Resumo novela Nazaré: capítulos de 18/05 a 28/05/2021

Publicidade

Nazaré é um novela escrita por Sandra Santos, ela foi ao ar originalmente entre setembro de 2019 e janeiro de 2021, pelo canal lusitano SIC, em duas temporadas – com respectivamente 211 e 122 episódios, totalizando 334 edições

Continua após as recomendações

Band – Com exibição das 20h30 até 21h10

Estreia: 18 de maio de 2021

RESUMO DOS PRÓXIMOS CAPITULOS:

Terça, 18 de maio

Um barco de pesca está em alto mar, com os pescadores atarefados. Ao puxarem as redes, Ramiro culpa Nazaré, a única mulher a bordo, pelos maus resultados. Nazaré não gosta, torce-lhe a mão e atira-o borda fora. Ramiro, furioso, ameaça Nazaré de que nunca mais voltará a pôr os pés num barco.

Já na praia, a assistir ao Campeonato “A Grande Onda da Nazaré”, Nazaré chega e junta-se a Glória e a Toni a ver Matias, que está no mar.

Matias apanha uma onda grande e desaparece no meio da espuma. A prancha emerge à superfície, mas sem Matias.

No mar, Gonçalo, de jet ski, puxa-o para segurança e reboca Matias novamente para o mar e consegue apanhar a onda.

Luís sobressaltado avisa Nazaré de que a mãe está a sentir-se mal.

Ao chegar ao mercado, Nazaré fica muito aflita ao ver a mãe no chão. Teve convulsões, mas recusa-se ir para o hospital. Nazaré diz que é melhor irem.

No hospital, o médico informa Nazaré de que Matilde está a piorar e a única solução será um médico em Londres. Nazaré está determinada em conseguir o dinheiro para viajar para Londres e salvar a mãe.

Nessa noite, à porta da discoteca, Nazaré vende pão com chouriço. Quando Duarte sai, com duas raparigas, tropeça em Nazaré, que fica furiosa. No meio da confusão, um rapaz fica com a carteira de Duarte.

Duarte dorme com uma rapariga, na piscina. António surge e repreende o filho.

Na Atlântida, António recebe uma chamada de alguém que lhe diz que está a ser enganado por Félix, que está a desviar dinheiro da empresa e que deixou os extratos bancários que comprovam, na receção da empresa.
Transtornado, António vai confrontar o irmão. Félix, aflito, pede-lhe que isto fique só entre eles. António aceita dar-lhe mais uma oportunidade, mas manda-o embora da empresa e da sua casa.

Desesperado, Félix conta a Verónica. A mulher diz que têm que acabar com António e Duarte, para não perderem tudo e planeiam um incêndio.

Nazaré diz a Toni que quer entrar nos esquemas dele para conseguir o dinheiro necessário para pagar a operação da mãe.

Mais tarde, Heitor paga aos incendiários, entre eles Toni, e avisa Félix de que está tudo tratado.
Na mata, Toni está a atear o fogo. Ao sair, embate com o carro e deixa cair a placa, sem se aperceber.

Duarte e António discutem.

Nazaré está em cima de uma árvore a observar, com binóculos, a quinta dos Blanco.

Entretanto o fogo começa e todos saem da quinta. Duarte fica para trás, quando leva uma pancada na nuca, de Heitor, que o leva para a rua, acende um objeto incendiário e afasta-se.

Na rua, acende um objeto incendiário e afasta-se.

Nazaré e Toni aproveitam a confusão para assaltar a quinta, depois de verem os caseiros saírem.

No armazém da quinta, António está amarrado, percebe que Félix o quer matar e tenta demover o irmão, Félix diz que tem de se livrar dele e de Duarte, pega fogo ao armazém e vai embora.

Depois do assalto, Toni e Nazaré fogem do fogo, uma árvore cai no caminho, Toni passa mas Nazaré não consegue passar, ele fica aflito, Nazaré diz que vai tentar dar volta por outro lado e seguem caminhos diferentes.

Na fuga, o pneu da mota de Nazaré rebenta, deitando-a ao chão. Ao levantar-se, vê Duarte desorientado e ajuda-o a sair dali. Encontram a casa de Luís e Dolores, que os ajudam. Com o fogo a aproximar-se, têm todos de fugir. Chegam ao rio, a roupa de Nazaré começa a arder, Duarte puxa-a para dentro de água, salvando-lhe a vida.

No posto de controlo, Gonçalo diz que não sabe de Cris e Laura fica muito preocupada. Gonçalo vai à procura dele.

Na mata, Cris está drogado e sem noção do que se passa, Gonçalo encontra-o e tenta salvar o filho, mas fica queimado. Cris tenta ajudar o pai e fogem dali.

Duarte decide voltar à quinta para procurar o pai e Nazaré vai com ele. No armazém, ardido, encontram o corpo de António. Mas o teto cai e Duarte fica por baixo dos escombros, inconsciente. A PSP chega ao local e Nazaré pede-lhes ajuda para salvar Duarte.

No hospital, Bárbara e Nazaré são informadas de que Duarte morreu e Félix vai reconhecer o corpo do sobrinho.

No funeral de António e Duarte ouve-se, repentinamente, um burburinho e ficam todos em choque ao ver Duarte chegar, vivo.

Quarta, 19 de maio

No cemitério, Duarte conta que foi dado como morto porque um rapaz tinha os seus documentos. Bárbara abraça-o, mas ele vai atrás de Nazaré. Estão os dois emocionados, mas quando Bárbara aparece, Nazaré vai embora.

Aproveitando que estão todos no funeral, Toni rouba a casa de Félix, incluindo uma foto da família. Quando regressam a casa, apercebem-se do assalto.

Arrependida do assalto, Nazaré vai ao porto procurar trabalho quando Josué lhe diz que não pode continuar a pescar, porque os homens acham que ela dá azar e a jovem fica furiosa.

Em casa, Félix sonda Duarte, mas ele não se lembra de nada do que aconteceu. Tenta perceber quem é Nazaré e Duarte diz-lhe que ela lhe salvou a vida.

Laura e Ana desesperam, sem notícias de Gonçalo e Cris.

Num casebre, da mata, Gonçalo e Cris estão em muito mau estado. Gonçalo acorda e pede ajuda a Cris, mas o filho está a ressacar e não lhe dá atenção e Gonçalo volta a perder os sentidos. Mais tarde, Cris ouve Luís lá fora e consegue pedir ajuda. Os bombeiros e Laura são chamados e seguem para o hospital. Gonçalo está muito mal.

Félix está furioso porque Heitor não soube fazer o que lhe foi encomendado e que o que os safou foi Duarte não se lembrar de nada, mas quer que o capanga descubra o que Nazaré sabe.

Em casa de Toni, Nazaré percebe que o namorado assaltou a casa dos Blanco, furiosa, diz que tem que ir devolver tudo.

De mota, com a mochila com os objetos roubados, Nazaré é intercetada por Heitor e deixa cair a mochila. Ao ver os objetos, Heitor acusa-a de ter roubado a casa dos Blanco. Nazaré foge.

Quando chega a casa, Nazaré é surpreendida pela presença de Félix, com a mochila e os objetos roubados por Toni.

Em Barcelona, Joaquim gela, ao ver uma notícia sobre os incêndios em Portugal e uma fotografia de António a dar conta da sua morte.

Nazaré garante a Félix que não roubou nada e que estava a ir devolver a mochila. Félix diz que acredita nela e que lhe quer oferecer emprego. Matilde ouve e fica radiante pela filha.

Nazaré vai a casa de Duarte agradecer o emprego na Atlântida, o rapaz é apanhado de surpresa, mas aproveita-se da situação, fingindo que foi ele o responsável.

Verónica fica incrédula por saber que Nazaré vai começar a trabalhar na Atlântida, mas Félix tranquiliza-a e explica-lhe que quer que o sobrinho se apaixone e vá atrás da amada para Londres.

Toni não fica nada satisfeito por Nazaré ir para a Atlântida, mas Nazaré está tão feliz que se oferece para ajudar na banca da feira. Ao ver Nazaré apregoar aos fregueses, Matias ri-se e Glória, percebendo que o filho tem um fraquinho pela namorada do irmão, diz-lhe que tem que disfarçar melhor.

Ana culpa Cris pelo estado do pai e ele garante que desta vez vai mesmo curar-se.

Duarte vai ter com Nazaré e desabafa sobre a última conversa que teve com o pai, que não lhe sai da cabeça. Ela, sem papas na língua, diz-lhe que se quer ser um homem, tem de trabalhar para isso.

Durante a festa no bar na praia, Zeca e Pedro fazem amonas a Pipo dentro de água e ao verem Ana e Érica, fogem. As duas raparigas ouvem alguém a tossir ao longe e correm para ver quem é, ao verem Pipo sair da água de gatas, elas estranham, mas ele sai de lá a correr.

Félix sonha que o irmão o está a queimar vivo. Acorda aflito e Verónica fá-lo prometer que vai ser forte.

Quinta, 20 de maio

A Caravana Solidária chega e começa a distribuir mantimentos pelas pessoas. Duarte oferece-se para ajudar.

Ao chegar à Atlântida, Nazaré é surpreendida por Verónica, que lhe repreende a escolha de guarda-roupa e que, se quer trabalhar ali, precisa de um banho de loja.

De regresso ao escritório, com um look totalmente novo, Nazaré mostra-se desconfortável vestida daquela forma, mas Verónica explica-lhe que ela está ali para satisfazer os desejos de Duarte. Nazaré, furiosa, tira a roupa e, de cuecas e soutien entra de rompante no Gabinete da Presidência a descompor Duarte, que não percebe nada do que se está a passar.

Em casa, Érica fica impressionada com o esquema que Bernardo está a fazer para descobrir as causas que levaram ao incêndio.

Toni está de cabeça perdida ao saber que morreram 3 pessoas no incêndio, uma dela grávida. Diz a Heitor e aos restantes incendiários que, se for preso, não vai sozinho. Heitor avisa-os que, se alguém falar, quem sofre são as famílias.

Félix volta a casa de Nazaré e pede-lhe para falarem. A rapariga continua zangada e de pé atrás. Félix explica-lhe que percebeu tudo mal e oferece-lhe a cura da mãe, em troca da proximidade com Duarte.

No mercado, Toni goza com Bernardo, mas Duarte aparece e defende o primo.

Duarte envia uma mensagem a Verónica e a Félix, que aguardam impacientes, sem saber o que o sobrinho lhes quer. Duarte chega e comunica-lhes que vai assumir a presidência da empresa e que conta com a ajuda deles. Os dois ficam em choque.

Verónica acha que Duarte não está preparado para assumir a presidência. Félix tenta disfarçar o desagrado e dá apoio ao sobrinho.
Já sozinhos, Verónica está furiosa, mas Félix diz-lhe que tem de se controlar e que, com a ajuda de Nazaré, vão conseguir afastar Duarte da empresa.

Nazaré explica a Cláudia que não tem outra solução se não aceitar a proposta de Félix. Cláudia acha que Toni não vai gostar disso.

Rute está ansiosa e diz a Verónica que precisa de falar com ela. Verónica assente, mas sai para ir buscar a mala, quando volta, diz que Félix também quer ir com elas. Rute gela, diz que não é boa ideia e vai embora.

Patrícia está na mata, a avaliar a área ardida, quando cai numa ravina. Em pânico, grita por socorro. Bernardo, que anda por ali a recolher provas, entre elas, a placa da pick up de Toni, ouve os gritos de socorro e vai ajudar Patrícia, salvando-a.

Duarte fala com os funcionários e diz-lhes que vai assumir a presidência da empresa.

Joaquim diz a Hernandez que quer pôr a casa à venda e que vai voltar para Portugal.

Bárbara aparece com Félix em casa de Dolores, para ele fazer uma oferta pelos terrenos ardidos. Dolores recusa.

À porta da discoteca, Duarte o que levou Nazaré a comportar-se daquela maneira na empresa. Ela diz que foi um mal-entendido, mas que Félix já esclareceu tudo. Duarte aproveita o momento para lhe contar que vai assumir a presidência da Atlântida e que ela contribuiu para essa decisão.

Pronto para o seu primeiro dia de trabalho, Duarte entra na Atlântida. Félix diz que vão ter uma reunião com um cliente importante. Verónica aproveita para pedir desculpa ao sobrinho e dar-lhe o seu apoio.

Nazaré chega e pede desculpa pelo que aconteceu. Félix quer falar com Nazaré, finge-se prestável e diz que a quer ajudar, oferecendo os melhores tratamentos a Matilde. Em troca Nazaré só tem de cuidar de Duarte. A rapariga fica muito agradecida.

Nazaré entra no gabinete de Duarte. Bárbara fica revoltada ao perceber que a contrataram, contando a Duarte que ela é a filha do assassino da sua mãe.

Ismael rouba o terço de ouro da mala de Ermelinda e mostra-o a Toni, pedindo 60% da venda.
Matias mostra a Toni fotografias de Nazaré e Duarte a conversarem na discoteca.

No mercado, Garret Mcnamara aproxima-se de Matias e felicita-o pela prestação do outro dia.

Na Atlântida, Duarte, Félix e Verónica estão reunidos com o cliente, que pede a opinião de Duarte sobre qual a melhor opção. Depois de alguma hesitação, Duarte acaba por responder com segurança, deixando o cliente muito satisfeito e pronto para fechar negócio. Nazaré felicita Duarte, enquanto Félix e Verónica trocam um olhar de desagrado.

No hospital, Gonçalo acorda, está consciente, mas ainda não fala.

Duarte convida Nazaré para ir beber um copo, mas ela recusa.

Confrontada por Toni, Nazaré conta-lhe que Félix vai pagar os tratamentos da mãe, que a estão a ajudar e que não se vai afastar de Duarte. Toni acha toda a situação muito estranha.

Verónica vai a casa de Rute. Encontra-a muito fraca e fica em choque. Rute conta à irmã que estava grávida, mas fez um aborto porque foi violada.

Verónica tenta ajudar a irmã, mas Rute já está muito fraca. Antes de morrer, segreda-lhe o nome de quem a violou e fá-la prometer que o vai fazer pagar. Verónica fica gelada.

Sexta, 21 de maio

Toni confronta Félix, com uma chave inglesa na mão, para saber as suas verdadeiras intenções para estar a ajudar Nazaré e ameaça-o. Félix fica aterrado.

Félix diz a Toni que só está a querer ajudar Nazaré. Toni não acredita, mas é surpreendido por Heitor, que o manda embora e diz a Félix que Toni foi um dos incendiários.

Quando o INEM e a polícia chegam, Verónica mente e diz que não sabe quem violou a irmã.

Nazaré repreende Toni pelo que fez a Félix. Toni desvaloriza e acusa a namorada de ter estado com Duarte na discoteca, porque Matias tirou-lhe fotografias.

Furiosa, Nazaré vai tirar satisfações junto de Matias, ele diz que ela não serve para o irmão, irrita-se e quando está prestes a beijá-la, Nazaré apercebe-se e foge.

Verónica conta a Félix o que aconteceu a Rute. Diz-lhe que ela lhe morreu nos braços e que teve que chamar a polícia. Félix fica sobressaltado, mas disfarça.

Duarte está preocupado de não estar à altura do pai, Nazaré incentiva-o a continuar, que está a fazer um bom trabalho. Há um clima entre os dois, mas Nazaré disfarça.

Nazaré pede desculpa a Félix por Toni e pede-lhe que não deixe de ajudar a sua mãe. Félix sonda a relação que ela tem com Toni e oferece-lhe dois bilhetes para o concerto solidário, para ir com o Duarte. Nazaré fica reticente, mas acaba por convidá-lo.

Toni mostra a Ismael o mapa mal feito do pavilhão onde vai decorrer o concerto solidário e diz que é a oportunidade para terem mais dinheiro. Ismael está reticente, mas pergunta o que tem de fazer.

Cortez dá os parabéns a Joaquim e diz-lhe que ainda falta uma encomenda. Joaquim diz que vai ter que procurar outra pessoa, mas Cortez ameaça-o e diz-lhe para não se esquecer que a organização lhe deu luxo, dinheiro e uma operação plástica para mudar de identidade.
Bárbara tenta convencer Félix de que Nazaré não devia estar a trabalhar na Atlântida, mas em vão.

No concerto solidário, João tenta aproximar-se de Glória, mas Matias não deixa. Nazaré está com Duarte e quando vê Toni, foge para o bar.

Ismael e Toni aproveitam que o pessoal da bilheteira saiu e preparam-se para a assaltar. Ao mesmo tempo, Duarte sai para ir ao carro e vê Toni, junto à bilheteira, que acabou de conseguir abrir a porta com uma gazua. Duarte pergunta-lhe o que está ali a fazer.

Já dentro do recinto, Duarte confronta Toni com o segurança, mas este nega tudo. Ao ver Toni a ser levado pelo segurança, Ismael desliga o quadro elétrico, instalando a confusão.

Glória a fugir, magoa-se e desmaia, João fica a ajudá-la. Nazaré ajuda Carol e Heitor olha-a, agradecido.

Nazaré procura por Duarte, no meio da confusão. Quando se encontram, beijam-se apaixonadamente.

Resumo dos dias 24 a 28 de maio

Segunda, 24 de maio

Matias, Toni e Josué saem de barco para encontrar Nazaré, até que Matias os avista e puxam-nos para bordo.

Já no porto, Matilde e Nazaré abraçam-se. Toni, furioso, tenta ir para cima de Duarte e conta que Matilde se sentiu mal quando eles estavam no barco.

No dia seguinte, Toni vai a casa de Duarte, ameaça-o e acusa a família Blanco de estar a usar Matilde para se aproveitar de Nazaré. Duarte não percebe o comentário. Félix e Verónica ficam nervosos, mas disfarçam a situação, forçando a saída de Toni.

Na praia, Érica quase que se afoga depois de surfar uma onda, mas é salva por Luís, que a leva para a areia e consegue reanimá-la.

Em conversa, Verónica diz a Félix que tem de mostrar a Toni qual é o seu lugar, para que este não ponha em causa os seus planos nem os denuncie.

Laura vai a casa dos Blanco, conta-lhes que o resultado da autópsia já saiu e que há fortes indícios de que António tenha sido assassinado.

No mercado, quando se prepara para sair, Toni é atacado por trás e cai, inconsciente. É arrastado e espancado por Heitor que, com o rosto tapado e disfarçando a voz para não ser reconhecido, diz-lhe para ficar longe dos Blanco.

Em casa, batem à porta. Nazaré abre e vê Toni, muito mal tratado e sem se aguentar em pé. Nazaré fica muito aflita e o namorado diz-lhe que está assim por causa dela.

Duarte entra em casa e fica em choque quando lhe contam que a morte do pai pode ter sido homicídio. Laura tenta perceber se António teria inimigos, uma vez que a autópsia revela que ele teria as mãos amarradas quando morreu. Verónica e Félix tentam disfarçar o nervosismo.

Terça, 25 de maio

Duarte está muito nervoso com a notícia de que a morte do pai pode ter sido, afinal, um homicídio. Fria, Verónica diz a Félix que tem de deixar de ser cobarde e apagar as câmaras de videovigilância da quinta.

De regresso a casa, vindo do hospital, Toni aproveita a preocupação de Nazaré e mente-lhe, dizendo que foi Duarte que o pôs naquele estado.

Em Barcelona, Joaquim diz ao aprendiz que ele tem de aprender as técnicas depressa, porque ele já tem a viagem marcada para Portugal. O aprendiz pergunta-lhe qual a opinião de Cortez em relação a isso, mas Joaquim corta, dizendo que ele não sabe nem nunca vai saber.

De manhã, no mercado, um estafeta entrega a Dolores um envelope cheio de notas, com um bilhete que diz “Não é o que precisam, mas espero que ajude”, assinado por “uma amiga”. Luís e a mãe ficam radiantes, mas intrigados, sem saber quem os poderá ter ajudado.

Nazaré entra no gabinete de Duarte de rompante e acusa-o de ter batido em Toni. Apanhado de surpresa, Duarte diz-lhe que não faz ideia do que é que ela está a falar e conta-lhe que é impossível ter sido ele, uma vez que estava em casa e foi quando ficou a saber que o pai foi assassinado. Revoltado com a acusação, manda Nazaré embora.

Bárbara tenta animar Duarte e diz-lhe que não quer perder a sua amizade. Determinado em esquecer Nazaré, convida-a para jantar nessa noite. Ela aceita de imediato e quando sai do gabinete da Presidência, aproveita para provocar Nazaré, que fica com ciúmes.

Quarta, 26 de maio

Laura chega a casa com Gonçalo, que teve finalmente alta do hospital. Ana cumprimenta o pai, mas ele está completamente apático e ausente. Cris tenta aproximar-se, mas Gonçalo entra em pânico, com recordações do incêndio e empurra o filho, que cai no chão.

Duarte avisa que vai jantar com Bárbara e pede aos tios que arranjem outras funções para Nazaré. Quando o sobrinho sai, Verónica diz a Félix que vai ter de relembrar Nazaré do acordo que eles têm.

Verónica vai ao quarto de Bernardo e fica em choque quando vê um quadro com uma lista dos possíveis culpados do assassinato de António, nessa lista constam os nomes de Duarte, Érica, Verónica e Félix. Tenta confrontar o filho, mas ele não responde.

Toni convida Nazaré para jantar no Barbatanas. Já no restaurante, deparam-se com Duarte e Bárbara sentados numa mesa. Ficam todos incomodados com a situação. Duarte quer ir embora, mas Bárbara insiste para ficarem.

Revoltado porque a mãe os deixou ficar ali a jantar, Toni conta-lhe que foi Duarte que lhe mandou bater. Furiosa, Glória expulsa-os do restaurante com uma faca grande. Bárbara aproveita a situação para provocar Nazaré, envolvendo-se as duas à pancada. No meio da confusão, Bárbara agarra numa faca e ameaça a rival. Ficam todos em choque. Duarte leva-a dali para fora.

No quarto, Ana trata das feridas do pai. Cris entra e tenta falar com Gonçalo, que vira a cara. O filho insiste, mas é recebido com gritos a exigir que ele saia dali. Laura tenta intervir, mas Gonçalo também é brusco com ela.

Enervado, Cris vai a casa de Érica, que tem um saco com pastilhas. Cris consegue resistir, afogando-se no álcool.

Félix ganha coragem e vai ver, pela primeira vez, as imagens das câmaras da Quinta, do dia do incêndio. Vai passando as imagens, até que algo lhe chama a atenção. Para a imagem no ponto chave e fica siderado ao identificar Toni e Nazaré.

Na Atlântida, Nazaré entra na sala de Duarte. Está com Bernardo, que lhe mostra as provas que recolheu do local do incêndio. Nazaré reconhece a placa do carro de Toni e pede a Bernardo para lhe emprestar. Bernardo fica muito nervoso, mas ela sai de imediato com a placa.

Nazaré chega de mota ao mercado, olha para a carrinha de Toni e vê que falta a placa que ela própria lhe tinha oferecido. Sem querer acreditar, arromba uma caixa que está na parte de trás da carrinha e lá encontra a garrafa de líquido inflamável. Em choque, percebe que Toni foi o responsável pelo incêndio.

Nazaré confronta Toni e quer saber se foi ele que matou António. Toni acaba por admitir que pegou fogo à mata mas que não teve nada a ver com a morte do pai de Duarte.

Félix apanha o caderno de Bernardo onde este tira notas sobre a sua investigação acerca dos incêndios. O pai percebe que Bernardo o tem a ele e Verónica como suspeitos. Num ato de raiva, rasga o caderno do filho. Duarte e Verónica chegam nesse momento. Verónica fica revoltada com a forma como tratou o filho e Félix deixa transparecer o pânico de estar a ser alvo de investigação.

Laura diz a Verónica que o homem que violou Rute não se encontra na base de dados da PJ. Pede a Verónica que faça uma lista de homens próximos de Rute para ajudar à investigação.

Toni confessa a Heitor que alguém descobriu que ele ateou fogo à mata. Pede dinheiro a Heitor para fugir. Heitor ameaça-o e tranca-o numa sala.

Félix conta a Verónica o que se passa com Toni. Heitor diz que este o pode denunciar e que a solução é matá-lo.

Matilde percebe que a filha está estranha e Nazaré acaba por contar à mãe que descobriu uma coisa e que não sabe se deve contar à polícia.

Verónica encontra-se com funcionário da morgue e paga-lhe para ter acesso aos resultados dos exames da irmã.

Pedro e Zeca metem-se com Ana e Pipo intervém em defesa da jovem. Acaba por ser atacado e é Rogério que chega para salvar a situação. Ana agradece a Pipo a coragem dando-lhe um beijinho na cara e deixando Pipo em êxtase.

Heitor vai ter com Toni de faca em punho e este fica em pânico na iminência de perceber o que lhe vai acontecer.

Quinta, 27 de maio

Heitor dá dinheiro a Toni para que este possa fugir. Toni quer levar Nazaré mas Heitor impede-o dizendo que tem de ir o mais rápido possível.

Ana ajuda a mãe no hotel. Bárbara chega animada porque vai conseguir pagar o seu crédito. Laura sobe para ver como está Gonçalo mas este não quer falar e diz à mulher que muito menos quer que ela o olhe com pena.

Luís diz à mãe que falou com Bárbara e que não foi ela que lhes deu o dinheiro. Luís e Dolores dão pela falta do dinheiro e percebem que foram roubados.

Matias e Glória estão preocupados, sem saber nada de Toni.

Toni está no terminal rodoviário e pede um bilhete para o sítio mais longe possível. A funcionária vende-lhe um bilhete para Albufeira.

No mercado, Nazaré é puxada por Toni, que lhe diz que não consegue ir embora sem falar com ela. A namorada pede-lhe que se entregue à polícia. Ele recusa, diz que prefere fugir, a passar a vida atrás das grades. Toni diz que tem de ir apanhar o autocarro e sai.

Bernardo vê Nazaré e pede-lhe a placa de volta. Atrapalhada, ela diz que não a pode devolver. Laura, que ouve a conversa, confronta Nazaré e obriga-a a dizer o que sabe.

No terminal de autocarros, Toni fica muito nervoso ao ouvir os carros da polícia aproximar-se. Tenta passar despercebido dentro do autocarro, mas Laura encontra-o e diz-lhe que já sabem que foi ele o responsável pelo incêndio e que o vai levar para a esquadra. Ao sair, Toni vê Nazaré, com lágrimas nos olhos. Toni fica magoado por perceber que Nazaré o denunciou.

Matias chega ao restaurante e diz à mãe que não conseguiu encontrar Toni. Matilde também chega nesse momento e avisa que Toni foi preso por ter sido um dos incendiários da mata.

Toni chega à esquadra, no carro da polícia e estão vários populares à porta, furiosos, que já sabem que foi ele o culpado do incêndio.

Já dentro da esquadra, Toni está desiludido com Nazaré por o ter denunciado, ela diz-lhe que não teve alternativa. Ele diz que há pessoas perigosas envolvidas.

Duarte confronta Nazaré e pergunta-lhe se foi mesmo Toni que matou o pai e se ela sabia. Nazaré nega e diz que foi ela própria que denunciou Toni.

Heitor conta a Félix e Verónica que Toni ligou e quer que ele o tire da cadeia. Verónica sugere usarem Toni como bode expiatório. Heitor não gosta da sugestão e diz que, se for preso, não fica calado. Verónica tem um plano e diz que vai resolver a situação.

Em Barcelona, Cortez apanha Joaquim em flagrante a fazer a mala e diz-lhe que ele não vai a lado nenhum. Joaquim consegue fugir e tranca Cortez em casa.

Laura pressiona Toni para falar, mas ele não cede. No dia seguinte vai ser presente a um juiz.

Na esquadra, Glória entra para ver o filho. Nazaré chega também para ver Toni mas Laura informa-a que o namorado não a quer ver. Toni diz à mãe que é inocente. Glória incentiva o filho a contar ao juiz tudo o que sabe.

Sexta, 28 de maio

Um inspetor leva o jantar a Toni. No prato de sopa, está apenas um telemóvel. Recebe uma mensagem, a ameaça-lo para não falar.

Luís vasculha o quarto de Bárbara e percebe que foi a irmã que os roubou. Confronta-a, mas ela nega.

Matias e Glória estão a preparar o restaurante, antes de abrir, quando são surpreendidos por alguém a bater à porta, insistentemente.

Ao mesmo tempo, Duarte vai visitar Toni à prisão e diz que o pode proteger, a ele e à família, se contar toda a verdade. Neste momento, Toni recebe uma mensagem no telemóvel com uma fotografia da mãe e do irmão amarrados, com o restaurante revirado e com nova ameaça. Toni fica em pânico.

Toni não tem nada para dizer e diz a Duarte para se ir embora. Duarte insiste, revoltado, mas sem sucesso.

Nazaré entra no restaurante e encontra Glória e Matias. Contam-lhe que eram 3 encapuçados, levaram o dinheiro e tiraram-lhes fotografias. Nazaré chama a polícia.

Duarte conta a Félix e Verónica que Toni estava quase a falar, mas que acha que ele está a ser ameaçado para ficar calado.

Matilde, ao telefone com Nazaré, diz que está tudo bem. Ao desligar, cai, bate com a cabeça e desmaia.

Duarte conta a Nazaré que Toni estava quase a falar e ela conta-lhe o que se passou no restaurante. Frustrados, percebem que Toni está a ser ameaçado e que nunca vai falar.

Depois de uma discussão acesa entre Érica e Luís, Ana conta ao amigo que foi Érica que enviou o envelope anónimo com o dinheiro. Ele fica surpreso.

Sofia e Heitor veem as nódoas negras de Pipo, Carol conta o que aconteceu e que foi Rogério que o salvou. Heitor fica cheio de raiva, mas ninguém repara.

Mais tarde, Pipo está com Ana, quando aparecem Pedro e Zeca, que voltam a meter-se com Pipo. Dão-lhe um murro no estômago. Heitor aparece e espanca os dois rapazes. Ana e Pipo ficam em pânico, Heitor diz-lhes para sair dali, que ele resolve a situação.

Dolores diz aos filhos que quer vender a quinta. Luís consegue convencê-la a esperarem mais uns dias, para encontrar outro comprador que não Félix.

Nazaré encontra Matilde caída no chão, cheia de dores. Duarte chega e ajuda-as. O médico vai vê-la, diz que está estável, mas Nazaré teme que esteja a piorar. Duarte e Nazaré jantam os dois, animados.

Toni sai do tribunal com termo de identidade e residência.

Nazaré vai pedir ajuda a Félix, para a ajudar a pagar a alguém que fique com Matilde, pede-lhe um trabalho extra na fábrica, ele diz que vai ver o que consegue fazer.

* Os resumos dos capítulos são disponibilizados pelas emissoras e estão sujeito à alteração de acordo com a edição das novelas

SINOPSE:

Pôster promocional da novela Nazaré

“Nazaré” é uma história de amor contemporânea numa realidade que assola o país todos os verões. É uma narrativa sobre a luta de quem é derrotado pelas chamas, do renascimento e da esperança.

Nazaré para salvar a mãe, é obrigada a trair Duarte, um playboy, filho de um magnata da indústria de móveis. Sempre teve tudo o que quis e o melhor que o dinheiro pode comprar. Adora carros velozes, mulheres e nunca trabalhou.

Nazaré é a única filha de Matilde. O pai, Joaquim, deixou-as quando Nazaré ainda era pequena. Desse tempo ficaram as memórias das sucessivas depressões da mãe, que nunca se conformou.

Anos depois, foi diagnosticado em Matilde um tumor no cérebro e Nazaré é a única que cuida dela. Só se têm uma à outra. A família mais pequena do mundo. A única coisa que sabe sobre o pai é que cometeu um homicídio, fugiu e deixou a mãe no desespero.

Nazaré só pensa em fazer tudo o que for preciso para salvar a mãe. As suas muitas pesquisas levam-na a um médico-cirurgião londrino, que já teve sucesso em casos parecidos com o da mãe, um médico tão eficaz como caro.

Glória, é dona de um restaurante. Ela tem dois filhos, Matias e Toni. Ambos ajudam a mãe no negócio de família, mas dedicam-se também a assuntos obscuros.

Matias namora com Patrícia, mas é secretamente apaixonado por Nazaré. Ela está a assaltar a Quinta dos Blanco juntamente com o namorado, depois de ele a convencer de que o fogo anda longe. Mas o vento faz com que o incêndio mude bruscamente de direção e os encurrale. No meio do pânico, os dois separam-se, e é aí que Nazaré encontra Duarte e tira-o do inferno.
A aliança de sobrevivência que os dois forjam naquela noite transforma-os em heróis, fazendo com que surjam sentimentos intensos.

Mas tudo acaba tão repentinamente como começa. Duarte fica ferido e é levado para o hospital, onde permanece inconsciente.
Uma troca de dados faz com que seja dado como morto. Para Félix e Verónica é tempo de festejar e ficar com o espólio dos crimes.
Mas o esquema de ambos sofre uma inesperada reviravolta, quando Duarte aparece nas cerimónias fúnebres, determinado a assumir a sua herança.

A tragédia muda-o profundamente. Não desconfia do envolvimento do tio na morte do pai e continua a confiar-lhe a vice-presidência da Atlântida, mas quer assumir a presidência e tornar-se alguém de quem António se orgulharia.
Félix fica furioso com o falhanço, mas sabe que um novo atentado levantaria suspeitas. Com medo que Nazaré tenha visto mais do que devia, procura-a.

Nessa altura, constata que ela não sabe do seu envolvimento nos incêndios e percebe que a fixação de Duarte por Nazaré pode servir os seus intentos.

Com isso em vista, o vilão faz-lhe a proposta: dá-lhe dinheiro para operar a mãe se, em troca, ela seduzir o sobrinho e aceitar fazer tudo o que ele mandar. Caso contrário, tem meios para acusar Nazaré do incêndio e da morte de algumas pessoas. Encurralada, ela cede à chantagem.

O esquema para apanhar Duarte é desenhado ao pormenor por Félix e Nazaré vai seguir o plano à risca… mas não será tão fácil como ela pensava.

Além da feroz oposição de Bárbara, namorada de Duarte, ela terá de lidar também com Toni, que, sem ela saber, foi um dos incendiários do pinhal, e Matias, que não conseguirá continuar a esconder os seus sentimentos e vai lutar com o irmão pela mesma mulher.

Personagens:

  • Carolina Loureiro – Nazaré
  • José Mata – Duarte
  • Afonso Pimentel – Toni
  • Inês Castel-Branco – Laura
  • Albano Jerónimo – Félix
  • Sandra Barata Belo – Verónica
  • Custódia Gallego – Matilde
  • Gonçalo Diniz – Gonçalo
  • Rogério Samora – Joaquim
  • Carla Andrino – Dolores
  • Pedro Sousa – Matias
  • Luísa Cruz – Glória
  • Filipa Areosa – Bárbara
  • Filipe Matos – Luís
  • Laura Dutra – Ana
  • Carlos Areia – João
  • Liliana Santos – Cláudia
  • Ruy de Carvalho – Floriano
  • Joana Aguiar – Érica
  • Guilherme Moura – Bernardo
  • João Maneira – Cristiano “Cris”
  • Madalena Aragão – Carolina
  • Rui Unas – Heitor
  • Bárbara Norton de Matos – Sofia
  • João Ferreira – Filipe «Pipo»
  • Márcia Breia – Ermelinda
  • Tiago Aldeia – Ismael
  • Aurea – Patrícia
  • Raquel Sampaio – Olívia
  • António Pedro Cerdeira – Nuno
  • Martinho da Silva – Rogério
  • Gonçalo Oliveira – Tiago
  • Virgílio Castelo – António

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

REDES SOCIAIS

6,996FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
1,095SeguidoresSeguir

ÚLTIMAS POSTAGENS

Paula revela para Aníbal que ele tem outra filha em Amores Verdadeiros 

Em Amores Verdadeiros (SBT), Adriana (Natalia Esperón) acabou descobrindo que sua filha está viva, furiosa ela enfrenta Aníbal (Enrique Rocha) que acaba sofrendo um...

Maria conta para Max que foi Bernarda quem sequestrou o filho deles 

Nos próximos capítulos de Triunfo do Amor (SBT), Fausto (Juan Carlos Franzoni) revelará todos os crimes de Bernarda (Daniela Romo) para Maria Desamparada (Maite...

Resumo Topíssima: Capitulos de 13/05 a 28/05/2021

Topíssima é uma novela brasileira exibida pela RecordTV  e escrita por Cristianne Fridman. "Topíssima" foi exibida pela primeira vez em 21 de maio a 9...

Resumo novela Império: capítulos de 13/05 a 22/05/2021

"Império", protagonizada por Alexandre Nero, Marina Ruy Barbosa e Lilia Cabral. Trata-se da segunda novela de Aguinaldo Silva a voltar ao ar por causa...