumpriu ordens ao levar sua mãe que era procurada pela Ordem. Marion está furiosa diante de Leocádia. Arturo discute com Severo por ter colocado Gonzalo para comandar a tropa. Joniel diz a Gonzalo que não tem escolha e terá de enfrentar o rei. Tácitus e Gregor conversam com Matriona, Quixote e Tiana e dizem que encontraram os Errantes que falavam sobre um ataque. Dulcinéa interrompe e diz que o rei precisa ser avisado e todos concordam. Severo está irritado diante de Joniel e Gonzalo e diz que precisa resgatar sua esposa e mãe. Severo sugere que Gonzalo entre no castelo disfarçado. Jacques entra e diz que seu plano se depender dele, não dará certo. Severo manda prender Jacques.

Otoniel proíbe Cedric de sair do castelo. Cedric reage, surpreso, mas controla sua revolta. Lizabeta pede a Enrico que interceda por Jacques para que não pague pelos erros da família. Enrico aceita desde que ela aceite ser sua dama de honra do seu casamento. Lizabeta se surpreende. Carmona discute com Otoniel que está chocada com a notícia do casamento de Enrico. Carmona pega uma trouxa de roupa e diz a Otoniel que vai embora. Páris está aflito e agitado, secando o suor da testa e olhando para a decoração do palecete para o sarau. Tamar vem de dentro e é elogiada por Inesita e Páris que dizem que ela está deslumbrante. Polentina e Fubaldo chegam para o sarau e percebem que chegaram muito cedo.

Resumo dos dias 10 a 14 de maio

Segunda, 10 de maio

Tiana é presa no castelo de Valedo e diz que não é invasora e quer apenas falar com Gonzalo. Joniel chega na hora e manda soltá-la. Tiana conta a Joniel que há uma ameaça de invasão dos Errantes à Vila. Carmona chora e Enrico pede que ela permaneça no castelo. Carmona chega ao palacete de Páris e alguns plebeus a olham, curiosos. Polentina pergunta à Carmona se ela vai impedir o sarau, e ela responde que veio para ficar. Páris se surpreende. Severo está sentado em seu trono diante de Biniek e Joniel. Severo pergunta como estão os preparativos para o plano. Biniek diz que está tudo certo, os Errantes já estão organizados e espalhados pelos quatro cantos do reino. Pietra está deitada, adormecida. Quando ela desperta assustada, já tendo a boca tampada por alguém. É Cedric.

Pietra está apavorada diante de Cedric que a ameaça entregá-la para ser queimada igual sua mãe. Pietra grita por socorro e Cedric desfere um tapa no seu rosto. Enrico agradece Otoniel por ter acreditado em Pietra. Marion reclama na prisão sobre o tratamento que está recebendo. Biniek negocia com Severo e quer uma garantia. Brione entra apressada e os Errantes a seguram. Severo encara Biniek. Otoniel manda chamar Merlino e diz a ele que está banido de Belaventura. Carmona no sarau, bebe de sua taça, amargurada. Tamar a olha, condoída. Cedric leva Pietra junto de si encostando uma adaga em seu pescoço. Selena surge por trás. Marion e Leocádia se encaram, quando a porta se abre e Fernão aparece vestido de soldado de Belaventura. Selena lança uma adaga e acerta o braço de Cedric. Pietra consegue se desvencilhar e corre na direção de Selena. Cedric escapa dali. Gonzalo avisa a Accalon que o castelo está sendo atacado e pede para avisar o rei. Cedric alcança a carroça em que estão fugindo Leocádia e Marion.

Carmona ordena que Tácitus dance com ela e aceite seu pedido de desculpas. Páris questiona que ela deve dançar com ele que é o noivo. Carmona já dança e estende a mão para Tácitus. Todos aplaudem e ficam na expectativa. Daros captura Marion e lamenta a Enrico que não conseguiu evitar que os outros fugissem. Jacques sentado no chão, cabisbaixo, acorrentado. Brione entra chorando e brigando com um soldado, que tenta impedir sua entrada. Brione abraça Jacques, muito nervosa. Jacques diz que vai protegê-la e que ela deve tomar cuidado até mesmo com Arturo. Marion fica diante de Otoniel, Enrico, Accalon, Daros e Mistral. Marion se joga aos pés de Otoniel, dramática. Carmona e Páris gargalham, visivelmente embriagados. Falstaff invade a casa de Quixote e pergunta pela mulher grávida dele. Severo pergunta de Marion à Leocádia que fica tensa. Marion revela a Otoniel que Severo está preparando um ataque junto com os Errantes e que eles precisam buscar alianças e reforçar a guarda de Belaventura, mas Otoniel diz que irá atacá-los antes. Bartolion sugere a Enrico e Pietra que devem se casar imediatamente, antes da guerra começar. Enrico e Pietra se olham, confusos.

Bartolion se aproxima de Enrico e Pietra, que seguem surpresos. Enrico questiona se precisam mesmo se casar e Bartolion aconselha que é justamente em tempos de guerra que atitudes de amor devem ser valorizadas e incentivadas. Severo quer saber de Cedric quais são os próximos passos de Otoniel contra ele. Otoniel pede a Mistral que assegure que a população esteja segura e não entre em pânico e pede para levar Marion de volta a torre. Marion diz que não pode ser tratada assim e já provou que está do lado do rei. Matriona discute com Quixote por ter expulsado Falstaff com um facão. É quando Tácitus entra carregando Carmona sobre o ombro. Carmona o chama de ogro e grita para que a coloque no chão. Corinto entra correndo, ofegante e diz que vai levá-la para casa. Carmona diz que não vai a lugar nenhum. Carmona abaixa a cabeça e chora. Dulcinéa sente dores e Lizabeta está com ela. Elia traz algo para Dulcinéa se alimentar.

Gonzalo encontra com Jacques na prisão. Jacques pede que o ajude a sair dali. Enrico diz à Pietra que não vê a hora de tê-la como esposa. Enrico sorri e beija Pietra, carinhoso. Selena está supresa diante de Bartolion e Otoniel e diz que não parece adequado casar Enrico no momento de guerra. Tácitus coloca Carmona na cama e se levanta para sair, mas ela o segura e diz que não quer ficar sozinha. Carmona e Tácitus se beijam. Enrico e Pietra conversam com Elia e diz que querem uma cerimônia simples para o casamento. Selena está irritada e anda de um lado para o outro diante de Daros e diz que é um absurdo realizar o casamento do príncipe num momento como esse. Cedric sugere a Severo que Pietra seja queimada na fogueira.

Terça, 11 de maio

Chega o dia do casamento de Enrico e Pietra. Na sala do trono, Bartolion se aproxima, se coloca diante de Enrico. Mistral se coloca diante da porta. Pietra entra, linda. Gonzalo diz à Brione para deixarem Belaventura. Brione pede para que não tenha que escolher. Joniel conversa com Tiana sobre reconstruir o reino de Terragalon e Tiana diz que seria uma loucura. Brione resiste, mas aceita partir com Gonzalo. Selena visita Marion na prisão. Selena diz à Marion que Enrico e Pietra estão se casando e que se ela tem alguma coisa que impeça esse matrimônio que fale imediatamente. Severo e Cedric estão diante da mesa, onde há um mapa de Belaventura. Cedric e Severo comemoram com uma taça e brindam. Alguns instantes e Cedric passa mal e cai no chão. Bartolion vai sacramentar a união de Pietra e Enrico e Selena interrompe e diz que o casamento não pode acontecer, para espanto de todos.

Enrico e Pietra estão espantados diante de Selena, assim como Otoniel, Accalon, Dulcinéa, Mistral, Elia e Bartolion. Selena argumenta que se Enrico se casar, Pietra será considerada a princesa da guerra, da miséria do povo, o que pode trazer de volta os boatos de que seria uma bruxa. Enrico segue firme na decisão e Bartolion pergunta se pode prosseguir. Severo passa por Cedric desacordado no chão, senta em seu trono satisfeito. Fernão questiona se era necessário. Severo diz que Cedric não está morto, mas não pode atrapalhar seus planos. Bartolion declara Enrico e Pietra como marido e mulher. Otoniel se emociona. Enrico beija Pietra. Otoniel agradece Accalon e Dulcinéa e diz que a princesa precisará de uma dama de companhia e que Accalon será nomeado como cavaleiro. Dulcinéa e Accalon agradecem. Selena pede desculpas a Otoniel pelo ocorrido.

Fubaldo, animado, contando para alguns fregueses sobre o sarau. Carmona desperta, assustada, ela olha em volta com nojo. Corinto explica à Camorna sobre à noite anterior. Tácitus entra com uma bandeja de frutas, pães e uma jarrinha. Dumas procura por Bartolion para saber de Merlino. Bartolion questiona se Dumas desconfia de Merlino e Dumas fica sem palavras. Na floresta, Joniel e Biniek estão diante de alguns Errantes e os orientam. Fergau com eles. Os Errantes vibram. Gonzalo conversa com Tiana e diz que vai salvar Jacques da masmorra e que depois todos vão sair de Valedo. Otoniel vai até a Vila e faz um discurso para os presentes. Carmona fica sabendo que seu pai está na Vila e pensa que ele foi buscá-la.Tácitus observa, condoído, enquanto Carmona procura se mostrar forte e se afasta. Gonzalo consegue libertar Jacques da corrente. Jacques diz a Gonzalo que pretende evitar que seu pai inicie uma guerra. Joniel treina alguns Errantes.

Enrico conversa com Accalon, quando, de repente, Marion invade a sala do trono acompanhada por Nodier e diz que quer falar com Otoniel. Otoniel entra com os soldados na sala do trono do castelo de Valedo. Severo está sentado no trono e sorri para ele. Enrico está diante dos representantes. Accalon, Mistral e Selena a seu lado. Selena observa os homens com desconfiança e questiona a Mistral que nunca os viram antes. Selena diz que vai atrás de Marion para entender o que ela queria, mas é impedida por um dos homens. Pietra entra e diz a Enrico que os homens são inimigos e que é uma armadilha. Enrico já desembainha a espada, assim como todos que estão presentes.

Quarta, 12 de maio

Enrico segura a espada, protegendo Pietra. Selena, Mistral e Accalon estão com suas espadas em riste, assim como os demais homens presentes. No castelo de Valedo, Otoniel encara Severo, que está sentado em seu trono. Marion invade o quarto de Lizabeta e pede para ficar escondida lá e explica que os homens de Severo invadiram o castelo. Jacques encontra com Brione e eles se abraçam. Na floresta, enquanto limpa algumas adagas, Joniel diz a Fergau que quer acabar com o conde Severo. Biniek chega e diz que precisam atacar o castelo. Os homens gritam e levantam seus machados. Leocádia conta a Arturo que Otoniel está no castelo e ele diz que precisa avisar os guardas, e que não pode perder a oportunidade de matar o rei. Arturo pega o arco e flecha e Leocádia o segura.

Otoniel propõe a Severo que deixe Belaventura imediatamente e poupará sua vida. Severo parte para o ataque, lutando com Otoniel, que se defende e também golpeia. Enrico luta com um dos homens de Severo. Leocádia encontra com Jacques no corredor e diz que Otoniel não sairá vivo do castelo.

Otoniel consegue desarmar Severo. Arturo chega e acerta duas flechas nas costas de Otoniel. Severo se surpreende. Otoniel cai de joelhos diante de Severo. Jacques entra neste momento e vê Severo colocar a coroa na cabeça. Pietra e Selena se surpreendem ao ver Lizabeta com Marion. Pietra chama pelo guardas e pede que levem Marion para a torre. Ariela conversa com Tácitus e diz que Carmona gosta dele. Jacques pega a espada de Otoniel e aponta para o pai. Os soldados de Belaventura vencem os soldados de Valedo e protegem Jacques. Jacques ajuda Otoniel a se levantar. Jacques e Otoniel se deparam com Joniel, Fergau e alguns Errantes, impedindo que eles avancem. Os Errantes atacam a Vila. Gonzalo protege Brione e Tiana. Joniel diz a Severo que Otoniel não irá sobreviver. Severo diz à Leocádia que o grande dia chegou. Leocádia responde que para o triunfo ser completo, ele precisa tomar o castelo de Belaventura. Enrico sabe que seu pai foi ferido e fica furioso. Enrico quer invadir o castelo de Valedo, mas Pietra pede que permaneça em Belaventura e assuma o reino.

Quinta, 13 de maio

Enrico está agitado diante de Pietra, Lizabeta e Selena. Enrico diz à Pietra que sua vontade é invadir Valedo imediatamente e pede que reforcem a segurança no castelo. Jacques e Fergau carregam Otoniel numa carroça rumo a Belaventura. Jacques para a carroça e vai até a parte traseira e vê Otoniel muito suado, com a roupa manchada de sangue, gravemente ferido. Jacques percebe um barulho e vê os soldados de Valedo com armas e escudos em riste. A bandeira de Valedo é estendida na torre da Vila. Jacques consegue enganar os soldados e continua o caminho na direção contrária. Enrico conversa com Marion que está presa na torre. Enrico pede à Marion que conte tudo que sabe sobre os planos de Severo e a ameaça com um castigo em público. Carmona está irritada diante de Páris e Corinto. Ela culpa Pietra por ter que ficar no palecete de Páris e obedecer às ordens de Enrico.

Arturo diz à Leocádia que foi ele quem matou Otoniel e ela o repreende. Accalon pressiona Falstaff a revelar o que fizeram com as mulheres que engravidavam. Fernão bate em Falstaff, que permanece em silêncio. Falstaff revela que as grávidas eram entregues à Ordem Pura e que algumas aceitavam entregar os bebês e outras negavam e acabavam presas e punidas. Tácitus dá a notícia à Carmona que Otoniel foi derrotado por Severo. Merlino revela a Severo que Enrico se casou com uma plebeia e que por isso não poderia assumir o trono. Severo diz que, com isso, tem argumentos fortes para tomar o castelo. Enrico estuda o mapa de Belaventura. Selena oferece ajuda para garantir reforço nas buscas pelo rei. Selena pega a mão de Enrico. Pietra disfarça o incômodo. Jacques e Fergau param a carroça e procuram por abrigo. Otoniel está desacordado. Fergau se afasta pela mata e Jacques percebe que Otoniel está febril. Uma flecha é fincada na carroça.

Jacques se alarma. Jacques vê um Cavaleiro com o estandarte da Ordem Pura e já põe a carroça em movimento. Fernão revela à Laurinda que o conde esteve envolvido no desaparecimento da única mulher que amou na vida. Joniel e Laurinda estranham. Joniel diz que se for verdade, ele também terá a confirmação dos envolvidos no desaparecimento de seu bebê. Jacques avança rapidamente com a carroça. Jacques olha para trás para ver se está sendo seguido. Os cavalos se assustam com uma trovoada. A carroça se solta dos cavalos e vira, rolando por um barranco com Jacques e Otoniel. Severo janta e brinda com Leocádia. Pietra desabafa com Dulcinéa que Selena pode contribuir muito mais que ela com o reino. Dulcinéa orienta que ela não deve se deixar impressionar. Lizabeta se apavora ao ver Marion enforcada. Enrico pressiona Selena para saber se ela é uma infiltrada da Ordem Pura no castelo.

Sexta, 14 de maio

Selena está surpresa diante de Enrico e diz a ele que está enganado a seu respeito. Bartolion conversa com Pietra e a orienta em assumir que é descendente do reino de Prestedourado para legitimar seu lugar de princesa diante do povo. Carmona volta ao castelo de Belaventura. Cedric e Merlino comem e bebem com satisfação. Lizabeta está apavorada diante do corpo pendurado de Marion e grita pelos guardas. Nodier acorda, surpreso e ajuda também, já tirando Marion da corda que a prende. Nodier orienta Lizabeta contar o ocorrido a Enrico. Alguns instantes depois da saída de Lizabeta, Marion respira fundo e tosse. Marion diz a Nodier que era tudo armação. Enrico proíbe Selena de sair do quarto. Carmona chega e entra, determinada e interrompe a discussão. Enrico se surpreende ao vê-la. Lizabeta entra, apavorada e dá a notícia sobre Marion. Marion é levada desacordada e colocada no chão, diante de Enrico, Lizabeta, Carmona, Selena e Mistral. Carmona se aproxima e percebe que Marion ainda está viva e que logo despertará. Marion desperta e chora bastante, dissimulada.

Dumas está diante de vários pergaminhos e livros. Ele procura descobrir o segredo do elixir que irá salvar a vida de Tamar. Os cavaleiros de Valedo invadem o casebre a procura do rei e derrubam tudo no chão. Selena comenta com Carmona que o casamento de Enrico com Pietra será prejudicial. Selena diz que se Carmona pretende sentar no trono de seu pai, tem que impedir que a plebeia manipule o príncipe e que Pietra é mais perigosa do que se pode imaginar. Gonzalo diz à Brione que a ama. Accalon revela à Dulcinea que falou sobre sua irmã. Accalon revela que Ariela é sua sobrinha, mas que não tem certeza. Na floresta, Jacques desperta, caído no chão, sujo e ferido. Jacques procura por Otoniel. Carmona se levanta do trono, usando uma coroa, diante do olhar estarrecido de Enrico e diz que está no comando. Enrico reprova. Carmona e Enrico se encaram. Tácitus está irritado diante de Páris que fica sabendo que Carmona voltou ao castelo.

Dulcinéa conversa com Pietra e orienta que ela pode ser considerada usurpadora, caso aceite assumir ser de Prestedourado. Enrico conversa com Mistral e diz que unir Belaventura com Prestedourado seria uma forma de evitar que um mal ainda maior aconteça. Mistral questiona se Enrico quer mesmo envolver Pietra nessa disputa. Os guardas querem levar Brione de volta ao castelo e Gonzalo intercede. Gonzalo luta com os soldados e as pessoas começam a se aglomerar em torno de Gonzalo e Brione quando, de repente, Severo surge em um cavalo, com a coroa na cabeça. Enrico conversa com Pietra e ela aceita ajudar. Mistral traz a caixa e coloca diante de Pietra. Pietra despeja o liquido vermelho sobre o pergaminho e as palavras começas a aparecer. Bartolion se surpreende com o que lê e diz que o que está escrito mudará completamente o rumo da história.

Enrico e Pietra estão surpresos diante de Bartolion, que segue examinando o pergaminho. Mistral atento. Bartolion revela que se ele estiver certo, a linha sucessória termina em uma única herdeira. Severo grita ao povo que o rei abandonou Belaventura e o burburinho é geral. Carmona diz à Marion que pague por seus erros e elas discutem. Na floresta, Jacques está exausto a procura por Otoniel, alguns instantes e ele se depara com uma espada fincada na terra, é a espada Redentora. Enrico deduz a explicação de Bartolion que com a morte de Lucy, Pietra seria a herdeira do trono de Prestedourado, e Bartolion complementa que ela seria a última integrante da linhagem. Selena ouve tudo. Enrico e Pietra estão assustados diante de Dulcinéa, que ouviu toda a conversa de Selena com o cavaleiro Daros sobre Enrico, que já está nas ruas. Enrico pede a Bartolion que guarde os documentos em segurança. Severo está irritado diante do povo. Fubaldo grita por Otoniel.

Selena vai até o conde Páris e explica que, como conselheira do rei e colaboradora financeira, não pode deixar Enrico assumir o trono e pede apoio. Selena diz a Páris que Pietra será a responsável pela destruição do reino. Na Vila, Enrico e Pietra se aproximan da aglomeração, diante do olhar de Severo. Biniek também encara Pietra. Enrico discute com Severo diante do povo e diz que está ali para acalmar a todos. Severo diz a Enrico que seu casamento não tem validade, que foi realizado escondido. Enrico conversa com o povo e todos vibram. Severo fica furioso. Bartolion analisa um pergaminho e Dumas aparece. Merlino chega e surpreende Bartolion que não consegue esconder o pergaminho. Merlino vê o pergaminho sobre a mesa e tenta pegá-lo, mas Dumas impede.

Carmona está sentada no trono com postura de rainha. Carmona pede para Tácitus beijá-la e quando ele se aproxima, ela o afasta dizendo que é para beijar a mão e não na boca. Pietra faz um discurso para a multidão e todos aplaudem. Severo desce do cavalo e desafia Enrico a tirar sua coroa. Enrico diz que não precisa medir força com ele, pois em todas as lutas ele perdeu. Tamar diz a Páris que não confia em Selena. Joniel está na taverna de Falstaff, que vem de dentro e pergunta a ele se não deveria estar servindo ao conde Severo. Falstaff serve vinho a Joniel. Bartolion pede a Enrico um lugar seguro para guardar o pergaminho. Severo está furioso e esbraveja com Leocádia, Cedric e Merlino e xinga o príncipe. É quando Jacques entra completamente sujo de lama, ferido. Jacques desembainha a espada Redentora e tenta ir para cima de Severo, mas cai. Severo se aproxima e pega a espada. Cedric diz que a espada era tudo que o conde precisava para triunfar de uma vez por todas.

* Os resumos dos capítulos são disponibilizados pelas emissoras e estão sujeito à alteração de acordo com a edição das novelas

SINOPSE:

Belaventura é protagonizada por Bernardo Velasco e Rayanne Morais

O que pode ser mais forte que os laços de sangue e as questões de honra? O que fazer quando todas as esperanças parecem mortas? Como agir quando as expectativas são tão grandes que paralisam as ações? Será fácil o caminho da superação? Será longo o percurso até uma redenção? Existirá um amor capaz de mudar o rumo de uma história que parece ter seu final escrito? Tais questionamentos e a busca por essas respostas conduzem as vidas dos personagens da trama, especialmente do casal protagonista; duas realidades opostas que se encontrarão num amor em comum. No maior amor que alguém pode sentir.

Pietra (Rayanne Moraes) é uma mulher pobre, que fora separada de sua mãe e tivera uma infância terrível. Sofrendo nas mãos de um repulsivo padrasto, a jovem perdera completamente a fé em Deus e nas pessoas, a esperança na vida, a confiança nos homens. Já Enrico (Bernardo Velasco) é um homem extremamente afortunado, herdeiro de um grande reino, que vira sua juventude ser preenchida por grandes expectativas sobre o homem que ele deveria se tornar. Convivendo com pessoas interesseiras, consciente das intrigas palacianas e conspirações em nome do poder, Enrico também perdera a confiança nas pessoas. Mas ao contrário de Pietra, o jovem príncipe encontrou no conhecimento a força necessária para sobreviver com liberdade.

Numa história repleta de emoções e reviravoltas, um encontrará no outro algo que faltava em suas vidas. Enrico tomará para si a responsabilidade de resgatar Pietra da vida desgraçada que ela sempre levou, o que não será uma tarefa tão simples. E na luta pela redenção de Pietra, Enrico tomará consciência de que poderá fazer a diferença na vida das pessoas; o que é fundamental para que ele se torne o rei que todos esperam – e que ele sempre se negara até então. Do encontro do príncipe e da plebeia, nascerá um amor redentor. Enrico salvará Pietra, que, por sua vez, ensinará ao amado lições que ele jamais tivera dentro dos muros do castelo.

Além da história central, as tramas paralelas também se desenvolvem de maneira a apresentar diferentes formas de redenção. São histórias bonitas, emocionantes, inspiradoras, passadas numa época de grande apelo visual, não muito explorada pela teledramaturgia atual. Uma telenovela para toda a família.

Uma região, dois reinos

A história se passa na Idade Média, por volta do século XV, numa bela e fictícia região conhecida como Belaventura. Por uma histórica disputa por territórios, a região vivia em guerra, até um acordo de paz ser selado entre os grandes líderes, que decidem unificar a região sob um só reino. O trono seria disputado entre os senhores das principais casas, Redenção e Valedo. Otoniel (Kadu Moliterno), duque de Redenção, é um homem correto e virtuoso, com todas as características necessárias para se tornar um grande rei. Casado com Vitoriana (Juliana Knust), é um excelente chefe de família e líder temido pelos inimigos, por acumular vitórias. Seu maior oponente é Severo (Floriano Peixoto), conde de Valedo, líder guerreiro casado com a bela e ambiciosa Marion (Helena Fernandes), prima de Otoniel, que não mede esforços para se tornar rainha. Otoniel e Severo são inimigos próximos; um jogo de interesses sustenta não só a relação dos dois, como também os tempos de paz, que mal começavam e já estavam com seus dias contados.

O castelo de Redenção é uma verdadeira fortificação habitada. É lá que Otoniel vive com um séquito e seus três filhos: Enrico, seu sucessor natural, e suas filhas, Carmona (Camila Rodrigues) e Lizabeta (Adriana Birolli). Carmona é a irmã mais velha e se tornará uma mulher um tanto frustrada por não ser herdeira do trono, mesmo sendo a primogênita – apenas homens tinham o direito legítimo na sucessão. Carmona é constantemente influenciada pelo marquês Cedric (Giuseppe Oristanio), principal conselheiro do rei. Tudo que Cedric almeja é que Carmona se case com seu sobrinho Nodier (Rhierry Figueira) e herde o trono após a morte do pai, o que significaria que ele, como conselheiro, tomaria as principais decisões do reino. Se Otoniel e Carmona confiavam cegamente no marquês Cedric, o mesmo não ocorria com Lizabeta. Jovem cheia de planos e sonhos, Lizabeta é a princesa romântica, típica das novelas de cavalaria.

DEIXE SEU COMENTÁRIO