Versão original da novela Terra Nostra nunca mais poderá ser reexibida

Há 22 anos atrás tivemos a oportunidade de assistir atentamente o último capítulo da novela Terra Nostra (Globo), uma das tramas das oito de maior sucesso do canal, mas o que poucos sabem é que a versão original do projeto provavelmente não será mais exibida.

Indo ao ar entre 20 de setembro de 1999 e 2 de junho de 2000, Terra Nostra acabou se tornando em mais um tesouro para a emissora carioca, com uma ótima audiência a trama de Benedito Ruy Barbosa teve um sucesso enorme, vale lembrar que anos antes o autor ainda obteve o resultado positivo de O Rei do Gado (1996).

A novela que foi dirigida por Jayme Monjardim, abordou o romance de Matteo (Thiago Lacerda)Giuliana (Ana Paula Arósio) do qual foi o grande foco da história, a reprise da trama no Viva, no ano de 2019, ocasionou diversas reclamações, isso porque foi disponibilizada a versão internacional da produção, que contava com 150 capítulos, ao contrário da original, que havia 221 episódios.

E no momento em que chegou no Globoplay, em 2020, foi realizado o mesmo procedimento, o grande fato por trás disso é que a versão original da trama provavelmente nunca mais será vista em nenhum canal ou plataforma pelo fato dos direitos autorais ligados com a trilha sonora internacional da novela.

Leia Mais: Mirando ótimo resultado em Pantanal, Globo cogita remake das novelas Renascer e Terra Nostra

Em uma nota enviada em 2019, o canal Viva confirmou os problemas. “Após o título ser selecionado e a checagem de direitos autorais realizada, o Viva se deparou com impedimentos relacionados aos direitos autorais. A versão que está no ar, com 150 capítulos, é a exibida internacionalmente pela Globo e a única disponível, sem prejuízos à trama”, relatou o comunicado.

SIGA O ATITUDE E VISÃO NAS REDES SOCIAIS

Leia Também:

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

DESTAQUES:

Você não pode copiar o conteúdo desta página