5 coisas que a nova série de fantasia da Netflix fez certo

Publicidade

Amamos as séries de fantasia da Netflix, mas nem sempre são tão boas quanto Sombras e Ossos (Shadow and Bone), pois com essa série eles superaram seus trabalhos anteriores, encontrando um equilíbrio perfeito entre romance e aventura.

Continua após as recomendações

É por isso que queremos compartilhar com vocês 5 coisas que a adaptação dos livros de Leigh Bardugo fez bem.

 Ben Barnes como Darkling

O General Kirigan, também conhecido como The Darkling, é mais jovem nos livros de Leigh Bardugo, mas mesmo assim para Ben Barnes ele era tão negro esse personagem. Sua aparência mais adulta que a da protagonista, Alina, demonstra o desequilíbrio de poder que existe na relação e como ele a manipula com mais facilidade. Além disso, o ator britânico já tinha experiência em interpretar personagens vilões ou moralmente questionáveis ​​graças aos seus papéis em O Justiceiro, Westworld e Dorian Gray, então adoramos que ele tenha feito o personagem Darkling. Nós realmente entendemos o personagem e de onde vieram suas motivações com a atuação de Barnes. Até sentimos pena dele, embora não o perdoemos!

As muitas histórias contadas

Ao contrário de The Witcher, outra série de fantasia da Netflix, Sombras de Ossos alcança harmonia com as várias histórias contadas ao mesmo tempo. Os que mais pesam ao longo da temporada são: o de Alina no Palacete e o dos Ravens que tentam sequestrá-la para arrecadar uma grande quantia em kruges. Nenhuma das histórias fica entediante ou tediosa e elas complementam perfeitamente a ação uma da outra.

Além da estrutura linear, outro aspecto que ajuda muito o espectador a entender melhor todas as tramas e subtramas da série é que os nomes dos países / cidades são mostrados na tela para entender onde os personagens estão localizados.

Construindo romance

Romance é um dos pontos fortes da série e não parece deslocado ou explorado demais. Por um lado, temos o triângulo amoroso entre Alina, General Kirigan e Mal, e por outro, o resto dos casais secundários, incluindo Inej e Kaz, e Nina e Matthias. Embora a química natural dos atores fosse importante para nos apaixonarmos completamente por essas relações, foram os diálogos entre os personagens que foram a chave para esse sucesso.

A gradual tensão romântico / sexual entre Alina e Kirigan, que culminou mais tarde em um beijo apaixonado, bem como as divertidas interações entre Nina e Matthias, que não eram apenas inimigos, mas também pólos opostos, nos encantaram. Em outras palavras, a série leva tempo para desenvolver suas relações, de uma forma orgânica para a história em geral.

Inclusão da comunidade LGBT + e do elenco diversificado

A Netflix quase nunca falha com a inclusão da comunidade LGBT + em suas produções, por exemplo, temos personagens gays em Cursed e em Carta ao Rei, embora em The Witcher ficou nos devendo. Portanto, é muito encorajador e satisfatório ver Jesper, um personagem bissexual, em Sombras de Ossos. Sua orientação sexual é tratada como algo normal dentro do mundo criado na série. Jesper até teve um caso passageiro com um garçom e essa atração nos é mostrada abertamente. Além disso, o personagem não tem um final trágico como em outras histórias onde recorrem ao clássico e detestado “Enterre seus gays”

Por outro lado, desde o primeiro momento podemos perceber a diversidade do elenco. Por exemplo, a personagem principal Alina é interpretada por Jessie Mei Li, uma atriz inglesa de ascendência chinesa. E gostamos que a série trate do racismo dentro de sua trama porque não está nada longe da realidade atual.

Personagens cativantes

Os personagens são bem construídos, não achamos que haja um único de que não gostemos. E é que cada um tem uma personalidade única e um passado que nos faz sentir empatia por eles. Embora devamos dizer que Kaz, Jesper e Inej rapidamente se tornaram nossos personagens favoritos graças às suas interações hilárias. Além disso, suas habilidades se complementam para que, juntos, formem uma grande equipe.

Por outro lado temos The Darkling, que tem alguns dos melhores diálogos da série e um enorme carisma apesar de ser o vilão da história.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

REDES SOCIAIS

6,996FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
1,096SeguidoresSeguir

ÚLTIMAS POSTAGENS

Gênesis: Jesus aparece no rumo de Abraão e faz profecia para Sara

Logo após firmar uma parceria com Deus e alterar seu nome, Abraão (Zécarlos Machado) cruzará o caminho de Jesus (Dudu Azevedo) no meio do deserto em Gênesis...