terça-feira , 18 junho 2024
Ínicio Vida e Estilo Conheça mitos e verdades sobre o chá, uma bebida milenar
Vida e Estilo

Conheça mitos e verdades sobre o chá, uma bebida milenar

290

Versátil e agradável, o chá é uma bebida milenar capaz de chamar a atenção de qualquer paladar. Originário da China, a sua história ainda é um mistério, mas existem relatos que indicam que o produto surgiu há cerca de 5 mil anos atrás, quando um imperador estava fervendo água ao ar livre e algumas folhas de uma planta próxima caíram na panela. Já outros registros históricos revelam que a descoberta aconteceu durante a dinastia Zhou (1046-265 a.C) onde o item era usado como prática medicinal. De qualquer maneira, muito mais do que um momento de relaxamento, o produto vem se mostrando ao longo do tempo uma figura estratégica para uma rotina focada no bem-estar.

De acordo com Sylvia Ramuth, diretora técnica do Emagrecentro, referência nas áreas de emagrecimento e estética corporal, além de proporcionar a hidratação do corpo, a depender do tipo e do preparo, o item também pode auxiliar em questões de saúde como pressão e digestão, podendo até mesmo ser utilizado em processos de emagrecimento, como por exemplo, para combater aquela sensação de inchaço.

“Existem certos chás que podem ajudar a desinchar por conta de suas propriedades diuréticas, anti-inflamatórias e digestivas. Entre os principais, é possível citar o de dente-de-leão, hibisco, gengibre, cavalinha e chá verde”, indica Sylvia. Diante desse contexto, a especialista ainda faz o alerta de que é importante consumir o líquido em paralelo a uma alimentação já equilibrada.

Veja também:

Bahamas, o paraíso do ecoturismo!

Hematoma subdural: o que aconteceu com o ator Tony Ramos

Explore os tesouros submarinos de Andros, nas Bahamas

“Algumas pessoas podem acreditar que beber chá é sinônimo de compensação para uma dieta pouco saudável ou hábitos de vida sedentários. A verdade é que nenhuma bebida pode compensar uma alimentação rica em alimentos processados, açúcares adicionados e gorduras trans e nem substituir a importância da atividade física regular. Aqui, é válido ressaltar que há quem acredite erroneamente que substituir refeições por chá ajudará na perda de peso. Na prática, isso pode levar a deficiências, além de não ser uma estratégia sustentável para o emagrecimento a longo prazo”, explica a diretora.

Pensando em desmistificar as ideias sobre redução de inchaço que rodeiam a bebida milenar, Sylvia aproveitou o Dia Internacional do Chá (25) para listar os principais mitos e verdades sobre o tema. Confira abaixo:

  1. Somente o consumo do chá ajuda na perda de peso significativa
    Mito. “A bebida não é uma solução mágica para um rápido emagrecimento. Na realidade, a perda de peso saudável geralmente requer uma combinação de uma alimentação equilibrada, exercícios físicos e hábitos de vida saudáveis”, diz a diretora.
  2. O chá tem propriedades de quebra de gordura
    Mito. “É importante esclarecer que embora alguns chás possam ter propriedades que ajudam na digestão, aceleram o metabolismo ou reduzem o apetite, não existe evidência científica sólida de que o líquido queima gordura”, revela a especialista.
  3. Cada tipo de chá para desinchar exige um período de consumo diferente
    Verdade. Idealmente todos os chás podem ser consumidos ao longo do dia até às 16h, mas nos casos dos com propriedades diuréticas e digestivas, é necessário se atentar aos horários de consumo. “É recomendável tomar uma xícara do chá de dente-de-leão antes das refeições para ajudar na digestão e uma xícara antes de dormir para aproveitar suas propriedades diuréticas. O mesmo vale para o chá de hibisco, que quando ingerido antes das refeições principais, pode ajudar a controlar o apetite e a reduzir a ingestão alimentar. Já o chá de gengibre deve ser evitado à noite porque interfere no sono de algumas pessoas. Por sua vez, o de cavalinha e o verde são frequentemente usados pela manhã para obter um impulso de energia suave, visto que contém cafeína, e  para ajudar a estimular a eliminação de líquidos e reduzir o inchaço ao longo do dia” pontua Sylvia.
  4. Não há contra indicação para os chás que driblam o inchaço
    Mito. Embora muitos chás possam ser consumidos com segurança pela maioria das pessoas, é importante notar que alguns indivíduos podem ter condições médicas específicas, alergias ou sensibilidades que os tornam mais propensos a experimentar efeitos colaterais ou complicações ao consumir certos tipos da bebida. “Para quem toma medicamentos regularmente ou apresenta condições médicas específicas, como pressão arterial baixa ou alta descontrolada, problemas renais, distúrbios gastrintestinais, está gestante ou amamentando, é fundamental consultar um profissional de saúde antes de iniciar o consumo”, orienta a diretora.
Compartilhar: