Bernarda enlouquece com descoberta de Vitória e parte para cima de João Paulo: “Fogo do inferno”

Publicidade

Nos próximos capítulos de Triunfo do Amor (SBT), Bernarda de Itavera (Daniela Romo) estará plena dormindo o sono dos malvados. Ela sonhará com as chamas do inferno, vê as vítimas de seus crimes hediondos – Otávio (Eduardo Santamarina), Tomásia (Maricruz Nájera), Madre Superiora (Alicia Rodríguez), O Escorpião (Sérgio Acosta), Padilha (Salvador Pineda). Eles a lembram do inferno que a espera.

Então a vilã sonha com o quanto gostou de esconder o nome da filha de Vitoria (Victoria Ruffo). De repente, ela se senta na cama, bem acordada, Vitória ainda em sua mente. Ela resolve que Vitória nunca saberá quem é sua filha.

Então ela recebe uma visita de João Paulo (Diego Olivera). Ele sempre inocente, sempre esperançoso – anuncia que Deus finalmente concedeu a ele o milagre pelo qual estava orando, ela tenta afastá-lo: “Eu sei que você é um padre e todos os milagres são muito importantes para você, mas não pode esperar até de manhã?” Perguntará a vilã.

“Receio que não, mãe. Este milagre tem a ver com a nossa família: Pela graça de Deus, Vitória agora sabe que Maria Desamparada (Maite Perroni) é sua filha!” Responderá João Paulo.

A reação de Bernarda ao milagre de João Paulo- ela se bate várias vezes na testa e murmura “Ela não merecia se lembrar” não é exatamente o que o bom padre esperava. Ele a lembra de que foi ela quem disse a Vitória o nome de sua filha e, mais cedo ou mais tarde, ela iria se lembrar disso. E ele mesmo não teve nada a ver com isso. Foi obra de Deus – tudo aconteceu quando Vitória avistou o crucifixo no apartamento de Maria Desamparada.

Bernarda se recupera da notícia traumática e lança maldições em Vitória, perguntando a Deus por que ele a abandonou quando deveria estar punindo Vitória. João Paulo fica chocado com sua blasfêmia ao orar pelo castigo de outra pessoa. Ela não dá a mínima para ele. E por sua impertinência em questioná-la, ela lhe dá um tapa forte. “Como você ousa”, ela diz. “Eu sou sua mãe”.

“Sim”, diz Padre João Paulo, precisamente. “E olhe para todo o mal que você fez – Você está no caminho para o inferno!”

Essa observação lhe rende outro tapa forte. E então um terceiro! “Não me ameace com o fogo do inferno”, ela rosna. “Se aquela mulher não tivesse te seduzido, eu não teria sido forçado a seguir esse caminho.”

Mas finalmente João Paulo parece estar saindo de seu estupor depois de tantos capítulos porque ele responde: “Você já era uma pecadora antes de eu nascer.”

Bernada enlouquece

Bernarda cobre o rosto com as mãos. “Olhe para mim,” insiste João Paulo. “Sei perfeitamente o que você fez com meu pai e com aquela mulher que morreu nas chamas!”

Bernarda balança a cabeça. “Eles tiveram que pagar”, ela diz: “Seu pai me traiu – ele me seduziu e me abandonou quando eu tinha um filho a caminho. Eu não tive escolha.”

Uma pequena lâmpada acende sobre a cabeça de João Paulo. Agora ele entende – é por isso que Bernarda condenou Vitória e María. Elas a lembravam de si mesma!

Depois disso, Bernarda está além da ajuda dele, ou de qualquer pessoa. Tudo o que restará para ela é a oração. E arrependimento. “Deixe de lado a arrogância e aceite que você pecou”, ​​ele aconselha. “Esse é o único caminho para o perdão de Deus.”

Ela sai correndo da sala gritando maldições. O pobre João Paulo afunda no chão e chora. Ele ora.

SIGA O ATITUDE E VISÃO NAS REDES SOCIAIS

Notícias Relacionados

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja Também

Instagram

Você não pode copiar o conteúdo desta página