Saiba qual é a versão original de A Usurpadora; não é da Gaby Spanic!

Publicidade

“A Usurpadora” é uma daquelas produções difíceis de esquecer por causa do enredo e da boa interpretação de seus protagonistas. Gabriela Spanic e Fernando Colunga. Embora tenha sido lançada no ar em 1998, poucos sabem que esta versão não é a primeira a ser veiculada, mas a quarta; Além do mais, a história que conta a vida das irmãs gêmeas que trocam de vida foi originalmente criada para ser uma radionovela de Inés Rodena, mas devido ao seu estrondoso sucesso e aceitação, saltou para as telas.

“El hogar que me robé” é o título original da trama da escritora cubana, que foi encoberta até seis vezes, algumas com nomes diferentes e várias alterações a cada remake. Devido as tantas dúvidas de qual A Usurpadora e a original, resolvemos fazer esse post especial. Preste muita atenção.

A primeira versão foi chamada de “La Usurpadora” e foi ao ar entre março de 1971 e julho de 1972. O melodrama foi produzido pela estação de televisão Radio Caracas Televisión e estrelou Marina Baura no papel das gêmeas Alicia Estévez e Rosalba Bracho. O ator Raúl Amundaray era Daniel Bracho.

Em 1981 foi lançada a primeira adaptação mexicana que manteve o título original: “El hogar que yo robé”, Angélica María deu vida a Victoria Valdez Roldán e Andrea Montemayor de Velarde. O papel de galã ficou a cargo de Juan Ferrara como Carlos Valentín Velarde. É importante destacar que Angélica Vale interpretou Aurorita, tornando-se uma de suas primeiras personagens com a mãe.

Em 1986, mais uma vez a RCTV fez um remake da história original, mas desta vez com o título “La Intrusa”. Desta vez, a encarregada de dar vida às gêmeas é Mariela Alcalá, que interpreta Estrella Mendoza de Rossi e Virginia Pérez Guzmán, junto com o ator Víctor Cámara que se coloca no lugar de Luis Antonio Rossi.

Anos depois, em 1998, a Televisa revive a história que lhe rendeu sucesso, razão pela qual manteve o nome original: “La usurpadora“. A protagonista desta versão foi a venezuelana Gabriela Spanic, que interpretou Paola Bracho e Paulina Martínez. Seu marido na ficção foi Carlos Daniel Bracho a cargo de Fernando Colunga. A novela lançou a atriz ao estrelato.

Em 2012 estreou ¿Quién eres tú?”. Novela colombiana produzida pela RTI Televisión e Televisa para a UniMás. É estrelado por Laura Carmine, que interpreta Natalia Garrido Pérez e Verónica Garrido de Esquivel. O galã dessa versão é Julián Gil, que interpreta Felipe Esquivel.

Mais uma vez, em 2019, a Televisa aposta nessa produção e volta a usar o mesmo nome: “La Usurpadora”, mas com uma trama um pouco diferente, já que a antagonista é a esposa do presidente do México. Sandra Echevarría interpreta Paulina Doria Duque e Paola Miranda Rivas de Bernal. O papel de seu parceiro era Andrés Palacios como Carlos Bernal.

Siga o Atitude E Visão nas redes sociais:

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Post Relacionados

Útimas Noticias

Resumo Páginas da Vida: próximos capítulos no Canal VIVA

Exibida originalmente em 2006, Páginas da Vida, de Manoel Carlos estreia no Canal VIVA. A trama protagonizada por Regina Duarte conta com 203 capítulos....
Você não pode copiar o conteúdo desta página