Jade Baraldo dá novos contornos ao hit “Believe”, canção de Cher que revolucionou a música pop

Publicidade

Talvez nem fosse preciso contextualizar, mas o verso que abre este texto pertence a “Believe” e ecoa na cabeça de toda uma geração que frequentava (ou não) as festas no final dos anos 90 e início dos anos 2000. Com uma batida pulsante, essa canção revolucionou o pop e a maneira como a música é produzida. Isso porque essa faixa, além de ter ganhado as pistas mundo afora, foi responsável por introduzir o uso do auto-tune no mainstream.

Mais de 20 anos depois de seu lançamento, “Believe” ganha uma nova interpretação na voz de Jade Baraldo. É simbólico que a composição receba uma versão acústica. “Believe” na voz de Jade integra a trilha sonora da atual novela das 19h, na Rede Globo, “Quanto Mais Vida, Melhor!”, e acaba de ganhar um registro audiovisual.

Mesmo com estilo dance, “Believe” carrega em seus versos o peso de um desabafo sobre as dores, superações e impactos que o amor pode causar. No vídeo, Jade, ao lado do pianista, produtor e compositor, Ricardo Leão, exterioriza esses sentimentos com uma performance visceral de voz e piano. “A letra é muito profunda, eu me identifiquei demais com ela. Para interpretá-la, na proposta desse arranjo, eu peguei muito dessa letra e coloquei na minha vida, para então poder passar essa emoção de verdade”, conta a cantora.

A ideia de fazer uma releitura do hit partiu do próprio Ricardo Leão. Essa proposta ganhou ainda mais força com o convite para Jade participar do TVZ, no canal Multishow. A cantora então desencadeou uma interpretação especial à faixa. A experiência de Ricardo com trilhas para novelas, inclusive, levou “Believe” na voz de Jade Baraldo para a novela das 19h, na Rede Globo, “Quanto Mais Vida, Melhor!”.

SIGA O ATITUDE E VISÃO NAS REDES SOCIAIS

Leia Também:

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

DESTAQUES:

Você não pode copiar o conteúdo desta página