A Escrava Isaura: Quem matou Leôncio?

0
Gostou? Compartilhe

A novela A Escrava Isaura em exibição as 15h15 na RecordTV, já entra para sua reta final e guarda seu maior suspense. Nesta terça (14) vai ao ar a morte de Leôncio (Leopoldo Pacheco) que sempre agita a trama e concede à emissora de Edir Macedo excelentes índices de audiência.

Nos próximos capítulos o Comandante está certo de que foi Isaura (Bianca Rinaldi) quem assassinou Leôncio, mas ela continuará dizendo ser inocente. Raimundo (Rômulo Delduque) e Martinho (Cláudio Curi) também serão assassinados e a novela fica ainda mais agitada. Álvaro (Theo Becker) decide investigar o assassinato de Leôncio.

Afinal quem matou Leôncio?

Na exibição original, que foi ao ar entre 2004 e 2005, o assassino pela morte do vilão foi o ex-capataz da fazenda Almeida, Chico (Jonas Mello).

Já na primeira reprise da novela, em 2006, a responsável pela a morte de Leôncio foi Rosa (Patrícia França)

Enquanto na terceira reprise de ‘A Escrava Isaura’ em 2007 foi a vez de Belchior (Ewerton de Castro) o responsável por dar cabo à vida de Leôncio.

No ano de 2014, a trama foi comprada pelo canal Fox Life e trouxe Malvina (Maria Ribeiro) como a grande assassina de seu infiel ex-marido.

Vale lembrar que o final do vilão na trama da Record foi diferente do romance de Bernardo Guimarães e da versão da novela produzida pela Rede Globo em 1976, na qual o personagem cometeu suicídio.

E, agora, qual será o final que a Record escolherá para a reprise de 2020?

Resumo do último capítulo:

O Coronel Sebastião Cunha pede perdão a Rosa e pede que ela tome conta de sua fazenda, enquanto viaja com Gioconda em lua de mel. A Guarda Nacional propõe um acordo aos quilombolas, mas eles não aceitam. No tribunal Serafina aguarda o início da sessão, acompanhada de Margarida e Flor de Lis. Durante o julgamento todas as testemunhas, são chamadas para depor. Diante do sofrimento de Isaura, Belchior resolve contar toda a verdade sobre a morte de Leôncio. Francisco é o verdadeiro assassino. Serafina desespera-se ao perceber que o senhor Chico, está na posse das sua jóias roubadas por Leôncio. O Juiz dá ordem de prisão ao senhor Francisco, por roubo e assassinato. Isaura e Álvaro casam-se. Tomásia e Miguel adotam várias crianças. Sebastião e Gioconda, Henrique e Aurora partem em lua de mel para a Europa, deixando Rosa com a fazenda. Diogo e Helena vão para Petrópolis. Geraldo e Malvina começam uma nova vida em São Paulo. Branca continua internada no sanatório, completamente demente. Estela descobre que o seu marido está vivo e casou-se com uma índia. O senhor Chico será enforcado. Rosa desespera-se ao saber que André vai deixa-la, para viver como chefe do quilombo. Nasce o filho de Leôncio e Branca. É proclamada a abolição da escravatura. Isaura e Álvaro vivem felizes com os seus filhos, netos e bisnetos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.