Gostou? Compartilhe

Neste final de semana, a cantora Marília Mendonça se envolveu em uma grande polêmica. Ao realizar uma live para comemorar cinco anos de carreira, a jovem de 25 anos, acabou sendo acusada de transfobia. Durante uma interação com os músicos de sua banda, a Rainha da Sofrência comentou sobre um deles ter se relacionado com uma mulher transexual. Mas ao invés de tocar no tema com naturalidade e respeito (como deve ser), a artista usou um tom debochado, como se estivesse zombando da situação.

“Ele disse que lá foi o lugar onde ele beijou a mulher mais bonita da vida dele. É só isso. O contexto vocês não vão saber”, disparou a cantora, referindo-se ao integrante de sua banda que teria ido a boate goiana Diesel, (voltada para o público LGBTQIA+) e ficado com uma mulher trans.

View this post on Instagram

oi, né?

A post shared by marilia mendonça (@mariliamendoncacantora) on

O nome da mãe da sertaneja foi parar nos assuntos mais comentados na internet durante toda madrugada, dividindo opiniões. Em sua maioria, porém, o público criticou a atitude da loira.

Até mesmo Pabllo Vittar não deixou o assunto passar em branco. Sem citar nomes, a drag queen mais famosa do Brasil pareceu enviar um recado para a colega de trabalho. “O ano é 2020 e ainda tem gente que acha engraçado fazer piada transfóbica”, escreveu a interprete de Rajadão em seu Twitter.

Leia Também:

Por meio da mesma rede social, Mendonça se pronunciou sobre o assunto. “Pessoal, aceito que fui errada e que preciso melhorar. Mil perdões, de todo coração. Aprenderei com meus erros. Não me justficarei”, twittou a mãe do pequeno Léo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.