Harmonização Facial requer cuidados com exageros

Publicidade

A busca cada vez mais frequente de um padrão de beleza desejado fez crescer a procura por preenchimento facial. Segundo pesquisas, essa busca quadruplicou no Brasil, passando de 72 mil para 276 mil ao ano, uma média de 31,5 procedimentos por hora. E não é para menos, um dos tratamentos mais queridinhos do momento entre celebridades e anônimos sem dúvida é a harmonização facial, nome dado ao conjunto de procedimentos usados para rejuvenescer o rosto de homens e mulheres através de procedimentos minimamente invasivos. Essa técnica promete mudar os traços e tratar o envelhecimento facial, caracterizado pela perda da elasticidade da pele, queda dos tecidos, músculos e gordura. É eficaz também para melhorar a projeção do queixo e da mandíbula, procedimento procurado por boa parte dos homens.

Famosos como como Alok, Gretchen, Thammy Miranda, Kelly Key, Carlinhos Maia, entre outros, já aderiram ao procedimento. Mas vale ressaltar que a harmonização requer cuidados redobrados, principalmente com exageros, afinal, o objetivo é harmonizar os rostos, não simplesmente alterá-los. “É preciso escolher um profissional capacitado que use produtos e técnicas adequadas. Temos que pensar também que o procedimento só deve ser realizado quando há indicação, pois não são todos que precisam. Rostos já alinhados vão se beneficiar mais com outras tecnologias como por exemplo o  Ultraformer 3, um laser ou até mesmo um Bioestimulador de  colágeno”, explica Dra. Iara Resende, dermatologista e especialista neste tipo de técnica. 

Segundo ela, atualmente o procedimento tem sido muito procurado por homens e mulheres de todas as idades. “Em uma faixa etária de 30 a 45 anos, utilizamos mais para o embelezamento e a prevenção do processo de envelhecimento. Já para pessoas acima disso, fazemos um tratamento para melhorar rugas, subir o rosto e prevenir”, ressaltou a Dra. Iara.

Entre os riscos mais graves ligados ao erro no procedimento estão a aplicação incorreta dos produtos. Segundo a dermatologista, caso o ácido seja aplicado no lugar errado ou em quantidade acima da permitida, pode haver complicações futuras. “Um procedimento mal feito pode também ser decepcionante e causar uma imagem negativa da técnica. Além do risco de causar lesões de difícil reparação”.

Por isso, se você quer fazer uma harmonização facial, procure um especialista e lembre que devemos sempre focar na naturalidade e na busca por prevenção. A ideia da técnica é realçar a beleza facial.

SIGA O ATITUDE E VISÃO NAS REDES SOCIAIS

Notícias Relacionados

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja Também

Instagram

Você não pode copiar o conteúdo desta página