Adriana Esteves como Thelma em Amor de Mãe

Absolutamente nenhum entusiasta de novelas pode negar de que não basta apenas um grande elenco para uma trama atingir seu sucesso mas também necessita uma história forte e emocionante que possa captar alguma situação da qual o público se identifique de alguma maneira com o que está sendo passado, pensando exatamente nessa idéia “Amor de Mãe” (Globo) procurará abordar em sua reta final a vida complicada que os personagens irão enfrentar por conta da Covid-19.

Continua após as recomendações

Tudo começará partindo dos capítulos inéditos durante o final com a novela dando um salto temporal que irá mostrar todas as tragédias da qual o vírus causará, o mais curioso é que a passagem não será medida em dias ou meses mas sim pelo número de vítimas de Covid-19, “Eu avancei seis meses para pular a parte em que as pessoas ainda estavam tentando entender (a doença), mas não podia colocar uma data para que a pandemia da ficção não se resolvesse antes da realidade”, relatou a criadora da trama Manuela Dias.

Manuela ainda disse que não iria colocar essa temática do vírus dentro da novela, entretanto acabou mudando de idéia ao perceber que seria uma ótima pedida para que a história mantesse seu tom realista que foi o principal diferencial de “Amor de Mãe” desde a sua estreia, “Ele entra como foi na realidade, não respeitando nenhuma espécie de barreira social” concluiu.

Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments