“Ser uma sugar baby não é só receber presentes extravagantes”, diz ex-participante de site sugar

A narrativa em torno do estilo de vida das sugar babies (mulheres patrocinadas) é de que elas encontram frequentemente com homens mais velhos e abastados, e como “recompensa”, recebem presentes caros, muitas viagens e mesadas.

Mas, para pessoas como *Lana, ser uma sugar baby é apenas outra forma de “namoro comum” — com algumas práticas de compensação.

Na época em que a jovem se inscreveu no Universo Sugar, ela não tinha planejado encontrar um homem rico para pagar suas contas, mas estava desiludida com suas perspectivas de namoro e o emprego que arrumou logo após o fim da graduação na faculdade. Para Lana, o aplicativo poderia ajudá-la a sair do tédio. Além disso, ela sempre preferiu homens mais velhos a seus colegas de faculdade. Logo, “caçar” um “Daddy” em sites sugar parecia uma escolha simples.

A primeira viagem foi com um empresário de 52 anos, que conheceu no aplicativo. Para ela, muito parecida com um “namoro comum” – “Viajamos à Paraty e ficamos em uma charmosa pousada no Alto da Serra perto de Cunha. Bebemos, jantamos e curtimos a noite na cidade de mãos dadas”, disse.

A ex-sugar baby conta que ao retornar à São Paulo, ambos seguiram com sua rotina: ele com uma tumultuada vida de reuniões de negócios. Ela com um exaustivo cotidiano — acordando cedo para pegar transporte público e ir trabalhar, contou.

“Continuamos a conversar normalmente, com os papos frequentes e calorosos. Falamos muito sobre relacionamento, paixão, ressentimento, dor e até de negócios”, contou a jovem.

Entre almoços e jantares, no fim de semana, pelo menos duas vezes ao mês, Lana encontra o Sugar Daddy. Ora em seu apartamento situado em um bairro nobre da zona oeste de São Paulo, ora em algum PUB ou restaurantes requintados da cidade.

Para a jovem, as pessoas têm uma ideia negativa sobre “ser uma sugar baby”. “Eu gosto do estilo de vida de luxo. Apesar do contraste com a minha realidade, já que vivo em uma região periférica, conheci a alta culinária frequentando bons restaurantes. Aprendi que vinho tinto combina com carne e que vinho branco combina com queijos e peixes. Aprendi também, o que é uma taxa Selic, CDB, tesouro direto e para que serve a nota da Fitch” comentou.

Atualmente a jovem não vê mais razão para ter o perfil ativado no Universo Sugar, visto que, o relacionamento com empresário estar indo bem, mas não descarta se um dia precisar voltar. “Se uma parte tem algo para oferecer e outra tem o que eles precisam, por que não ser uma Sugar Baby? ”, finalizou.

O Universo Sugar é uma rede social especializada para pessoas bem-sucedidas que queiram patrocinar o estilo de vida de seus parceiros (as). O relacionamento é claro e direto, pois, baseia-se no investimento econômico de homens ou mulheres em troca de uma relação afetiva. O objetivo da união é oferecer ganhos para as partes envolvidas no relacionamento. O site é polêmico e divide opiniões.

Criado em 2016, a rede social possui mais de 300 mil usuários nas cinco regiões do Brasil, além de membros do exterior.

Se gostou deste artigo, compartilhe com seus amigos e curta “Atitude E Visão” nas redes sociais.

Continue acessando!!

Comenta aí…

COMPARTILHE

Tem uma notícia? Quer divulgar seu trabalho ou a sua história? Envie Para Nosso E-MAIL

Você Também Pode Gostar:

LEIA TAMBÉM:  A situação financeira e o status influenciam na escolha amorosa?

COMENTAR:

Notícias Relacionadas

LEIA TAMBÉM:  Jovens buscam "patrocínio" para seguir com os estudos

Published By: RONNIE

Escrevo sobre a vida, curiosidades, entre outros assuntos.Amante de novelas, livros  e séries.Fã da web.Também sou apaixonado por tecnologia e amo escrever.Me encontre no Instagram @ronniemartyns

Deixe sua opinião abaixo! Super Beijo!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.