terça-feira , 28 maio 2024
Foto: Reprodução/Instagram
Ínicio Vida e Estilo Beleza Harmonização Facial: qual é o limite na busca para atingir um padrão?
Beleza

Harmonização Facial: qual é o limite na busca para atingir um padrão?

587

O cantor Lucas Lucco compartilhou com seus seguidores a insatisfação com o procedimento que realizou ano passado

Como muita gente sabe, principalmente os mais ligados na vida dos famosos nas redes sociais, o procedimento de harmonização facial tem feito cada vez mais adeptos. De acordo com o Google Trends, houve um aumento grande no número de pesquisas sobre o termo no segundo semestre de 2020, após personalidades como Wesley Safadão e MC Brinquedo aderirem à moda. Além disso, o tópico é sempre um divisor de águas, por muitas pessoas acharem os resultados do procedimento exagerados, o que acaba gerando debates nas redes sociais.

Recentemente, o cantor Lucas Lucco compartilhou sua insatisfação com a própria harmonização, realizada em 2019, e como ele procurou reverter este processo. Então, ficam várias dúvidas para quem tem o interesse de fazer esta correção no rosto. É possível realizar o procedimento sem ficar com aquela aparência ‘caricato’ criticada por muitos? E, mais importante, é possível reverter os efeitos?

Segundo o Dr. André Borba, especialista em oculoplástica pela Universidade da Califórnia e um dos autores do livro Técnicas de rejuvenescimento facial: Toxina botulínica e MD Codes, a técnica da reversão, assim como o preenchimento, funciona através de aplicações. O ácido hialurônico, usado na harmonização facial, se dissolve naturalmente, dentro de 12 a 18 meses. “Mas caso o paciente queira remover os efeitos rapidamente, é aplicada uma enzima chamada Hialuronidase, que vai acelerar a dissolução deste preenchedor”, explica.

Leia Também: 

A harmonização é um método complexo, que mapeia matematicamente as feições do rosto, para que ele seja preenchido em lugares específicos buscando a simetria e o embelezamento. Isso quer dizer que não existe uma única fórmula ou um padrão, pois cada rosto tem uma estrutura óssea e uma distribuição de gordura diferentes, assim como um padrão de força muscular. Ou seja, o que fica bom em alguém pode não ser o ideal para outras pessoas.

No final, o foco é ficar confortável em seu próprio corpo. Por isso, o especialista destaca a importância de pesquisar e se informar sobre o médico escolhido, principalmente na hora de realizar procedimentos estéticos. “Quando cuidamos de uma parte tão fundamental como a autoestima do paciente, temos de ter a responsabilidade de deixá-lo na melhor versão de si mesmo”, finaliza.

Compartilhar:

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Relacionadas

Rejuvenescimento facial com fios de PDO: sustentação e estímulo de colágeno

Os fios de PDO são filamentos inseridos na camada subcutânea da pele,...

Especialista traz dicas para preparação de pele seca na maquiagem

As baixas temperaturas são um desafio para a pele, uma vez que...

Quer fugir do clássico? Confira tendências para incluir na maquiagem de noiva

O mês de maio traz consigo um importante significado, por celebrar um...

De rosé a azul royal – confira os tons que são tendência para as unhas durante o mês das noivas

Quando se pensa no mês das noivas, visuais clássicos e discretos são...