Se Eu Fechar os Olhos Agora, minissérie estreia dia 15 de abril

Se Eu Fechar Os Olhos Agora, está com estreia marcada para o dia 15 de abril, uma segunda-feira, na Tv aberta e no dia 08 na Globoplay, a minissérie contará com 10 episódios. Ela se estenderá na grade até o dia 30 do mesmo mês. A obra  ficou disponível, na íntegra, na plataforma de streaming NET Now desde 29 de agosto do ano passado, mas por razões que tem a ver com estratégia de programação, foi adiada até agora. As gravações aconteceram em 2017.

A série tem como protagonistas Mariana Ximenes, Gabriel Braga Nunes, Débora Falabella e Murilo Benício.

Enredo

Em 1961, os pré-adolescentes Paulo Roberto (João Gabriel D’Aleluia) e Eduardo (Xande Valois) decidem escapar do colégio para passar o dia nadando no rio, porém se deparam com o corpo de uma mulher mutilada no local, Anitta (Thainá Duarte), esposa do dentista Francisco (Renato Borghi). Após serem acusados injustamente, os garotos são salvos quando Francisco decide se entregar como culpado – mesmo todos sabendo que ele seria incapaz e tinha álibe para o dia do assassinato. Sem investigar, o delegado Gabino (Antônio Grassi) decide arquivar o caso rapidamente antes que tome proporção nacional com o misterioso apoio do prefeito Adriano (Murilo Benício), da primeira-dama Isabel (Débora Falabella), do empresário Geraldo (Gabriel Braga Nunes) e da esposa deste, Adalgisa (Mariana Ximenes).

LEIA TAMBÉM:  "Crítica de La casa de papel 3": Muita boa e surpreendente

Intrigados com os motivos que levaram ao fim do caso, Paulo e Eduardo decidem investigar por conta própria com a ajuda do ex-delegado Ubiratan (Antonio Fagundes) e acabam descobrindo a hipocrisia da sociedade interiorana de São Miguel, onde todos parecem tão inocentes quanto culpados. Em meio a tudo isso eles descobrem o caso de Isabel com Renato (Enzo Romani), o alcoolismo de Adalgisa, os assédios do filho do delegado, Antônio (Eike Duarte) sob as mulheres da cidade, o racismo praticado pelo bispo Tadeu (Jonas Bloch) contra a devota Maria Rosa (Lidi Lisboa), os conflitos idealistas de Edson (Gabriel Falcão) contra os jogos políticos pais e a repreensão pública aos pensamentos feministas de Letícia (Lana Rhodes).

LEIA TAMBÉM:  Nova temporada de Stranger Things e inspirada em eventos reais

Mais:

A história da minissérie é uma adaptação do livro de mesmo nome de autoria de Edney Silvestre. O jornalista conta que a narração do ator Antônio Fagundes, que dá vida ao audiobook de Silvestre, abriu as portas para a adaptação que vemos hoje. Fagundes interpreta Ubiratan na minissérie.

LEIA TAMBÉM:  Veja o primeiro trailer oficial de  "Malévola: Dona do Mal"

Se gostou deste artigo, compartilhe com seus amigos e curta “Atitude E Visão” nas redes sociais

Deixe sua opinião abaixo! Super Beijo!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.