Valentina propõe acordo com Eurico para se apoderar do casarão e ficar com a fonte milagrosa em “O Sétimo Guardião”

Valentina (Lilia Cabral) a vilã de “O Sétimo Guardião” já descobriu como irá ficar com a fonte milagrosa. A milionária percebe que precisa ser cautelosa para assim conseguir ser apoderar do casarão que foi de Egídio (Antônio Calloni), além de tudo agora, seria de Gabriel (Bruno Gagliasso) por direito de herança.

Depois de pensar em uma estratégia ela vai procurar o prefeito Eurico (Dan Stulbach) e propõe um acordo surpreendente.

“Você quer tratar um assunto importante comigo?”, pergunta o político.

“Detesto quando as pessoas repetem o que digo, mas é isto mesmo”, responderá a Valentina.

“E que assunto seria este?”, questionará o homem, sendo pego de surpresa por Marilda, que entra logo falando:

“Seja qual for é falso, Eurico. Uma calúnia! O que ela quer é fazer sua cabeça contra mim”.

“Eu, Marilda?!”, questionará Valentina.

“Você mesma, Marlene, sempre você! Mas se pensa que vou deixar que conte mentiras a meu marido a meu respeito… Não importa se é minha irmã. Antes que abra a boca eu quebro a sua cara!”, a loira  ameaça, levantando a mão para bater na mãe irmã.

“Que é isso, criatura?!”, reagirá Eurico

“Eu é que pergunto: que violência é essa? Por que minha irmã está me tratando como se eu fosse uma inimiga? Eu não fiz nada…”, dirá Valentina.

“Não fez, mas vai fazer. Não banque a sonsa! Você mesma disse ontem à noite…”.

“Que vinha falar com seu marido. Eu disse e estou aqui pra isso”. “E a gente sabe qual é o assunto!”.

“Impossível, pois só tive a ideia hoje enquanto estava telefonando no merdó… orelhódromo”.

“Pelo amor de Deus! Assim vocês vão me deixar tonto! Se Marilda sabe ou não sabe do que se trata não importa, diga logo a que veio!”, pedirá Eurico.

“Eurico! Você não pode dar ouvidos a essa mentirosa…”.

“Eu vim falar sobre a telefonia celular! Não posso ficar em Serro Azul se tiver que ir no alto do morro a toda hora pra me comunicar com o resto do mundo. Por isso, decidi usar o meu prestígio lá em São Paulo. Vou conseguir que instalem aqui na praça uma antena poderosa”, revelará a vilã.

“Você tem condições de fazer isso?”, perguntará o cunhado e prefeito.

“Sim. Com a ajuda do Olavo, que é podre de rico e está interessado em investir na região… E sob uma certa condição, é claro”.

“Pronto. Claro que haveria uma condição… Já que não existe almoço grátis”, falará Marilda.

“E que condição seria essa?”, questionará Eurico. “Quero que você desaproprie o casarão do Egídio e depois o entregue a mim como pagamento pelo que ele me fez sofrer nesta cidade… E que trate disso já!”, encerrará  deixando Eurico sem pensar naquele instante..

Se gostou deste artigo, compartilhe com seus amigos e curta “Atitude E Visão” nas redes sociais.

Continue acessando!!

Comenta aí…

COMPARTILHE

Tem uma notícia? Quer divulgar seu trabalho ou a sua história? Envie Para Nosso E-MAIL

COMENTAR:

Veja Também:

Scroll Up
error: Anti Cópia
%d blogueiros gostam disto: