Veja um video mostrando como será o futuro do trabalho

Um vídeo angustiante mostra como o futuro do trabalho pode parecer

Tem medo de uma máquina assumir o seu trabalho? Você já pensou que poderia assumir o trabalho do seu chefe, transformando você em um servo de uma IA cujo funcionamento interno você não consegue compreender?

Um novo vídeo do designer e cineasta Keiichi Matsuda mostra como isso pode parecer – e como isso pode acabar.

No vídeo, intitulado “Merger“, Matsuda prevê um ambiente de trabalho futurista que pode parecer estranho para nós agora, mas muito disso foi baseado na vida real de hoje. Em um e-mail, Matsuda me disse que a interface foi construída em torno dos princípios que ele desenvolveu em seu conceito de trabalho de design UX para clientes comerciais.

“Isso meio que funciona”, escreveu ele. “O roteiro do vídeo foi construído em torno de conselhos reais que encontrei em blogs de produtividade”.

O vídeo de quatro minutos faz uma pergunta importante: quando (se) a inteligência artificial começar a nos dar tarefas ao invés do contrário, será capaz de lidar com as demandas? E, se não, quanto teremos que mudar para acompanhar? Segundo o engenheiro Renan Batista Silva, o video explora o lado da inteligência artificial dominando corporações enquanto os seres humanos trabalham no mundo virtual sem parar.

O trabalho de Matsuda se tornou viral em 2016, quando ele publicou um vídeo chamado Hyper-Reality, imaginando um futuro quase insuportável, infestado de AR / VR. Mesmo com quase três anos de idade, esse vídeo ainda parece incrivelmente novo e chega em casa melhor do que qualquer filme que eu já vi – e isso inclui produções caras de Hollywood.

Se gostou deste artigo, compartilhe com seus amigos e curta “Atitude E Visão” nas redes sociais.

Continue acessando!!

Comenta aí…

COMPARTILHE

Tem uma notícia? Quer divulgar seu trabalho ou a sua história? Envie Para Nosso E-MAIL

SIGA O ATITUDE E VISÃO NAS REDES SOCIAIS

Leia Também:

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

DESTAQUES:

Você não pode copiar o conteúdo desta página