Pega Pega: Dom é confundido com bandido, sofre racismo e acaba parando na cadeia

Publicidade

Dom (David Junior) passará por grandes emoções e terá que encarar um sufoco daqueles, o jovem sofrerá racismo e acabará preso em Pega Pega (Globo), o dono do Carioca Palace será abordado por policiais após o alarme do seu carro de luxo disparar, porém ele terá deixado os documentos na casa de Madalena (Virgínia Rosa), e as autoridades acreditarão que ele é ladrão por causa da cor da sua pele.

O empresário estará prestes a deixar a casa da mãe adotiva quando Dilson (Ícaro Silva) o chamará para uma conversa, mas antes de revelar o motivo da prosa, o camelô achará graça de ver o irmão com suas roupas após ter tomado chuva. Ambos deixarão a casa de Madalena e seguirão em direção ao carro do executivo, o vendedor encostará no automóvel, o alarme despertará e, na mesma hora, uma viatura da polícia aparecerá para abordará os dois homens negros. Um dos agentes ordenará para Dilson se afastar do carro e encostar, ele levantará as mãos e encostará na parede para ser revistado, o herdeiro de Sabine (Irene Ravache) começará a ser revistado e responderá aos agentes.

“Isso é um absurdo. Isso é abuso de poder, sabia?”. “Cala a boca. Fica quietinho, rapaz”, mandará o policial. Na sequência o homem exigirá o documento dos irmãos, “O meu está aqui”, dirá o camelô, ao tirar rapidamente o RG da carteira, já o filho biológico de Cristóvão (Milton Gonçalves) contará que os seus documentos estão na casa de Madalena. “É só esperar um minutinho que eu deixei a carteira lá, eu pego para vocês e trago aqui. É só esperar, por favor”, dirá, virando-se para ir à casa da mãe, “Escutou? O rapaz pediu ‘por favor’… Você vem com a gente”, ironizará o policial, que irá para cima de Dom e o colocará à força na viatura.

“Tira a mão de mim”, gritará o jovem. “Eu vou pegar o documento dele, é rapidinho”, implorará Dilson, que será ignorado pelos tiras, em seguida, Dom aparecerá sendo levado para uma cela provisória em uma delegacia. “Seu policial, está tendo algum engano. Eu sou empresário, eu sou dono do Carioca Palace”, se defenderá o rapaz. Ele, entretanto será ridicularizado pelo inspetor, que o colocará no cárcere, “Eu não sou bandido”, gritará Dom enquanto a cela se fecha, “Bem-vindo ao carceragem palace”, debochará o agente.

Dom ficará desesperado, “Policial, policial… Tem algum policial aí?”, dirá um tempo depois. ‘Eu queria dar um telefonema. É possível?”, suplicará o milionário, a solicitação do sócio de Eric (Mateus Solano) será ignorada, “A delegacia está muito cheia hoje”, responderá o policial, “Eu tenho direito”, rebaterá o pobre rapaz que não será atendido.

Siga o Atitude E Visão nas redes sociais:

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Post Relacionados

Útimas Noticias

Você não pode copiar o conteúdo desta página