Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro

Após inúmeras polêmicas e contratempos entre o presidente Jair Bolsonaro e as decisões envolvendo o até então presidente do Banco do Brasil André Brandão tudo está indo para a berlinda quando o principal representante do banco está cotado para ser demitido pelo presidente do Brasil, a demissão ainda não é oficializada porém tudo indica que dentro de dias irá ocorrer .

Continua após as recomendações

Bolsonaro teria ficado irritado com as inúmeras repercussões do fechamento de agências do banco e do plano de demissões voluntárias anunciados nesta segunda-feira, fontes do Banco do Brasil afirmaram que as medidas foram devidamente aprovadas pelo ministro Paulo Guedes e apresentadas ao Planalto, entretanto tudo aponta de que o presidente não foi informado diretamente e que considerou tal anúncio inoportuno da parte dos responsáveis pela decisão. A proposta radical do Banco do Brasil de fechar 112 agências e desligar 5 mil funcionários abriu uma grande crise dentro do governo e deve levar a iminente demissão de André Brandão.

Leia Também: 

Vale lembrar que no ano passado em um evento o presidente já tinha sido cobrado por um manifestante para reabrir uma agência , no ano de 2019 Bolsonaro chegou a admitir que pediu ao Banco do Brasil que abrisse uma agência em um município do Maranhão que o elegeu, porém com este anúncio de fechamento de mais de uma centena delas em meio à pandemia do coronavírus foi considerado um desgaste político inoportuno, com os rumores sobre a possível saída de Brandão as ações do banco na Bolsa de Valores de São Paulo, a B3 fecharam na quarta-feira com queda de 4,71% mostrando as alterações que já estão ocorrendo com essa situação.

DEIXE SEU COMENTÁRIO