Especial Thalia 50 anos: Relembre momentos icônicos da carreira da diva latina

Publicidade

Ariadna Thalía Sodi Miranda nasceu na Cidade do México em 26 de agosto de 1971. É filha de Ernesto Sodi Pallares, cientista, criminalista e escritor, e de Yolanda Miranda Mange, uma empresária.

Ariadna Thalía, que conhecemos mais pelo nome do meio de origem olímpica e divina, é a mais jovem de cinco irmãs: Laura Zapata, Federica, Gabriela e Ernestina Sodi completam o quinteto.

Com apenas um ano de vida, já dava os primeiros passos para ser uma estrela: apareceu em um comercial de refrigerante. E, aos quatro anos, já fazia aulas de piano e balé no Conservatório Nacional. Claro, seu primeiro sonho era ser uma ginasta olímpica, tendo Nadia Comaneci como modelo.

Na verdade, Thalía praticava esportes desde criança, principalmente ginástica, mas também beisebol. Além disso, no Liceo Francés Mexicano, onde concluiu o ensino fundamental, foi uma aluna brilhante que também sonhava com a biologia ou a psicologia como possíveis carreiras.

Cantora e Atriz Thalia mergulhada no vermelho paixão

E é que a veia artística e profissional em Thalía é completamente multifacetada. Ela não é apenas uma cantora e atriz, ela também escreveu vários livros.

São eles: “¡Belleza! Lecciones sobre el lápiz labial y la felicidad” (2007); “Thalía: ¡Radiante! Guía para un embarazo fabuloso” (2009); “Cada día más fuerte” (2011); e “Chupi el Binky que regresó a su hogar” (2013).

Porém, o fato de ir ao teatro com a irmã desde muito jovem a fez mudar sua vocação, despertando aquela estrela que estava destinada a ser.

Rainha das Novelas

Embora apenas um ano antes da morte de seu pai Thalía já tivesse aparecido no filme “La guerra de los pasteles” (1979), seu nome não apareceu nos créditos. E foi em outro formato de trabalho televisivo onde tudo começou: as novelas mexicanas

Pois com apenas sete novelas em sua filmografia, é considerada por muitos a rainha do gênero, pois suas atuações conquistaram fama internacional. Começou em 1986 com “Pobre Señorita Limantour” e continuou em 1987 com “Quinceañera”, e mais tarde, em 1989, teve seu primeiro papel principal em “Luz y sombra”.

Mas seu maior sucesso de novelas é a chamada “Trilogía de las Marías” . Três novelas dirigidas por Beatriz Sheridan, inspiradas nas radionovelas da cubana Inés Rodena, nas quais as protagonistas se chamavam Maria e eram interpretadas por Thalía, que também deu voz à trilha sonora.

Os títulos são: “María Mercedes” (1992), “Marimar” (1994) e “María la del barrio” (1995-96). Graças a esta última novela a atriz teve um caso na vida real com seu parceiro de ficção, Fernando Colunga e esse amor cruzou as telas durante três anos. Estima-se que a “Trilogia das Marias” foi vista por cerca de um bilhão de pessoas em 180 países do mundo. E é por isso que Thalía é considerada a “rainha das novelas”, apesar de depois deste grande sucesso ter estrelado apenas uma última trama.

'Maria do Bairro' e 'Marimar' estarão disponíveis na (Globoplay)
‘Maria do Bairro’ e ‘Marimar’ estarão disponíveis na (Globoplay)

Foto – Reprodução

Porque no último ano do último milênio, Thalía pôs fim a esta fase de sua carreira novamente com Sheridan em “Rosalinda” (1999), e nesse mesmo ano estrelou o filme “Mambo Café”.

Rosalinda

Talento na música, muito brilho

Ainda criança, Thalía deu os primeiros passos como cantora: aos 9 anos passou a fazer parte do grupo Pac Man e se preparou para participar do programa “Juguemos a Cantar”.

Quando ela tinha 11 anos, o grupo passou a se chamar Din Din. Eles puderam participar de eventos e ter quatro álbuns até sua dissolução em 1983.

Depois de participar como solista em “Juguemos a Cantar”, Thalía passou a fazer parte do Timbiriche, grupo que incluía futuras celebridades como Paulina Rubio, com quem forjou uma rivalidade, além de Benny Ibarra, Erik Rubín e Diego Schoening. Com este último ela se relacionava romanticamente, pois tinha um namoro oficial com Diego.

Enquanto isso, com “Timbiriche”, Thalía gravou até três discos. Mas a jovem destinada a ser uma das grandes estrelas do pop latino tinha que brilhar por si mesma.

Ela voou do ninho e, após estudar inglês, música, canto, dança e atuação na Califórnia, voltou ao México em 1990 e lançou seu primeiro álbum solo, que levou seu nome e foi produzido por seu então parceiro, Alfredo Diaz Ordaz Borja.

Um ano depois foi lançado “Mundo de Cristal”, o segundo e último álbum de Thalía com Alfredo que, infelizmente, faleceu em 1993. “Ainda tenho o anel, o vestido de noiva e os cartões para enviar aos convidados”, confessou melancolicamente a atriz e cantora em 2000.

Sem ele, lançou, em 1992, seu último álbum pelo selo Fonovisa, “Love”. E em 1994 ela assinou um contrato com Emi, então em 1995 “Éxtasis“, seu quarto álbum, foi lançado. Seguiu-se a compilação “Nandito Ako” e o álbum “Amor a la Mexicana” em 1997.

Sucesso inquestionável

Mas com o novo milênio, o álbum que coroaria Thalía como uma estrela internacional digna do trono do pop latino finalmente viu a luz: “Arrasando” (2000) produzido, como “Amor a la Mexicana” de Emilio Estefan.

A partir daí, sua discografia continua prolífica: “El Sexto Sentido” (2005), “Lunada” (2008), “Habítame siempre” (2012), “Amore Mío” (2014), “Latina” (2016), “Valiente ”(2018) e, em 2021,“Desamorfosis”, além de várias compilações.

DesAMORfosis

Por sua vez, apaixonada teve um caso com Jaime Camil, sendo parente de Luís Miguel e Rodrigo Vidal. Mas o vazio em seu coração foi preenchido por Tommy Mottola, que conheceu quando era presidente da Sony Music. Ela se casou com ele em 2000 e eles têm dois filhos.

Jaime Camil e Thalía
Jaime Camil e Thalía

Thalia e Tommy

Totalmente adaptada à era digital, Thalía é especialmente ativa no Instagram, onde toca os 18 milhões de seguidores que apreciam o conteúdo que a artista compartilha, com fotos que arrebatam seus fãs ao mostrar sua perene beleza e carisma; momentos do seu dia a dia ou dicas para aumentar a conscientização.

Por exemplo, ela lançou recentemente uma mensagem para pessoas que sofrem de FOMO (medo de perder algo): “Aproveite a vida, os momentos que você tem. Às vezes, não há problema em pausar tudo e apenas aproveitar a beleza do presente ”, escreveu a artista.

Como retrato de seu poder inabalável, ela também compartilhou uma publicação onde usou um “look” inspirado no de seu hit “Love” e reviveu a coreografia: “Pronto para comemorar meu aniversário virtual? Com “looks” ‘thaliescos’, ousados ​​e divertidos. Para festejar a vida e o meu aniversário no dia 26 de agosto! ”, disse.

E claro que estamos com a artista que reinventou a musa, com a pop star e as novelas latinas, com Thalía, que festeja seu meio século e as décadas que ainda restam para continuar “arrebatadoras”.

Siga o Atitude E Visão nas redes sociais:

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Post Relacionados

Útimas Noticias

Verdades Secretas: Para esquecer Alex e fugir da pressão, Angel pretende se casar com Gui

Com o claro objetivo de esquecer e tirar de vez Alex (Rodrigo Lombardi) da sua cabeça, Angel (Camila Queiroz) estará decidida em investir em outro amor...

Gênesis: Kamesha passa por apuros e acaba sofrendo castigo pela morte de Amarilis

Ao que tudo indica, a morte de Amarilis (Marianna Alexandre) cairá na conta de Kamesha (Kizi Vaz) em Gênesis (Record TV), Sheshi (Fernando Pavão) partirá para cima...

Ti-Ti-Ti: Renato surpreende com declaração para Marcela, mas decide colocar um ponto final

Renato (Guilherme Winter) decidirá ir até o apartamento de Marcela (Isis Valverde) e com isso ele a surpreenderá em Ti-Ti-Ti (Globo), indo contra todas as expectativas,...