domingo , 14 abril 2024
Ínicio Record Resumo A Terra Prometida: capitulos de 15/04 a 11/06/2024
RecordResumo Das NovelasResumo Das Novelas Da Record

Resumo A Terra Prometida: capitulos de 15/04 a 11/06/2024

2.1k
Compartilhe

Confira o resumo da novela A Terra Prometida de que vai ar ao entre os dias 15/04 a 11 de junho 2024, às 15h30 na Record TV fique por dentro de tudo que acontecerá.

Saiba o que vai acontecer na novela nos próximos dias    

Capítulo 139 – segunda 15 de abril

Léia sede a pressão de Samara e revela que Yana é mãe de Aruna. Os hebreus arrastam o corpo de Yussuf e conquistam a cidade inimiga. Samara diz que dará um jeito para fazer com que Yana e Aruna sofram. Ioná conversa com Mara e avisa que não ficará longe de Elói. Léia implora para Samara não fazer besteira. Salmon reencontra Raabe e Lila. Josué discursa para o povo. Talmal volta ao acampamento. Aruna se declara para Josué. O líder e Calebe agradecem a ajuda de Talmal. As crianças presenteiam o gigante, que se despede. Acsa pede perdão por ter zombado de Otniel. Calebe se abre com Noemi e diz que Laís se declarou para ele. Em Jerusalém, Ula trabalha na taberna de Lina. Mireu elogia a beleza da ex rainha de Ai. O Oficial do rei avisa sobre a destruição de Ai. Elói lamenta a ausência de Ioná. O rei Adonizedeque diz estar preparado para guerrear contra os hebreus e manda Abul fazer contatos com os reinados vizinhos. Josué fala para os guerreiros que a jornada ainda não terminou. Mireu consegue agradar Úrsula, a filha mimada do rei Adonizedeque. Calebe e Noemi devolvem o punhal dado por Laís. Enciumada, a moça fica remoendo o ódio. Salmon e Josué anunciam seus casamentos com Raabe e Aruna. Furiosa, Samara chora e diz já saber como se vingar. Ioná diz aceitar morar com Elói. Elias tenta amparar Jéssica. Mara tenta impedir a filha de abandonar sua tenda, mas Ioná se mostra decidida. Descontrolada, Jéssica segue chorando, tropeça e acaba caindo em um riacho. Samara procura Quemuel e diz que ele precisa impedir o casamento de Aruna e Josué. A vilã ameaça o próprio pai e diz que contará a todos sobre a verdadeira mãe de Aruna. Samara ameaça Quemuel e diz que contará a todos sobre a verdadeira mãe de Aruna.

Capítulo 140 – terça 16 de abril

Iru vê Jéssica se afogando e salva sua vida. Quemuel conversa com Samara e revela toda a verdade. Iru diz que Jéssica encontrará um novo amor. Léia repreende a atitude da filha. Elói e Ioná se instalam na nova tenda. Mara aparece para conhecer o local. Samara continua chantageando Quemuel. Elidade presenteia Rune com uma cela especial que o possibilita andar a cavalo. Raabe se prepara para o casamento. Quemuel e Samara seguem para a tenda de Josué. O veterano diz permitir a união entre ele e Aruna. Samara fica possessa. Aruna conversa com Ioná e mostra o vestido de noiva. Orias se declara para Milah. Eleazar dá início à cerimônia. Samara observa com raiva. Elói se emociona.

Capítulo 163 – quarta 17 de abril

Gael começa a se expressar mais. Escondida, Yana observa o casório. Adonizedeque diz que pedirá os conselhos de duas prisioneiras. Abul explica que o rei mantém a rainha e sua mãe aprisionadas. No acampamento, Iru se recorda de Melina. Ele vê Jéssica chorando e a ampara. Com raiva, Laís observa Calebe. Adonizedeque diz que formará uma coalisão invencível com os reis vizinhos. Os noivos recebem o carinho dos convidados. Isaque chama Adélia para uma dança. Orias diz amar Raabe. Salmon agradece todo o apoio de Zuma. Raabe diz que tratará Lila como uma filha. Elias se irrita com as reclamações de Mara e Jogli. Na taberna de Lina, Mireu trata Ula com carinho e delicadeza. Otniel chama Acsa para dançar. Quemuel diz torcer pela felicidade de Aruna. Samara constrange Yana e pede para ela dar os parabéns aos noivos. Josué se declara para Aruna. Oito meses se passam. Grávida, Raabe recebe o carinho de Salmon.

Capítulo 141 – quinta 18 de abril

Livana cuida de seus dois bebês gêmeos. Boã, Sama e Ruth paparicam a menina que nasceu. Josué diz que é preciso estarem preparados para uma nova guerra. No palácio de Jerusalém, Adonizedeque recebe os reis de Hebron, Jarmute, Laquis, Eglon e Gibeão. Milah se desespera ao notar uma mancha branca na pele. Orias tenta saber o que está afligindo Milah, mas ela esconde a mancha na pele. Adonizedeque conversa com os outros reis. Os monarcas Pirã e Debir se mostram preocupados. Zaqueu volta a treinar com os outros guerreiros. Tobias fica irritado. Maquir se distrai ao prestar atenção em Rune e Livana. Aruna tem dificuldades em preparar um bom almoço para Josué. O rei Zareg diz aceitar a proposta da aliança com Adonizedeque. Josué e Aruna seguem em direção à tenda de Calebe. Samara e Tobias lamentam a falta de seus grandes amores. Maquir tenta disfarçar a preocupação com o relacionamento de Rune e Livana. Ele desabafa com Haniel e diz ter algo mal resolvida com uma moça. O chefe tribal aconselha o filho a pedir perdão a ela. Milah conta para Orias sobre a sua suspeita de estar com lepra.

Capítulo 142 – sexta 19 de abril

Adonizedeque e os outros reis formam a ‘coalizão invencível’. Úrsula diz não confiar no monarca Zareg. Aruna e Josué almoçam com Noemi e Calebe. Adonizedeque faz um ritual pedindo proteção aos deuses. Yana se oferece para ensinar Aruna a cozinhar. O rei Zareg conversa com Bogotai, o general de Gibeão, e com Racal, o sacerdote. Zareg avisa que não pretende formar aliança com Jerusalém, mas sim com os hebreus. Orias e Milah procuram Darda. Com ódio, Laís observa Calebe e Noemi. Milah se desespera ao ouvir Darda dizer que ela está com lepra. Mireu se abre com Ula e revela seu sentimento por ela. Josué é avisado sobre a doença de Milah. O líder avisa que ela deverá deixar o acampamento. Mara fica satisfeita com a situação de Milah. Jéssica se mostra preocupada. Salmon consola Raabe. Aiúde reclama da falta de compaixão de Mara. Raabe tenta amparar os irmãos. Jogli e Paltiel conversam e concordam com Mara. Orias diz que seguirá com Milah para fora de Gilgal. Com um punhal na mão, Laís se aproxima de Noemi com expressão de ódio.

Resumo A Terra Prometida: capítulos de 22 a 26 de maio

Capítulo 143 – segunda 22 de abril

Inês chega e a moça se esconde com o punhal. Milah e Orias chegam a uma caverna e encontram outros leprosos. Úrsula diz não gostar do rei Zareg. Josué e Aruna visitam Salmon e Raabe. Laís espera Inês ir embora e ataca Noemi com o punhal. Calebe se preocupa com a demora da esposa. Noemi tenta acalmar Laís. Acsa e Otniel procuram por Noemi no acampamento. Os reis conversam na ausência de Adonizedeque. Racal e Bogotai se mostram receosos com o plano do rei Zareg de juntar aos hebreus. Yana conversa com Aruna e dá alguns conselhos culinários. Samara pede a ajuda de Tobias para matar Yana. Josué elogia o almoço preparado por Aruna. Bogotai conversa com Racal e Zareg. Ele diz ser filho de Cosby e revela seu desejo de se vingar de Finéias.

Capítulo 144 – terça 23 de abril

Acsa e Otniel procuram por Noemi em todo o acampamento. Zareg convence Racal e Bogotai de se infiltrarem em Gilgal. Milah agradece o apoio de Orias. Elias pergunta se Jéssica não se interessaria em Iru. Com mania de limpeza, Haniel limpa os objetos de sua tenda. Rune, Elidade, Livana e Laila se divertem com os bebês. Ruth toma conta de sua criança. Adonizedeque se despede de Zareg, Racal e Bogotai, que deixam o palácio. Bogotai vai até a taberna e oferece ouro em troca do favor de Lina. Aruna se oferece para ir com Elói até o celeiro. Bogotai pede um monte de roupas velhas. Elói e Aruna chegam no celeiro e se deparam com Noemi sendo atacada por Laís. Bogotai recebe as roupas velhas e pede alimentos estragados. Otniel e Acsa quase se beijam, mas são interrompidos por Iru. Elói avisa Calebe sobre o ataque no celeiro. Com os alimentos estragados e as roupas velhas, Zareg e os nobres deixam Jerusalém rumo ao acampamento hebreu. Na caverna dos leprosos, Milah se espanta ao ver o mesmo moribundo que a atacou. Zareg, Racal, Bogotai e o restante da comitiva se vestem como hebreus e seguem em direção à Gilgal. Calebe chega e tenta impedir que Laís faça alguma besteira. Calebe chega e tenta impedir que Laís faça alguma besteira. Iru aproveita o momento oportuno e consegue desarmá-la. Aruna oferece amparo à Laís. Orebe, o leproso que atacou Milah, diz que alguém o pagou para passar a doença para a família de Raabe. Noemi diz que perdoa Laís.

Capítulo 145 – quarta 24 de abril

Eleazar oferece ajuda à moça. Orias diz que avisará Raabe para ter cuidado. Raabe tenta consolar Nobá. Úrsula diz não confiar em Zareg. Adonizedeque diz que pedirá os conselhos de suas prisioneiras. A princesa implora para o pai deixá-la ver a mãe e a avó, mas o rei se recusa a atendê-la e a menina chora. Ula agradece pelo carinho e atenção de Mireu. Mara vai até a tenda de Ioná e se desentende com Elói. Lina diz que tentará ajudar Mireu a conquistar Ula. Ela também diz que Bogotai pagou caro por roupas velhas. Ioná concorda com a reclamação de Elói sobre Mara. Noemi agradece a Deus por estar com sua família. Tobias e Zaqueu se desentendem e Salmon chama atenção dos guerreiros. Maquir se incomoda com a presença de Runa no treinamento. Léia escuta Samara conversar com Tobias e descobre que o filho também se envolveu na morte de Abel. Salmon permite que Rune volte a treinar com sua cela especial para montaria. Samara e Tobias dizem que são o reflexo de Léia. Elidade e Laila se enchem de felicidade com a família. Aruna se comporta de maneira séria e formal. Josué estranha o comportamento dela. Enciumada, Léia reclama da demora de Quemuel. Yana passa alguns ensinamentos para Aruna. Raabe cuida dos irmãos. Lila chega e avisa sobre a presença de um grupo de pessoas estranhas se aproximando do acampamento. Ula se abre com Lina e diz que não pensa em novo marido. Josué e os guerreiros encontram o grupo de Zareg. O rei mente e diz que são de um lugar distante, que vieram para se juntar aos hebreus. Maquir pede perdão à Livana. Josué recebe o grupo de Zareg no acampamento. Haniel tenta animar Maquir. Tirda avisa que Josué está chamando para uma reunião. Os hebreus permitem que os forasteiros fiquem na tribo Naftali. Orias encontra com Raabe e diz que alguma mulher está tentando fazer mal a ela.

Capítulo 146 – quinta 25 de abril

Bogotai reconhece Finéias e o olha com maldade. Bogotai reconhece Finéias e o olha com maldade. Racal sorri para Mara. Zareg agradece a hospitalidade dos hebreus. Bogotai tenta se aproximar de Finéias. Raabe agradece o aviso de Orias. Bogotai se enturma com os familiares de Calebe. Orias se reencontra com Milah. Salmon questiona Jéssica, que diz não ter não saber de nada sobre o leproso. Racal se apresenta para Mara. Isaque e Pedael recebem Zareg. Haniel cobra organização dos filhos. Noemi diz que Acsa e Otniel formariam um belo casal. Jéssica comenta com Mara sobre a desconfiança de Salmon. Zaqueu acusa Tobias de ter sabotado suas armas.

Capítulo 147 – sexta 26 de abril

Aiúde questiona o encontro de Mara com Jéssica. Ela desconversa. Samara e Léia reclamam da presença dos forasteiros no acampamento. Jéssica agradece pela companhia de Iru. Enciumada, Léia pergunta se Quemuel se encontrará com Yana. Ele nega. Josué diz que Aruna não deve se cobrar tanto e se declara para ela. Léia diz que precisa falar com Tobias. Racal e Bogotai são bem tratados por Eleazar e Finéias. Enquanto passeiam pelo acampamento, Léia diz ter visto Adara e Samara pensa que a mãe está louca. Felizes, Josué e Aruna dançam. Léia para a mulher e vê que não é Adara. Lina e Mireu conversam sobre a princesa Úrsula. Adonizedeque impede que Abul o acompanhe na visita às prisioneiras. Mireu diz que vai esperar o tempo certo para conquistar Ula. Adonizedeque se consulta com a rainha e a rainha-mãe, as prisioneiras. Laís pede perdão à família de Calebe. Zareg agradece a recepção de Pedael. Elias trata Jéssica com educação. Milah pede proteção a Deus. Bogotai diz não ver a hora de executar Finéias. Zareg diz que Bogotai não deve pensar em se vingar de Finéias agora. O mensageiro do reino de Gibeão procura por Zareg no palácio de Adonizedeque. Mireu avisa que os nobres foram vistos comprando roupas velhas na taberna de Ula. O rei de Jerusalém avisa que é preciso descobrir o que está acontecendo. Josué e Aruna jantam na tenda de Quemuel. Samara fica enciumada.

Resumo A Terra Prometida: capítulos de 29 a 03 de maio

Capítulo 148 – segunda 29 de abril

Raabe diz que Mara pode ser a culpada pelo ataque do leproso. Samara diz que acabará com a felicidade de Aruna. Úrsula que não confia no rei Zareg. Disfarçados, Zareg, Racal e Bogotai fingem gostar da companhia dos hebreus. Adonizedeque pede para Mireu refazer o caminho de Zareg. Ula diz não saber do paradeiro dos nobres. Léia se desespera ao ter um pesadelo. Quemuel a ampara e se declara para a esposa. Aruna agradece pelos conselhos de Yana. Eleazar fala sobre Finéias com Bogotai. Samara conversa com Tobias e diz que é preciso acabar com Yana. Adonizedeque recebe Hoão, rei de Hebrom, e Jafiá, monarca de Laquis. Eles planejam dizimar o povo hebreu. Zareg se finge de bom moço e agradece a hospitalidade de Josué. Racal dá em cima de Mara. Adonizedeque, Hoão e Jafiá entram em um acordo e comemoram a aliança. Elias mostra interesse em Láis. Léia aconselha Samara a esquecer Aruna.

Capítulo 149 – terça 30 de abril

Em conversa com Abul, Adonizedeque diz que acabará com o Exército de Israel. Otniel vê Bogotai conversando com Acsa e o chama para treinar. Raabe chama Salmon para interpelar Mara. Samara reclama da postura de Léia em relação a Quemuel. Adonizedeque ouve falar de Ula e decide ir disfarçado à taberna com os outros reis. Bogotai começa a pegar pesado no treinamento com Otniel. Zaqueu questiona a atitude violenta do estrangeiro. Adonizedeque corteja Ula. Hoão e Jafiá reconhecem a moça e fazem reverência à rainha. Orias cuida de Milah. Raabe e Salmon questionam Mara sobre o ataque do leproso. A vilã nega, mas destrata a cananeia. Raabe então começa a passar mal e diz que o bebê está nascendo. Salmon leva Raabe às pressas para a tenda deles e diz que vai chamar Darda. A curandeira, Chaia e Yana tentam fazer o parto. Raabe sente muita dor e grita. Darda avisa à Yana que será um parto muito difícil.

Capítulo 150 – quarta 01 de maio

Zaqueu relata o acontecido no treinamento para Josué e Calebe. O arqueiro avisa que Bogotai foi muito agressivo e quase machucou Otniel. Josué pede que ele fique de olho no estrangeiro. Aruna chega e diz que o bebê de Raabe e Salmon está nascendo. Mireu e Adonizedeque ficam pasmos diante dos reis que reconheceram Ula como rainha. Lina diz que não há dúvidas que Ula é a rainha de Ai. Adonizedeque pede que o general prepare o palácio para receber a rainha e suas histórias. Ele pega a mão de Ula e a beija delicadamente. Mireu fica com ciúmes. Josué e Aruna chegam até a tenda de Salmon, que espera por notícias do parto. Aruna e Yana incentivam Raabe, enquanto Darda e Chaia tentam fazer o parto. O bebê não nasce e Raabe começa a perder os sentidos. Ela grita de dor e pede ajuda a Deus. Amparado por Josué, Salmon se emociona ao ouvir o choro da criança. O guerreiro dá o nome ao filho de Boaz. Orias ampara Milah. Um leproso avisa que Orebe está muito mal. Em conversa com Léia, Samara diz que é preciso tirar a vida de Yana. Léia proíbe que os filhos façam algo contra a mãe de Aruna. Haniel permanece tomando banho por horas. Léia conta a Samara que tentou matar Yana há anos atrás e sempre achou que ela tivesse morrido. Samara diz que pode terminar o serviço mal feito e Léia diz que sentiu alívio quando Yana voltou, pois carregou essa culpa por muito tempo. Samara diz que a mãe pode considerá-la morta, Léia fica pasma. Salmon e Raabe, orgulhosos, mostram seu filho para Aruna e Josué. Josué pega o bebê e diz que ele se tornará um homem valente e forte. Triste, Mireu diz entender porque Ula nunca lhe deu uma chance e diz que Adonizedeque se encantou por ela. Orias diz perdoar Orebe. Jéssica fica triste ao saber do nascimento do filho de Salmon e Raabe. Josué procura Zareg e questiona a atitude de Bogotai no treinamento. Com cara de apaixonado, Iru consola Jéssica.

Capítulo 151 – quinta 02 de maio

Pedael aconselha Elias a agarrar logo Laís. Mireu descobre que Zareg e os nobres foram para Gilgal. Acsa admira Otniel. Maquir pede desculpas a Rune, que fica desconfiado. Iru avisa que trará uma convidada para o jantar. Samara diz a Tobias que a morte de Yana não pode passar daquela noite. Ele concorda, mas diz que precisa de ajuda para se vingar de Zaqueu. Eles se abraçam, cúmplices. Rune e Livana falam sobre a atitude de Maquir. Elias tenta beijar Laís e recebe um tapa. Samara vê a moça chegando nervosa na cozinha coletiva e se oferece para fazer um chá. Iru leva Jéssica para jantar em sua tenda, mas fica envergonhado com os mimos de seus familiares. Samara finge tropeçar e derruba água fervente em Laís. Ela se desculpa e diz que chamará Darda para ajudar. A curandeira vai socorrer a moça e Yana fica sozinha na tenda. Acsa se diverte com o constrangimento do irmão. Mireu consegue ver Zareg, Racal e Bogotai infiltrados entre os hebreus. Jogli repara no cananeu e alerta os demais, mas Mireu consegue fugir. Sorrateiro, Tobias entra na tenda de Darda para executar Yana. Ele percebe que ela está diante de uma tina de água lavando o rosto e empurra a cabeça de Yana. Ela começa a se afogar. Léia chega de repente e se assusta ao ver o filho tentando matar Yana. Ela corre e ordena que ele pare. Tobias vai embora. Yana fica desacordada. Laís agradece pelos cuidados de Darda. Yana acorda e diz que Léia salvou sua vida. Tobias encontra Samara e avisa que Léia chegou no momento do crime. Salmon e Raabe cuidam do bebê Boaz. Na caverna dos leprosos, Milah lamenta a morte de Orebe. Acompanhada de Léia, Yana avisa para Josué e Aruna sobre o ataque. Léia diz estar decepcionada com os filhos. Aruna conforta Yana. Ula conversa com Lina e diz que os reis são homens normais. Adonizedeque conversa com Abul e fala de seu interesse em Ula.

Capítulo 152 – sexta 03 de maio

Josué pergunta se Zareg tem algo a ver com o ataque sofrido por Yana. O falso andarilho nega qualquer envolvimento com o incidente. Jogli procura o líder de Israel e avisa que um cananeu foi visto observando o acampamento. Finéias explica sobre o tabernáculo para Bogotai, que finge interesse. Mireu retorna ao palácio e avisa que Zareg está infiltrado em Gilgal. Adonizedeque sente-se traído. Racal diz que está interessado em Mara. Zareg alerta para o perigo de se envolver com a hebreia. Elias reclama com Pedael pelo mal conselho. Ruth anuncia que está esperando outro filho de Boã. Adonizedeque ordena que Mireu leve um recado escrito em um papiro até Josué. Antes de deixar Jerusalém, Mireu se declara para Ula. Elias se desculpa com Laís. Adonizedeque ordena que tragam Ula até o palácio. Elias convida Laís para um novo jantar. No palácio, Adonizedeque pede para Ula vestir-se como uma rainha. Jéssica conversa com Mara e diz não querer fazer mal a ninguém. A vilã reclama da falta de coragem da moça e diz que Jéssica é uma fraca. Ula aparece deslumbrante na sala do trono. O rei a admira e pede que ela conte uma de suas histórias. Racal dá em cima de Mara, mas ela pede mais respeito. Josué pede para Zareg contar detalhes de sua viagem até o acampamento. Mireu chega até Gilgal. Orias ora a Deus pedindo ajuda à Milah. Adonizedeque e os nobres vibram com as histórias contadas por Ula. O rei pede para ela voltar ao palácio sempre que for chamada. Adonizedeque vai até o quarto para falar com suas prisioneiras. Ele fala que está se interessando em Ula e finge ouvi-las. Ele esbraveja com a Rainha e a Rainha-mãe, até que aparecem os cadáveres delas vestidos, revelando que Adonizedeque é completamente louco. Milagrosamente, as manchas na pele de Milah desaparecem. Orias chora de emoção.

Resumo A Terra Prometida: capítulos de 06 a 10 de maio

Capítulo 153  – segunda 06 de maio

Enquanto conversa com Zareg e Racal, Josué é surpreendido com a chegada de Salmon e Mireu em sua tenda. O oficial de Jerusalém se apresenta e diz ter um recado muito importante de Adonizedeque. Mireu avisa a Josué que está trazendo um recado do rei Adonizedeque. O oficial exige a presença de Zareg e Bogotai. Orias agradece a Deus pelo milagre. Ele e Milah se despedem dos leprosos. Adonizedeque conversa com as caveiras de sua mãe e esposa. Úrsula insiste para vê-las, mas o rei a repreende. Josué descobre que Zareg é rei de Gibeão. Ula conversa com Lina e diz não ligar para a realeza. Josué ordena a prisão dos intrusos. Quemuel parabeniza Léia por ter salvo a vida de Yana. Racal vê os comparsas detidos e foge. Josué avisa que reunirá os outros líderes hebreus. Salmon avisa que ainda falta encontrar um gibeonita. Racal vai até a tenda de Mara e pede ajuda. Aiúde chega e o ameaça. Racal é levado até Josué, que ordena a morte dos três. Jéssica diz que ajudará Elias a conquistar Laís. Zareg avisa que os hebreus juraram proteger suas vidas. Josué reconhece o juramento e diz não poder executá-los. Mireu retorna à Jerusalém e fala sobre o encontro com o líder de Israel. O oficial avisa que Josué tem uma bela esposa chamada Aruna. Adonizedeque avisa que este pode ser um ponto fraco do líder hebreu. Raabe se emociona ao saber que Milah foi curada por Deus. Josué avisa que os intrusos se tornarão servos do povo hebreu. Noemi conversa com Aruna e fala sobre a importância de estarem sempre atentas. Josué avisa que Racal servirá à família de Aiúde, Calebe receberá os serviços de Zareg e Bogotai deverá servir à Finéias. Milah se emociona ao ver o bebê Boaz. Ela e Orias se apresentam a Eleazar. Josué comunica o milagre a todos os hebreus. Josué e Aruna falam sobre o Senhor. Racal se apresenta à Mara como seu servo. Laís e Iru jantam na tenda de Elias.

Capítulo 154 – terça 07 de maio

Noemi conversa com Aruna e fala sobre a importância de estarem sempre atentas. Josué avisa que Racal servirá à família de Aiúde, Calebe receberá os serviços de Zareg e Bogotai deverá servir à Finéias. Milah se emociona ao ver o bebê Boaz. Ela e Orias se apresentam a Eleazar. Josué comunica o milagre a todos os hebreus. Josué e Aruna falam sobre o Senhor. Racal se apresenta à Mara como seu servo. Laís e Iru jantam na tenda de Elias. Mara avisa que dará muito trabalho a Racal. Jéssica e Elias agradecem a visita de Iru e Laís. Mara flagra Racal venerando algumas estatuetas de deuses cananeus. Racal implora para Mara não o denunciar. Ele avisa que pode realizar todos os seus desejos. Adonizedeque pede para Mireu chamar Ula até o palácio. Racal diz ser um grande feiticeiro e avisa que pode se livrar dos inimigos de Mara. Josué diz que pedirá ajuda à Raabe para passar lições de fé aos gibeonitas. Racal oferece ajuda para tornar Mara uma feiticeira. Bogotai implora para Finéias continuar confiando nele. Jéssica pede para Iru ficar mais um pouco em sua tenda. Ula se recusa a acompanhar Mireu até o palácio de Adonizedeque. Mara se interessa na conversa com Racal ao saber que poderá acabar com o casamento da filha. Ela aceita ser a discípula do cananeu, mas pede para ele provar seu poder. Aiúde recebe a visita de Ioná e Elói. Elias pede para ver Laís em breve e ela aceita. Finéias conversa com Bogotai e fala sobre os costumes hebreus. Adonizedeque fica inconformado com a recusa de Ula e pede para Abul tentar convencê-la. O oficial vai até a taberna e a entrega uma grande quantidade de ouro. Iru e Jéssica se beijam. Eles são flagrados por Elias. Adonizedeque recebe Ula no palácio e pede para ela contar mais uma de suas histórias.

Capítulo 155 – quarta 08 de maio

Mara se interessa na conversa com Racal ao saber que poderá acabar com o casamento da filha. Ela aceita ser a discípula do cananeu, mas pede para ele provar seu poder. Aiúde recebe a visita de Ioná e Elói. Elias pede para ver Laís em breve e ela aceita. Finéias conversa com Bogotai e fala sobre os costumes hebreus. Adonizedeque fica inconformado com a recusa de Ula e pede para Abul tentar convencê-la. O oficial vai até a taberna e a entrega uma grande quantidade de ouro. Iru e Jéssica se beijam. Eles são flagrados por Elias. Adonizedeque recebe Ula no palácio e pede para ela contar mais uma de suas histórias. Jéssica diz ter correspondido o beijo de Iru e Elias permite o namoro deles. Aiúde faz reclamações da esposa para a filha e o genro. Mara e Racal seguem em busca de matéria-prima para o feitiço. Enciumada, Úrsula distrata Ula e deixa a sala do trono. Abul conversa com a princesa e diz que fará de tudo para garantir seu futuro reinado. Racal entrega uma poção para Mara e diz que ela precisa sorrir para o feitiço da beleza fazer efeito. A vilã vai para casa e Aiúde diz que ela está deslumbrante. Mostrando sinais de loucura, Adonizedeque conversa com os cadáveres de sua mãe e ex-esposa. Mireu propõe um namoro de fachada com Ula para afugentar o rei Adonizedeque. Mara acorda e percebe que precisa sorrir para notarem sua beleza. Iru avisa aos familiares sobre o namoro com Jéssica. Sama sente tontura e passa mal. Ruth a ampara. Raabe aceita ajudar no trabalho de integração dos gibeonitas. Darda examina Sama e avisa que ela está grávida.

Capítulo 156 – quinta 09 de maio

Mara fica indignada ao saber que Raabe vai liderar um grupo destinado a auxiliar os sacerdotes na educação dos estrangeiros. Mara diz duvidar que Milah esteja curada. Josué avisa que não vai tolerar preconceito no acampamento. Em conversa com Ruth, Sama diz que é melhor não contar nada sobre a gravidez para Boã. Mara provoca a família de Orias. Acsa chama a atenção da megera. Hoão e Jafiá dizem que não seria nada mal raptar Aruna. Otniel diz admirar a atitude de Acsa. Eles se beijam. Adonizedeque diz que é uma grande ideia sequestrar a esposa de Josué. Inês lamenta o preconceito de Mara. Otniel pede a mão de Acsa a Calebe. Adonizedeque conversa em particular com Abul e diz que não manterá a aliança com os outros reis. O monarca de Jerusalém então ordena que capturem a esposa de Josué. Jéssica discute com Mara e diz que não continuará a apoiando. Mostrando sinais de loucura, Adonizedeque conversa com as caveiras da Rainha e da Rainha-mãe. Mireu conversa com Lina e diz estar preocupado com a missão. Temendo se sujar, Haniel diz precisar de luvas para cuidar das ovelhas. Lina percebe o interesse de Ula em Mireu. Mara desabafa com Racal e diz estar decepcionada com Jéssica. O cananeu começa a falar de Baal e outros deuses pagãos.

Capítulo 157 – sexta 10 de maio 

Jéssica se desculpa com Salmon e Raabe. Ela se emociona ao segurar o bebê Boaz nos braços. Inês faça sobre fé com os estrangeiros presentes no acampamento. Tirda, Maquir e Gael brincam com Haniel. Racal e Bogotai dizem querer romper a aliança com Zareg. Haniel diz amar Tirda e os filhos. Léia diz não concordar com as maldades de Samara e Tobias. Abul e Mireu se aproximam do acampamento hebreu. Aruna e Elói saem juntos da tenda para buscarem leite. Mireu observa. Tobias escuta um barulho e corre para averiguar. Abul e outro soldado tentam se esconder. Mireu se aproxima e golpeia Tobias. Samara chega na cozinha coletiva e se depara com Aruna e Elói. A esposa e o criado de Josué ficam constrangidos e deixam o local. Abul e Mireu se confundem e acabam sequestrando Samara. Zaqueu encontra Tobias desmaiado. Mireu procura Lina e diz estar triste por ter sequestrado uma mulher indefesa. Ula o admira. Na tenda de Darda, Tobias desperta com sintomas de falta de memória. No palácio, Abul entrega Samara ao rei Adonizedeque. No palácio, Abul entrega Samara ao rei Adonizedeque. A vilã grita e se debate. Úrsula diz ter gostado da hebreia. Samara percebe que foi confundida com a esposa de Josué.

Resumo A terra prometida: capítulos de 13 a 17 de maio

Capítulo 158 – segunda 13 de maio

Úrsula aconselha Adonizedeque a descumprir o acordo com Samara. Josué coloca alguns guerreiros hebreus para protegerem Aruna. Boã e Sama conversam com Darda sobre a gravidez. Mara entrega o chá preparado por Racal para Ioná. Josué convida Aruna para visitar Salmon. Mara se surpreende ao ver Ioná com Elói. Ela fica irritada com o fracasso de seu plano.

Josué e Aruna visitam Salmon e Raabe. Jéssica convida Laís para jantar em sua tenda. Isaque observa Adélia com admiração. Iru alerta Calebe para o perigo de abrigar Zareg. Prestes a beijar Adélia, Isaque é chamado por Salmon. O guerreiro avisa que Josué ordenou novas buscas. Léia e Quemuel se surpreendem ao ver Samara entrando na tenda.

Capítulo 159 – terça 14 de maio

Samara mente e diz que conseguiu escapar dos sequestradores. Mara beija Racal. Raabe pede para Salmon ter cuidado durante a missão de busca. Adonizedeque avisa Mireu que ele deverá se encontrar no local combinado com Samara para capturar Aruna. Josué ordena que os guerreiros continuem as buscas para encontrar o inimigo.

O líder hebreu estranha o fato de Samara ter conseguido fugir tão facilmente. Tobias revela a Samara que fingiu ter perdido a memória. Léia desconfia da história contada por Samara. Racal e Bogotai reclamam da postura de Zareg diante dos hebreus. Adonizedeque convida Ula para conhecer sua mãe no palácio.

Bogotai diz que vai contratar uma mulher para seduzir Finéias. Ula e Mireu se beijam. Salmon e os outros guerreiros continuam na busca. Cínica, Samara convida Aruna para um passeio, mas a moça avisa que elas precisarão da escolta ordenada por Josué. Mireu ataca Samara e Aruna. Os oficiais cananeus lutam com os guerreiros hebreus.

Mara pede para Racal ajudá-la a afastar de vez Elói de Ioná. O cananeu avisa que é preciso sacrificar um recém-nascido. Adonizedeque reúne os reis da coalizão. Salmon e os outros guerreiros hebreus avistam os cananeus atacando Aruna. Rune se aproxima dos inimigos para proteger Aruna e é golpeado. Ele cai no chão e um oficial cananeu ergue a lança para matar ele.

Capítulo 160 – quarta 15 de maio

Maquir joga-se na frente de Rune e acaba recebendo um golpe fatal para salvar a vida do rapaz. Arrependido e agonizando, o guerreiro pede perdão para Rune e acaba morrendo. Úrsula vai na taberna e faz ameaças à Ula. Mireu foge do acampamento.

Adonizedeque obriga os outros reis a darem uma resposta sobre a coalisão dos monarcas. Josué avisa que Jerusalém irá pagar pelo ataque. Pirã e Debir tramam contra Adonizedeque. Haniel recebe o aviso da morte de Maquir. Adonizedeque fica revoltado ao descobrir que Úrsula ameaçou Ula.

Josué fala com Haniel e diz que Marquir morreu de forma honrosa. Léia fala que não acredita na história que foi contada por Samara. Adonizedeque fala com Úrsula e avisa que irá separar da esposa aprisionada. Salmon e Raabe conversam sobre a morte de Maquir. Úrsula avisa que não vai permitir que o pai se case com Ula.

Capítulo 161 – quinta 16 de maio

Yana fica aliviada ao descobrir que Aruna está bem. Haniel avisa para Gael sobre a morte de Maquir. Sama fica tonta e Ruth ampara ela. Rune fala para Livana que Maquir salvou sua vida. Zaqueu flagra Tobias aproximando-se de Chaia. Temendo ser descoberta, Mara recusa-se a dar um beijo em Racal de novo.

Irritado, Zaqueu fala que não acredita que Tobias está com perda de memória. Adonizedeque fala que vai achar um jeito de capturar a esposa de Josué. Mara fala que precisa sair para um compromisso. Sama passa mal e é levada até Darda. Mireu declara-se para Ula. Isaque pede Adélia em namoro.

Josué fala que a guerra contra Jerusalém já iniciou. Samara finge implicar com Tobias. Darda preocupa-se com o estado de saúde de Sama. Racal fala que Mara poderá tornar-se uma grande feiticeira. Samara fala com Tobias e diz ter uma ideia infalível de acabar com Aruna e Zaqueu no mesmo tempo.

Capítulo 162 – sexta 17 de maio 

Yana fica aliviada ao descobrir que Aruna está bem. Haniel avisa para Gael sobre a morte de Maquir. Sama fica tonta e Ruth ampara ela. Rune fala para Livana que Maquir salvou sua vida. Zaqueu flagra Tobias aproximando-se de Chaia. Temendo ser descoberta, Mara recusa-se a dar um beijo em Racal de novo.

Irritado, Zaqueu fala que não acredita que Tobias está com perda de memória. Adonizedeque fala que vai achar um jeito de capturar a esposa de Josué. Mara fala que precisa sair para um compromisso. Sama passa mal e é levada até Darda. Mireu declara-se para Ula. Isaque pede Adélia em namoro.

Josué fala que a guerra contra Jerusalém já iniciou. Samara finge implicar com Tobias. Darda preocupa-se com o estado de saúde de Sama. Racal fala que Mara poderá tornar-se uma grande feiticeira. Samara fala com Tobias e diz ter uma ideia infalível de acabar com Aruna e Zaqueu no mesmo tempo.

Resumo A Terra Prometida: capítulos de 20 a 24 de maio

Capítulo 163 – segunda 20 de maio

Samara monta um plano com Tobias para todos acharem que Zaqueu matou Aruna. Para tornar-se uma grande feiticeira, Racal fala que Mara deve banhar-se no sangue de cabra. Darda fala que Sama e o bebê correm riscos graves. Léia fala que vai procurar Samara e Tobias para saber o que estão aprontando.

Gael dá conselhos para o pai a falar que ama Tirda. Boã fica animado ao perceber a melhora de Sama. Léia finge flagrar Samara e Tobias tramando o assassinato de Aruna e Zaqueu. Obrigados, Pir]a e Debir falam que aceitam fazer parte da coalizão que foi proposta por Adonizedeque.

Léia fala que irá relatar os filhos caso eles coloquem o plano em prática. Adonizedeque pede que Abul chame Ula até o palácio. Tobias fala para Quemuel que recuperou sua memória. Abul avisa para Ula sobre o chamado do rei. Sorrateira, Mara deixa a tenda pela noite.

Adonizedeque pede que Ula conte uma das suas histórias para os nobres. Mara e Racal começam o ritual com o sangue de cabra. Ula pede para conversas a sós com rei. Úrsula segue eles. Racal joga o sangue da cabra no corpo de Mara, Úrsula flagra Adonizedeque declarando-se para Ula. Josué acaba tendo um pesadelo com Aruna.

Úrsula fica chocada quando escuta seu pai dizendo que vai executar sua ex esposa. Josué avisa que precisa obter informações sobre o inimigo o quanto antes. Adonizedeque fala com os cadáveres das prisioneiras. Sama recebe carinho e atenção de Boã e Ruth.

Samara fala que será preciso fazem com que Léia a apoie de novo. Josué pede para Salmon e Otniel seguirem até Jerusalém como espiões. Úrsula pede que Abul liberte sua mãe e avó. Salmon despede-se de Raabe, Calebe agradece pela coragem de Otniel. Ula retorna para taberna e avisa que Adonizedeque se casará com ela.

Mireu fala que vai impedir. Mara mostra Raabe para Racal e fala que o bebê dela deverá ser usado no sacrifício da morte. Úrsula finge estar precisando de ajuda dos guardas que estão vigiando o quarto das prisioneiras. Mara e Racal armam um plano para poder capturar o bebê de Raabe. Abul entra no quarto das rainhas prisioneiras e se choca ao descobrir que elas estão mortas.

Adonizedeque chega e flagra o oficial no local secreto, o rei então avisa que precisa executar o general. Otniel e Salmon deixam Gilgal. Adonizedeque avisa que vai poupar a vida de Abul e dá uma ordem a ele. Sozinha. Raabe cuida de Boaz. Racal e Mara planejam capturar o bebê.

Capítulo 164 – terça 21 de maio

Racal fala que poderá distrair Raabe. Adonizedeque pede que Abul fale para Úrsula que a rainha e a rainha mãe fugiram de Jerusalém. Bogotai avisa que vai acabar com Finéias. Inocente, o sacerdote elogia os estrangeiros. Úrsula sente-se aliviada quando descobre que sua mãe e avó conseguiram escapar.

Haniel tenta arrumar um jeito para se declarar para Tirda. Tobias procura por Zaqueu. Úrsula avisa que não vai permitir que seu pai case com Ula. Haniel ensaia uma maneira de falar que ama sua esposa. Zaqueu diz que não acredita em Tobias. Adonizedeque fala que Ula deverá dormir no palácio.

Furiosa, Úrsula quebra todo o quarto do pai. Samara fala com Tobias e diz que precisa armar para Léia flagrar um momento de Quemuel com Yana. Mireu fala que Ula precisa ir no palácio. Salmon e Otniel avistam uma caravana de mercadores de escravos indo para Jerusalém. Eles atacam os mercadores e usam suas vestimentas.

Capítulo 165 – quarta 22 de maio

Salmon e Otniel conseguem entrar na cidade inimiga para libertar os escravos. Entre os cativos estão Mandisa e Bomani, esposa e filho de Zuma. Salmon e Otniel indicam o caminho do acampamento para eles. Ula chega no palácio. Tobias fala que ele e Samara precisam arrumar uma forma de aproximar Quemuel de Yana.

Racal finge um mal-estar e grita por socorro, Raabe ouve o pedido de ajuda e corre para saber o que aconteceu. Mara aproveita este momento para raptar Boaz. Raabe volta para sua tenta e fica desesperada ao ver que o bebê sumiu. Salmon e Otniel entram na taberna e são atendidos por Lina.

Mara chega na margem do acampamento com o bebê de Raabe. Sem saída, Ula pede para poder descansar uma pouco. Cínico, Racal avisa para os hebreus sobre o sumiço de Boaz. Salmon e Otniel falam com Lina na taberna. Samara e Tobias armam um plano para aproximar Quemuel e Yana.

Racal encontra-se com Mara e o bebê. Aruna fala que vai na tenda de Raabe para amparar ela. Tobias finge dores de cabeça e vai na tenda de Darda. Otniel e Salmon hospedam-se na taberna. Zaqueu avisa para os demais hebreus sobre o sumiço do bebê de Raabe. Calebe e Pedael avisa que vai procurar a criança. Raabe pede a ajuda de Deus. Mara e Racal iniciam o ritual do sacrifício no bebê.

Capítulo 166 – quinta 23 de maio

Mara e Racal dão início ao ritual de sacrifício do bebê. O feiticeiro desenha um símbolo na testa de Boaz e faz o mesmo com a vilã. Aruna ampara Raabe. Ula recebe os cuidados dignos de uma rainha. Ela se recorda dos difíceis momentos ao lado de Kamir. Adonizedeque estranha o comportamento de Mireu.

Gael aconselha Haniel a tratar melhor Tirda. Tobias encontra com Samara e entrega um preparado para fazer Quemuel dormir. Mara reclama da demora no ritual de sacrifício do bebê. Adonizedeque encontra um papiro escrito por Úrsula o ameaçando. Haniel e Gael são avisados sobre o sequestro do bebê de Raabe.

Preocupado com o sumiço de Úrsula, Adonizedeque avisa que adiará o casamento com Ula. Enquanto procuram por Boaz, Jéssica e Iru escutam o choro do bebê. Eles se aproximam da margem do acampamento e flagram Racal com o neném. Iru desembainha a espada e ameaça o cananeu. Jéssica corre e pega Boaz no colo.

Mara vem chegando com uns gravetos na mão e se esconde antes de ser vista. Racal tenta reagir, mas é ferido pelo jovem guerreiro hebreu. Iru e Jéssica correm para levar o bebê de volta à mãe. Mara então se aproxima para verificar se Racal está vivo.

O feiticeiro agoniza e suplica por ajuda. Com medo de ser descoberta também, a vilã se recusa a ampará-lo e foge. Tobias entrega um chá para Quemuel beber. Haniel presenteia Tirda com flores e ela começa a espirrar. Ula retorna para a taberna. Salmon reconhece Mireu. O guerreiro decide se separar de Otniel para buscarem mais informações.

Jéssica entrega o bebê à Raabe. Orias repara as marcas na testa de Boaz e diz que o neném estava sendo preparado para ser sacrificado. Samara procura por Yana na tenda de Darda e mente dizendo que Tobias está passando mal. Quemuel bebe o chá com Tobias e começa a sentir sonolência.

Irritado com o sumiço de Úrsula, Adonizedeque esbraveja com os cadáveres das prisioneiras. Yana chega até a tenda de Samara e é golpeada por Tobias. Lina se espanta ao ver Úrsula em sua casa. Léia chega em casa e vê Quemuel dormindo ao lado de Yana. Raabe agradece a atitude de Jéssica.

Léia grita de raiva e expulsa Yana de sua tenda. Calebe conclui que alguém ajudou Racal a sequestrar o bebê. Lina faz as vontades de Úrsula. Adonizedeque ordena que Abul organize uma busca a sua filha. Racal é encontrado gravemente ferido pelos hebreus. Samara conversa com Léia e diz que pode ajudá-la a se livrar de Yana.

Em troca, a vilã pede permissão para executar Zaqueu e Aruna. Quemuel tenta se explicar com Léia. Bastante ferido, Racal diz que só dará explicações para Mara. Léia diz concordar com a proposta de Samara. Disfarçado, Otniel tenta tirar informações de Mireu. O oficial se assusta ao encontrar Úrsula em sua casa. Racal pede para falar a sós com Mara.

Ele tenta chantagear a vilã e pede para ela ajuda-lo a fugir. Mara então começa a sufoca-lo e grita por ajuda, fingindo que o cananeu passou mal. Darda se aproxima e avisa que Racal está morto. Yana procura Aruna e avisa que deixará o acampamento. Josué pressiona Mara e pergunta o que Racal falou antes de morrer.

Capítulo 167 – sexta 24 de maio

Josué pressiona Mara e pergunta o que Racal falou antes de morrer. A vilã mente e diz que o cananeu confessou ter tido a ajuda de Bogotai. Aruna pede para Yana desistir de deixar o acampamento e diz que sentirá sua falta. Samara agradece a confiança de Léia. Úrsula pede para Mireu fazer o rei esquecer Ula.

Ir e Isaque buscam Bogotai. Orias diz que jamais deixará de vigiar o bebê de Raabe. Bogotai avista Finéias e golpeia Isaque e Iru. Ele parte para cima do sacerdote e entra no tabernáculo. Eleazar é avisado e segue para o local sagrado. O sumo sacerdote encontra o cananeu morto.

Zareg conta que Bogotai quis vingar Cosby. Quemuel tenta se explicar com Léia, mas ela se recusa a perdoá-lo. Darda e Yana concluem que Samara e Tobias tramaram a falsa traição de Quemuel. Zareg explica a razão do desejo de vingança de Bogotai. Otniel reencontra com Salmon e diz que Mireu parece ser um cara legal.

Mara tem um pesadelo com Racal. Josué diz que tem uma surpresa para mostrar a Zuma. O guerreiro núbio se emociona ao reencontrar Mandisa e Bomani, sua esposa e filho. Gael aconselha Haniel a presentear Tirda. Zuma diz que voltará para Núbia com a família.

Haniel tenta comprar algo para Tirda na tenda de Elias. Boã cuida das esposas. Haniel compra um vestido cafona para Tirda. Léia descobre que Tobias pediu um preparado para dormir a Jesana. Tirda finge ter gostado do vestido, mas avisa que Haniel não precisa se incomodar de novo.

Léia encontra Samara e Tobias. Ela avisa que descobriu toda a verdade. Lina se irrita com o comportamento de Úrsula em sua casa. Léia pede para falar a sós com Yana. Úrsula vai até a casa de Lina e se depara com a princesa Úrsula. Léia revela toda a verdade para Yana e pede para ela permanecer no acampamento.

Mireu conversa com Úrsula e revela o envolvimento com Ula. A princesa fica satisfeita e avisa que eles estão do mesmo lado. Aruna fica feliz ao saber que Yana permanecerá em Gilgal. Úrsula diz já saber como fazer o rei esquecer Ula. Sem culpar os filhos, Léia pede perdão a Quemuel. Mireu caminha pelas ruas de Jerusalém com Úrsula e reconhece Salmon.

Resumo A Terra Prometida: capítulos de 27 a 31 de maio 

Capítulo 168 – segunda 27 de maio

Mireu caminha pelas ruas de Jerusalém com Úrsula e reconhece Salmon. O oficial ordena que os soldados prendam o hebreu. Salmon começa a correr. Tobias assume a culpa por ter forjado a falsa traição de Yana e Quemuel o expulsa de casa. Mireu consegue alcançar Salmon. Tirda fica sem jeito de dizer que não achou o vestido bonito. Úrsula decide levar Salmon para o palácio. Otniel fica sabendo que o amigo foi descoberto. Tobias pede para morar na ferraria de Setur. Quemuel diz que errou na criação do filho. Adonizedeque reencontra com a filha. A princesa mostra o hebreu capturado. Raabe cuida de Boaz. Úrsula diz que descobriu algo sobre Ula. Samara encontra Tobias e avisa que o plano ainda está de pé. Mireu conversa com Salmon nas masmorras. Úrsula inventa que Ula é uma assassina. Adonizedeque fica preocupado. Escondida, Mara cultua as estatuetas que eram de Racal. Adonizedeque diz que Ula é uma assassina e ordena que Abul a traga imediatamente. Léia comenta com as outras mulheres que Josué proibiu que os hebreus de saírem dos limites do acampamento. O líder avisa que pedirá aos homens para vigiarem e protegerem suas esposas. Otniel tenta saber informações sobre o paradeiro de Salmon. Abul chega até a taberna para levar Ula. A moça assume a culpa pela morte de Durgal perante a Adonizedeque.

Capítulo 169 – terça 28 de maio 

Adonizedeque avisa que não vai executar Ula. Zaqueu diz que vai sair para caçar codornas. Adonizedque conversa com os cadáveres das prisioneiras e comemora o retorno de Úrsula. Mireu convida Otniel para a comemoração. Samara avisa que Zaqueu sairá para caçar e diz que chegou a hora de executar o plano. Otniel chega ao palácio. Mireu pede para o rapaz cumprimentar o rei de sua cidade. Salmon conversa com o carcereiro e descobre que está acontecendo uma festa no palácio. Otniel cumprimenta Debir, o rei de Eglom. Acompanhadas dos guerreiros hebreus, as mulheres hebreias lavam as roupas no rio. Um grupo de soldados de Jerusalém se aproxima. Zaqueu segue em um local mais distante, caçando as codornas. Mireu estranha a ausência de Otniel e começa a procura-lo pelo palácio. Tobias e Samara observam Zaqueu caçando. Com um punhal, Otniel ameaça Mireu no templo do palácio. Escondidos, os soldados de Jerusalém observam as hebreias no rio. Com um arco e flecha, Tobias se esconde em um local próximo. Aruna deixa cair uma peça de roupa no rio e se afasta para pegar. Samara vê Zaqueu mirando em um pássaro e faz um sinal para Tobias. O Monstro Hebreu atira em Aruna no mesmo momento em que Zaqueu atira no pássaro. Aruna é atingida por uma flechada no ventre. Josué corre para socorrê-la. Sofrendo com a flechada, Aruna consegue ver Tobias escondido e cai no rio.

Capítulo 170 – quarta 29 de maio 

Josué tenta socorrer Aruna, mas a correnteza a leva para longe. Os soldados de Jerusalém avistam a hebreia desacordado no rio. Samara encontra Zaqueu e o acusa pelo ocorrido. Os oficiais inimigos retiram Aruna da água. Josué se desespera com o sumiço de sua amada. Zaqueu lamenta o acidente com Aruna. Otniel resgata Salmon e eles poupam a vida de Mireu. Tobias inventa uma desculpa para Setur e retorna à ferraria. Desesperado, Quemuel sai para procurar Aruna. Samara encontra com o irmão e eles fingem não saber de nada. Yana fica chocada com a notícia. Chaia tenta consolar Zaqueu. Adonizedeque ordena que tragam o prisioneiro até a sala do trono. Abul descobre que o hebreu fugiu. Eleazar e Finéias conversam sobre Aruna. Léia encara os filhos e diz não acreditar em nenhuma palavra que eles dizem. Úrsula ordena que matem o carcereiro Durgo. Samara e Tobias comemoram o sucesso do plano. O Monstro Hebreu procura Zaqueu e finge estar irado pela suposta morte de Aruna. Lina descobre que Otniel é um hebreu. Tobias exige que Zaqueu seja julgado. Josué e Calebe procuram por Aruna. Josué se emociona ao se recordar de alguns momentos ao lado de Aruna. Salmon e Otniel fogem de Jerusalém e se deparam com os mercadores de escravos que eles atacaram. Laila e Livana lamentam o ocorrido com Aruna. Calebe encontra os familiares e avisa que Aruna não foi encontrada. Otniel é dominado pelos mercadores de escravos. Salmon tenta ajudar, não consegue e corre para pedir socorro no acampamento. Elói tenta amparar Ioná. Tirda, Haniel e Gael se lembram da morte de Maquir. Aflito, Zaqueu se prepara para ser julgado. Adonizedeque é avisado sobre a captura de uma hebreia. Durante o julgamento de Zaqueu, Tobias se manifesta e exige a pena de morte para o arqueiro. Na masmorra do palácio, Aruna recebe cuidados médicos. Adonizedeque chega ao local e diz que a prisioneira não tem valor algum. O rei ordena que a deixem agonizar até a morte.

Capítulo 171 – quinta 30 de maio 

Adonizedeque ordena que deixem Aruna agonizar até a morte. Tobias exige o apedrejamento de Zaqueu. O carcereiro Durgo tenta falar com Aruna, mas pensa que ela está morta. Josué diz ter esperança que Aruna esteja viva. Durgo avisa a Mireu sobre o estado de saúde da prisioneira. Quemuel avisa que o melhor é expulsar Zaqueu de Gilgal. Mireu reconhece Aruna e diz se tratar da esposa do líder de Israel. Chaia lamenta a punição escolhida para Zaqueu. Samara avisa que o arqueiro sofrerá ao ter que viver longe do acampamento. Chaia se desespera ao se despedir de Zaqueu. Adonizedeque descobre que Aruna é a esposa de Josué e ordena que tragam os melhores médicos para salvarem sua vida. Darda tenta amparar Chaia. Léia se incomoda com o ódio de Samara por Aruna. Salmon encontra Josué e diz que aconteceu algo terrível com Otniel. Quemuel diz acreditar que Aruna está morta. Acsa se desespera ao saber que Otniel foi capturado. Nas masmorras, os médicos de Jerusalém tentam salvar a vida de Aruna. Adonizedeque conversa com as caveiras de suas prisioneiras. Noemi tenta acalmar Acsa. Raabe reencontra Salmon. Adonizedeque ordena que levem Aruna para um local mais confortável. Salmon fala sobre a viagem à Jerusalém. Ioná sente um desconforto e procura Darda. Calebe estranha a ausência de Josué e sai para procura-lo. Adonizedeque exige que os médicos salvem a vida de Aruna. Darda avisa que Ioná está grávida. Calebe encontra Josué desolado e tanta reanima-lo. Elói explode de felicidade ao saber que vai ser pai. Josué afirma que está na hora do exército de Israel se preparar para a batalha contra Jerusalém. Samara tenta se aproximar de Josué, mas leva um fora do guerreiro. Léia se aborrece com o comportamento da filha. Adonizedeque avisa que matará Mireu caso a esposa de Josué morra.

Capítulo 172 – sexta 31 de maio 

Josué tenta socorrer Aruna, mas a correnteza a leva para longe. Os soldados de Jerusalém avistam a hebreia desacordado no rio. Samara encontra Zaqueu e o acusa pelo ocorrido. Os oficiais inimigos retiram Aruna da água. Josué se desespera com o sumiço de sua amada. Zaqueu lamenta o acidente com Aruna. Otniel resgata Salmon e eles poupam a vida de Mireu. Tobias inventa uma desculpa para Setur e retorna à ferraria. Desesperado, Quemuel sai para procurar Aruna. Samara encontra com o irmão e eles fingem não saber de nada. Yana fica chocada com a notícia. Chaia tenta consolar Zaqueu. Adonizedeque ordena que tragam o prisioneiro até a sala do trono. Abul descobre que o hebreu fugiu. Eleazar e Finéias conversam sobre Aruna. Léia encara os filhos e diz não acreditar em nenhuma palavra que eles dizem. Úrsula ordena que matem o carcereiro Durgo. Samara e Tobias comemoram o sucesso do plano. O Monstro Hebreu procura Zaqueu e finge estar irado pela suposta morte de Aruna. Lina descobre que Otniel é um hebreu. Tobias exige que Zaqueu seja julgado. Josué e Calebe procuram por Aruna. Josué se emociona ao se recordar de alguns momentos ao lado de Aruna. Salmon e Otniel fogem de Jerusalém e se deparam com os mercadores de escravos que eles atacaram. Laila e Livana lamentam o ocorrido com Aruna. Calebe encontra os familiares e avisa que Aruna não foi encontrada. Otniel é dominado pelos mercadores de escravos. Salmon tenta ajudar, não consegue e corre para pedir socorro no acampamento. Elói tenta amparar Ioná. Tirda, Haniel e Gael se lembram da morte de Maquir. Aflito, Zaqueu se prepara para ser julgado. Adonizedeque é avisado sobre a captura de uma hebreia. Durante o julgamento de Zaqueu, Tobias se manifesta e exige a pena de morte para o arqueiro. Na masmorra do palácio, Aruna recebe cuidados médicos. Adonizedeque chega ao local e diz que a prisioneira não tem valor algum. O rei ordena que a deixem agonizar até a morte.

Resumo A Terra Prometida: capítulos de 03 a 07 de junho

Capítulo 173 – segunda 03 de junho 

Adonizedeque ordena que deixem Aruna agonizar até a morte. Tobias exige o apedrejamento de Zaqueu. O carcereiro Durgo tenta falar com Aruna, mas pensa que ela está morta. Josué diz ter esperança que Aruna esteja viva. Durgo avisa a Mireu sobre o estado de saúde da prisioneira. Quemuel avisa que o melhor é expulsar Zaqueu de Gilgal. Mireu reconhece Aruna e diz se tratar da esposa do líder de Israel. Chaia lamenta a punição escolhida para Zaqueu. Samara avisa que o arqueiro sofrerá ao ter que viver longe do acampamento. Chaia se desespera ao se despedir de Zaqueu. Adonizedeque descobre que Aruna é a esposa de Josué e ordena que tragam os melhores médicos para salvarem sua vida. Darda tenta amparar Chaia. Léia se incomoda com o ódio de Samara por Aruna. Salmon encontra Josué e diz que aconteceu algo terrível com Otniel. Quemuel diz acreditar que Aruna está morta. Acsa se desespera ao saber que Otniel foi capturado. Nas masmorras, os médicos de Jerusalém tentam salvar a vida de Aruna. Adonizedeque conversa com as caveiras de suas prisioneiras. Noemi tenta acalmar Acsa. Raabe reencontra Salmon. Adonizedeque ordena que levem Aruna para um local mais confortável. Salmon fala sobre a viagem à Jerusalém. Ioná sente um desconforto e procura Darda. Calebe estranha a ausência de Josué e sai para procura-lo. Adonizedeque exige que os médicos salvem a vida de Aruna. Darda avisa que Ioná está grávida. Calebe encontra Josué desolado e tanta reanima-lo. Elói explode de felicidade ao saber que vai ser pai. Josué afirma que está na hora do exército de Israel se preparar para a batalha contra Jerusalém. Samara tenta se aproximar de Josué, mas leva um fora do guerreiro. Léia se aborrece com o comportamento da filha. Adonizedeque avisa que matará Mireu caso a esposa de Josué morra. Mara fica desapontada ao saber que Ioná está grávida de Elói. Pirã sugere que Abul seria um rei muito melhor que Adonizedeque. O general reflete sobre o que ouviu. Mara diz não admitir que Elói um dia lidere sua tribo. Abul conversa com Pirã e diz que pedirá o apoio de Úrsula. Mara invoca os deuses pagãos e se assusta ao ver um vulto. Inês estranha o comportamento da vilã. Ioná conta para as outras hebreias sobre sua gravidez. Josué exige que todos voltem ao treinamento. Tobias dá em cima de Chaia. Josué ordena que as buscas à Aruna continuem. Bastante debilitada, Aruna chama por Josué no palácio. Haniel pede para Tirda se vestir com a roupa dada por ele. Ula e Lina se oferecem para ajudar Mireu a cuidar de Aruna. Mara constrange Tirda ao criticar seu vestido. Ruth fala da gravidez de Ioná. Haniel se declara para Tirda. Raabe sai para passear com Boaz. Mara, diante das estatuetas cananeias, inicia um ritual pagão. Raabe sente um cheiro estranho e vai até o celeiro. Mara percebe a aproximação de alguém e se esconde. Raabe se depara com as estatuetas e se espanta ao ver Mara no local. Quemuel se irrita com a frieza de Samara. Mara nega ser a responsável pelo ritual e acusa Raabe de ter trazido as estatuetas. Zareg se oferece para ajudar nas buscas à Aruna. Amarrado, Otniel segue na caravana de escravos. Ele ora e pede a ajuda de Deus. Raabe encontra Salmon e fala sobre o encontro com Mara. A vilã procura Josué e acusa Raabe de ter feito o ritual pagão. Abul se abre com Úrsula e revela toda a verdade sobre as rainhas prisioneiras. Iru e Jéssica levam Acsa até Naftali. Ula e Lina ajudam Mireu a cuidar de Aruna no palácio. Abul mata os oficiais de Adonizedeque e entra no quarto secreto com Úrsula. Milagrosamente, Aruna recebe a ajuda de Deus e sobrevive. Úrsula explode de ódio ao ver as caveiras de sua mãe e avó. Adonizedeque flagra Mireu beijando Ula. O rei ordena que os soldados prendam a taberneira. Mireu mente sobre a recuperação de Aruna.

Capítulo 174 – terça-feira, 04 de junho 

Na masmorra do palácio, Aruna diz perdoar Tobias. Adonizedeque começa a preparar um ritual para sacrificar Tobias. Os soldados buscam o Monstro Hebreu na prisão. Josué permite que Mireu, Ula e Lina permaneçam em Gilgal. Adonizedeque obriga Aruna a matar Tobias. Josué diz confiar em Deus. Aruna se recusa a matar Tobias e tenta golpear o rei, que consegue se esquivar. Furioso, Adonizedeque pega o punhal e mata Tobias. Ioná fica feliz ao saber que sua amiga está viva. Josué vai até a tenda de Quemuel e avisa que Aruna está viva. Samara se surpreende com a notícia. Adonizedeque ordena que prendam Aruna na masmorra. Darda e Jesana amparam Yana. O rei de Jerusalém avisa que é preciso dominar Gibeão para terem êxito contra os hebreus. Setur elogia a beleza de Lina. Mara é maltratada pelos mercadores de escravos. Eles dão comida estragada para a vilã comer. Com Aruna amarrada à frente, Adonizedeque conduz o exército de Jerusalém. Josué descobre que Gibeão foi atacada e avisa que a guerra começou. O líder de Israel pede proteção a Deus.

Capítulo 175 – quarta-feira, 05 de junho 

Zareg se oferece para lutar ao lado dos hebreus. Calebe e Iru se preparam para a guerra. Mireu também avisa que lutará ao lado do povo de Israel. Salmon se lembra dos momentos ao lado de Raabe e se declara para ela. Iru se despede de Jéssica. Otniel tenta ajudar Mara, mas ela reclama do tratamento dos comerciantes de escravos. Haniel se declara para Tirda. Livana ajuda Rune a se vestir para a guerra. Eleazar fala sobre a Arca da Aliança com Mireu. Josué termina de analisar a estratégia de guerra. Os soldados da Coalisão Invencível de Adonizedeque se preparam para o confronto contra os hebreus. Chaia pede para Zaqueu ter cuidado. Ioná diz ter orgulho de Elói. Quemuel estranha o sumiço de Tobias. Mara é assassinada pelo mercador de escravos. Quemuel diz não ter tempo para procurar Tobias. O Exército de Israel vai deixando Gilgal. Confiantes na vitória, Adonizedeque e os outros reis seguem levando Aruna refém. O exército da coalisão avança nas campinas de Canaã. Deus fala com Josué e o encoraja. O líder dos hebreus avista, ao longe, a aproximação dos soldados inimigos.

Capítulo 176 – quinta-feira, 06 de junho 

Os dois exércitos se chocam e começam a lutar. Raabe fala sobre Deus para Ula e Lina. A cavalo, Rune acerta um soldado inimigo e salva a vida de Zaqueu. Os guerreiros hebreus lutam bravamente. Calebe avisa que o exército de Israel está em menor número. Josué diz que Deus está ao lado deles. Os hebreus vão levando vantagem na batalha. No céu, um milagre acontece. Nuvens se movimentam e começam a cair grandes pedras em chama sobre as tropas cananeias. Eleazar, Finéias e os outros hebreus se emocionam. Adonizedeque avisa que a hora de Aruna está chegando. Ela se mostra confiante em Deus. Alguns cananeus tentam fugir. Milagrosamente, o sol para no céu enquanto os hebreus perseguem os inimigos. Os reis da Coalisão Invencível percebem que o tempo parou. Adonizedeque explode de raiva. Mireu e Salmon observam o milagre. Calebe e Josué lutam confiantes. Adonizedeque olha para Aruna e diz que não desistirá por nada. Ele e os outros reis se aproximam de Josué trazendo Aruna amarrada. O soberano de Jerusalém coloca a espada no pescoço dela.

Capítulo 177 – sexta-feira, 07 de junho 

Adonizedeque é atingido por uma flechada de raspão. Todos olham para trás e avistam o Soldado Mascarado. Josué fica confuso. Aruna aproveita o momento e foge. Adonizedeque arremessa a espada para acertá-la. Josué consegue defende-la. Eles se abraçam aliviados. Adonizedeque e os outros reis começam a fugir. Josué e os outros hebreus vibram com a vitória. Yana encontra Aruna e revela ser sua verdadeira mãe. Salmon diz saber onde os reis se esconderam. Yana avisa que não pode permanecer mais no acampamento. Samara se assusta ao saber que Aruna está viva. Escondidos em uma caverna, os reis discutem entre eles. Aruna avisa que Tobias está morto. Samara começa a acusa-la de ter matado o irmão. Quemuel tenta controlar a filha. A vilã deixa o local ofendendo Aruna. Finéias sorri e conversa com Deborah, uma moça levita. Mibar permite que Isaque se case com Adélia. Aproveitando a ocasião, Pedael pede Neziá em casamento e ela aceita. Lina e Setur conversam carinhosamente. Jesana entrega uma flor para Darda. Samara observa os casais e explode de ódio. A vilã é surpreendida pelo ataque de um soldado de Jerusalém buscando vingança.

Resumo A Terra Prometida: capítulos de 10 a 11 de junho

Capítulo 178 – segunda-feira, 10 de junho 

Samara então avisa que pode entregar o líder Josué e sua esposa Aruna. Ela leva o oficial para sua tenda. Josué e os outros guerreiros chegam à caverna onde Adonizedeque está escondido com os outros reis. Os monarcas imploram pela vida, mas são executados. Samara engana Aruna e diz querer pedir desculpas. Ruth e Boã cuidam de Sama. Aruna cai na armadilha de Samara e é surpreendida pelo ataque do soldado de Jerusalém. Quemuel chega, luta com o inimigo e é ferido, mas acaba matando o oficial. Samara se desespera ao ver o pai ferido. Quemuel revela a verdade para Aruna. Ele diz ser seu verdadeiro pai, dá o último suspiro e morre. Léia grita chocada. Raabe fica aliviada ao reencontrar Salmon. Samara se desespera ao ver que Quemuel está morto e começa a vagar dando sinais de loucura. Dez anos se passam e os hebreus seguem vencendo diversas batalhas contra os povos inimigos. Mais velhos, Josué e Aruna conversam e comentam sobre o fato de não terem tido filhos. Iru e Jéssica brincam com o filho Matheus, de oito anos. Acsa permanece triste e com esperança de rever Otniel. Barbudo, forte e queimado de sol, Otniel trabalha pesado em uma grande plantação sob o comando de mercadores de escravos.

Último capítulo 179, terça, 11 de junho 

A batalha final dos hebreus contra os gigantes do Monte Hebrom é grandiosa. Otniel volta para junto dos hebreus e de Acsa. Josué parabeniza Otniel por ele ter enfrentado os gigantes e vencido a batalha. Josué dá uma semente de Tamareira para Otniel plantar no futuro. Trinta anos depois, o líder de Israel morre ao lado de sua amada Aruna, os dois já bem velhinhos. Josué morre à sombra da Tamareira que plantou com Aruna quando chegaram na Terra Prometida. Otniel se torna Juiz de Israel e sucessor de Josué no comando dos hebreus. Fim

* Obs: O resumo dos capítulos podem sofrer alterações de acordo com a edição feita pela RecordTV.

Conheça a história de A Terra Prometida:

A Terra Prometida

Aproximadamente 1200 a.C., no acampamento hebreu em Sitim, no deserto de Moabe, após a morte de Moisés, Josué é o novo líder dos hebreus, que consegue cumprir a caminhada tão aguardada. Depois de enfrentar contratempos no deserto por quatro décadas, os hebreus que não desistiram da fé chegam a Canaã, a terra prometida pelo Criador, que seria repleta de mel, azeitonas e frutas, um oásis divino em meio á desolação do deserto. Porém, os desafios estão apenas começando, pois a terra não lhes será entregue de mão beijada: outros povos já a habitam, fazendo com que os hebreus precisem lutar pelo seu direito divino de lá viver. Ao longo da telenovela, enfrentarão reis, rainhas, nobres e generais perigosos, vingativos e exóticos como o rei Marek, a rainha Kalesi e o comandante chefe Tibar, de Jericó; o rei Durgal e seu irmão, o governador Kamir, do reino de Ai; entre outros vilões ameaçadores.

Abertura de A Terra Prometida:

Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Relacionadas

Resumo América: capítulos de 15/04 a 19/07/2024

Confira o resumo da novela “América” que irá ao ar entre os...

Resumo Força de Mulher: capítulos de 15/04 a 26/04/2024

Veja o resumo dos capítulos da novela turca “Força de Mulher (Kadin)...

Resumo A Agência: capítulos de 15/04 a 26/04/2024 novela turca

Veja o resumo dos capítulos da novela turca “A Agência (Menajerimi Ara)...

Resumo Yargi-Segredos de Familia: capítulos de 15/04 a 26/04/2024 novela turca

Veja o resumo dos capítulos da novela turca “Yargi-Segredos de Familia” em...