terça-feira , 23 abril 2024
Ínicio LGBTQIA+ 5 dicas para encontros LGBTQIA+ que todos deveriam colocar em prática
LGBTQIA+

5 dicas para encontros LGBTQIA+ que todos deveriam colocar em prática

128
Compartilhe

Os aplicativos de namoro continuam sendo uma das formas favoritas de muitos para encontrarem um parceiro. De acordo com um estudo da Bumble, o aplicativo de namoro baseado em relacionamentos gentis, saudáveis e igualitários, nos últimos dois anos, 1 em 3 (36%) entrevistados experimentaram apps de namoro pela primeira vez. Na verdade, a comunidade LGBTQIA+ está muito mais aberta a usá-los, já que quase 70% dos entrevistados (71% bissexuais e 62% outros grupos LGBTQIA+) relataram ter usado aplicativos de namoro, em comparação com 43% dos entrevistados que se identificaram como heterossexuais.

Dr. Humberto Valle, um psicólogo clínico com mais de treze anos de experiência em transtornos de humor e relacionamentos, compartilhou algumas dicas práticas para maior sucesso no mundo do namoro online.

Valle comenta que criar um perfil em um app de namoro não garante de forma alguma que você encontre o amor da sua vida. No entanto, ele identificou algumas estratégias que aumentam a probabilidade de encontrar um parceiro que se alinhe com os objetivos de cada pessoa.

  • Expresse suas intenções com clareza e precisão:

“Ao contrário da frase popular ‘os opostos se atraem’, a ciência garante que nos apaixonamos por aqueles que são semelhantes a nós. Ser honesto sobre quem você é e o que deseja aumenta a probabilidade de encontrar pessoas compatíveis e isso é especialmente verdadeiro entre aqueles que procuram relacionamentos entre pessoas do mesmo sexo. Qualquer que seja o tipo de relacionamento que você esteja bsucando, outra pessoa está procurando a mesma coisa”, diz Valle. Aliás, segundo dados do Bumble, no ano passado globalmente, o badge “Estou Procurando Por” (onde é especificado o tipo de relacionamento desejado) foi um dos mais usados pelas pessoas no app.

Um estudo recente do Bumble revelou que quase 7 em cada 10 membros (65%) da comunidade LGBTQIA+ pesquisada não acreditam que os humanos devem ser monogâmicos, enquanto mais da metade dos heterossexuais (52%) concorda com essa afirmação. “Lembre-se que a sinceridade é fundamental para estabelecer um relacionamento genuíno e duradouro, por isso não tenha medo de compartilhar quem você é e o que espera da outra pessoa”, enfatizou Valle.

  1. Esteja ciente dos padrões físicos e ame a si mesmo

De acordo com o mesmo estudo, mais de 6 em cada 10 (65%) entrevistados da comunidade LGBTQIA+ se sentiram constrangidos com seu corpo quase 4 em cada 10 (45%) não se sentem atraentes e uma porcentagem semelhante acredita que a pessoa que eles acham atraente não os escolherá. Em contrapartida, apenas 30% da população heterossexual, independentemente desses padrões, se arrisca na hora do romance.

“Arrisque-se e mostre seu interesse em conhecer alguém de quem você gosta. Como? Faça perguntas que incentivem a outra pessoa a responder em vez de apenas fazer declarações. Fazer perguntas facilita a interação e ajuda a manter o interesse, estabelecendo uma conexão mais autêntica. Lembre-se disso: pesquisas mostram que os usuários avaliam melhor os perfis de pessoas que mantêm a conversa viva e contínua, mesmo os perfis considerados atraentes, mas com menos interação”, diz Valle.

Para promover conexões mais autênticas com base na compatibilidade e no fluxo da conversa, o Bumble apresentou em abril sua nova experiência de “Speed Dating”: onde as fotos das pessoas não são reveladas inicialmente, priorizando a personalidade e a química. Além disso, o aplicativo de namoro anunciou recentemente o próximo passo na integração com o Spotify com o novo recurso ‘Top Artists’, no qual usuários verão artistas musicais selecionados que têm em comum, descobrindo se são musicalmente compatíveis e fornecendo-lhes um tópico de conversa para quebrar o gelo.

  1. A saúde sexual é fundamental, não tenha medo de perguntar

    Certifique-se de discutir abertamente os tópicos relacionados à saúde sexual com seu parceiro em potencial, incluindo a prática de sexo seguro e testes regulares. Valle afirma: “Ter uma conversa honesta e sem tabus sobre esses tópicos é essencial para garantir a segurança e o bem-estar de ambos os indivíduos em um relacionamento. Lembre-se de que o consentimento e a comunicação clara são cruciais para manter uma saúde sexual positiva e satisfatória”.

 

  1. Destaque os aspectos interessantes do seu perfil

    As pessoas geralmente não leem longos parágrafos em perfis de apps de relacionamento, então seja claro e conciso sobre o que é importante para você e destaque suas qualidades interessantes. “Uma regra simples a seguir na hora de criar o seu perfil é usar 70% do seu espaço para falar sobre você e os 30% restantes para descrever o que você procura em um parceiro”, diz Valle.

Quer destacar seu perfil? De acordo com os dados do Bumble, adicionar mais de três fotos ao seu perfil pode aumentar as chances de obter mais correspondências em até 70%, enquanto a conclusão do processo de verificação de fotos no aplicativo pode adicionar um aumento de até 82%.

  1. Divirta-se e cuide sempre do seu bem-estar físico e mental

Os aplicativos de namoro devem ser divertidos e não parecer uma tarefa cansativa. “Se você achar que está ficando chato ou que os apps estão afetando negativamente sua autoestima, faça uma pausa e tente algo diferente. Aproveite o processo e mantenha uma atitude positiva, pois isso atrairá pessoas com a mesma opinião. E, finalmente, é uma boa ideia mudar em um ritmo com o qual ambas as pessoas se sintam confortáveis. Seja transparente sobre se você pretende ou não se encontrar pessoalmente com a sua conexão em algum momento. Lembre-se de que bate-papos de longo prazo não são para todos e podem não ter a mesma riqueza que um encontro cara a cara, então fale abertamente e esteja pronto para ouvir o que o outro quer”, aconselha o especialista.

O Bumble entende que a jornada de namoro pode ser um pouco opressiva às vezes, e é por isso que apresenta à sua comunidade a funcionalidade “Soneca”. Isso permitirá que as pessoas mantenham as conversas e conexões existentes enquanto ocultam seu perfil de novas conexões até que se sintam prontas para voltar ao mundo do namoro. Eles podem até deixar uma mensagem avisando seus pretendentes que farão uma pausa na busca por um novo amor. Outra opção disponível é o modo anônimo do Bumble, que mantém os perfis das pessoas ocultos, visíveis apenas para aqueles que você se conectou.

LEIA TAMBÉM:

Se a qualquer momento as pessoas se sentirem vulneráveis, em uma situação potencialmente insegura, ou tiverem dúvidas sobre a identidade de alguém que conheceram no aplicativo, elas sempre podem usar os recursos de verificação de fotodesfazer conexão ou de bloqueio e denúncia do Bumble, todos disponíveis no aplicativo.

Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Relacionadas

Contigo Sim: Amor, superação e a luta pela justiça social! Nova novela do SBT aborda casamento gay e adoção

Prepare-se para se emocionar com “Contigo Sim”, a nova novela mexicana do...

Imprensa internacional destaca Ludmilla como um ícone LGBTQIAP+ após apresentação no palco do Coachella

O beijo de Ludmilla e Brunna Gonçalves no palco do Coachella no último domingo...