As piores novelas da Globo - Lista atualizada

A TV Globo, outrora referência mundial em telenovelas, enfrenta um período sombrio em sua teledramaturgia.

Por: Atitude e Visão

Elas por Elas (2023)

A ousada aposta em uma obra contemporânea para o horário das seis resultou na pior audiência da faixa em toda a sua história. A trama, que se arrasta até março de 2024, caminha para consolidar esse recorde negativo.

Fuzuê (2023)

A estreia de Gustavo Reiz, ex-autor da Record, gerou grande expectativa, mas a empolgação logo se dissolveu com a queda constante de audiência a cada capítulo.

Travessia (2022-2023)

A tecnologia como pano de fundo e a ressaca do sucesso de Pantanal (2022) decretaram o fracasso da novela de Gloria Perez, que se consolidou como a segunda pior audiência da faixa das nove em mais de 50 anos.

Cara e Coragem (2022-2023)

Nem a presença de estrelas como Paolla Oliveira e Taís Araujo foi capaz de salvar a trama de Claudia Souto, que decepcionou com uma história fraca e sem carisma, levando a uma fuga em massa dos telespectadores.

Um Lugar ao Sol (2021)

A novela de Lícia Manzo ostenta o título nada invejável de pior audiência da história do horário das nove, com míseros 22,3 pontos de média.

Nos Tempos do Imperador (2021)

A continuação de Novo Mundo não foi suficiente para evitar a queda de audiência da novela de Thereza Falcão e Alessandro Marson, que figura entre as mais criticadas da emissora.

Terra e Paixão (2023-2024)

Apesar de um final positivo, a trama de Walcyr Carrasco não conseguiu escapar do destino cruel das novelas com baixa audiência, ocupando a quarta posição entre os piores desempenhos da faixa das nove.

A crise na teledramaturgia da Globo é um fato inegável. A busca por soluções inovadoras e a necessidade de compreender as novas demandas do público são cruciais para que a emissora possa retomar o caminho do sucesso.

O futuro das novelas da Globo está em jogo. Cabe à emissora rever suas estratégias e investir em histórias que realmente capturem a atenção do público, reconquistando a hegemonia que outrora ostentava.

Saiba mais