Verão e cirurgia plástica combinam sim

0
Divulgação

Estação do ano não interfere na recuperação

Ao contrário do que muitos dizem, é possível fazer cirurgia plástica no verão com resultados bem-sucedidos, desde que sejam tomados alguns cuidados adicionais em relação ao sol e ao calor. “Existe um receio natural sobre fazer cirurgia plástica no verão, já que muitas dúvidas surgem sobre as altas temperaturas, inchaço, desconforto e até sobre o repouso com o calor, porém é fato que o verão não interfere na recuperação”, afirma o Pedro Lozano, cirurgião plástico da Clínica VIX.

LEIA TAMBÉM:  Salvatore Ferragamo apresenta coleção Outono/Inverno 2020 na Semana de Moda de Milão

Segundo o especialista, não importa em qual época do ano a cirurgia é feita, ela sempre vai precisar de cuidados. “No verão, sempre sugiro ao paciente ficar em lugares com ar condicionado, usar cintas antitranspirantes, drenagem linfática para aliviar o inchaço e desconforto, além de beber muita água para manter a hidratação do corpo, fundamental para uma ótima recuperação”, afirma Lozano. Outros cuidados, como evitar a exposição ao sol por pelo menos 3 meses, não tomar banho de mar ou piscina por aproximadamente 60 dias para evitar contaminações e infecções, e manter uma alimentação equilibrada, também são indicados pelo especialista.

LEIA TAMBÉM:  Campanha Primavera/Verão 2020 da Salvatore Ferragamo

No verão, por ser uma época de férias, há um aumento na procura por cirurgias plásticas de diversos tipos, como prótese de mamas, gluteoplastias, lipoescultura, abdominoplastia, rinoplastia e blefaroplastia. “Eu costumo dizer que a melhor época para uma cirurgia plástica é aquela que o paciente terá um maior tempo de descanso para a recuperação tranquila, pois de nada adianta fazer uma cirurgia no inverno e ter que voltar às pressas para o trabalho sem se recuperar completamente”, explica o cirurgião plástico.

LEIA TAMBÉM:  Além da moda: Especialistas alertam sobre a importância de escolher os óculos de Sol com proteção adequada

Apesar de todos os cuidados sugeridos, vale ressaltar que as cicatrizes de qualquer procedimento cirúrgico só podem ser expostas ao sol sem proteção após um ano. “Para que o resultado não seja comprometido é preciso seguir à risca todas as recomendações médicas”, finaliza Lozano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.