Zerzil e Gali Galó lançam primeiro feat não binário da música brasileira nesta sexta-feira (29), acompanhado de um clipe no YouTube

Publicidade

Zerzil e Gali Galó se unem em “Meu Cafezim”, a faixa é o primeiro feat feito por artistas não bináries da música brasileira e chega às plataformas musicais nesta sexta-feira (29). O single vem acompanhado de um clipe no canal do YouTube de Zerzil. Gali e Zerzil são representantes do Queernejo, subgênero do sertanejo, formado por artistas LGBTQIA+.

“Fiquei muito feliz quando elu aceitou o convite para participar do meu álbum, pois um dos objetivos é servir de registro do início do movimento de artistas LGBTQIA+ dentro do sertanejo, por isso o nome do disco, Queernejo”, conta Zerzil.

Zerzil, que nasceu em Montes Claros, Minas Gerais, o estado onde mais se produz café no país, resolveu gravar o clipe em Ribeirão Preto, cidade de Gali e importante região produtora de café do Brasil.

Assista aqui:

Eu vinha acompanhando os lançamentos de Gali desde o início de sua carreira e me tornei grande fã do seu trabalho. Pelo que eu senti da obra de Gali, sempre pensei que ‘Meu Cafezim’ combinasse mais com elu, pois essa música tem um quê de inocência, um ar interiorano, mas ao mesmo tempo é uma paquera, um convite para ir lá em casa tomar um cafezim”, conclui Zerzil.

Zerzil é apaixonade por café, principalmente quando acompanhado de um bom queijo mineiro fresquinho. Ao escrever a música, elu trouxe elementos como expressões e sotaques comuns no interior de Minas Gerais para passar para o público a sensação de estar em casa. A faixa fará parte do álbum “Queernejo”, de Zerzil, com previsão de lançamento para o início de 2022.

SIGA O ATITUDE E VISÃO NAS REDES SOCIAIS

Notícias Relacionados

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja Também

Instagram

Você não pode copiar o conteúdo desta página