sábado , 24 fevereiro 2024
Ínicio Famosos Psicóloga comenta rompimento de Larissa Manoela com os pais
FamososNotícias

Psicóloga comenta rompimento de Larissa Manoela com os pais

110

A separação da atriz Larissa Manoela de seus pais ganhou grande repercussão, principalmente, depois que ela abriu mão do patrimônio de R$ 18 milhões; fruto do trabalho que começou, muito cedo, com a novela Carrossel. Larissa quebrou o silêncio sobre o motivo do afastamento dos pais e da briga judicial, no último domingo, em entrevista para o programa Fantástico, da TV Globo. Tudo começo quando a atriz fez 18 anos e quis entender mais sobre os contratos que havia assinado durante sua carreira. Segundo a psicóloga Ana Streit, nem sempre é fácil avaliar as questões de controle e dependência x confiança e liberdade nas nossas relações. “A dependência da Larissa era uma dependência que era necessária na infância, pois ela era uma criança e precisava dos pais para cuidar de contratos, dinheiro e questões do mundo adulto. Mas, a medida que as crianças vão crescendo, mesmo na adolescência, elas precisam ir assumindo mais responsabilidades. E com isso, o sujeito dever ir recebendo mais liberdade de escolha, mais autonomia e poder de decisão, ainda mais no caso da Larissa, que o dinheiro é fruto do trabalho dela”, comenta.

 As crianças dependem de um cuidador, elas não têm condições físicas, financeiras, nem emocionais para decidir por si. E durante a infância, elas não sabem avaliar se aquilo que os pais fazem é correto ou não. ”Quando a criança vive em uma família de muito controle, ela não consegue enxergar que esse controle está excessivo. Isso, infelizmente, é mais habitual do que se imagina. No caso da atriz, o fato dela ter que pedir autorização dos pais para ter acesso ao seu próprio dinheiro, mesmo depois de completar 18 anos, explicita uma questão de controle e autoritarismo nessa relação. Ainda mais se os pais demonstrarem incômodos e surpresa diante de tais questionamentos que são naturais e saudáveis, conforme seu relato”, explica Ana.

 A especialista pontua que em alguma medida sim, vai existir a confiança, mas é importante avaliar o quanto existe de liberdade junto com essa confiança. Porque se a confiança está podando a liberdade, mesmo que não exista conflito aparente, a relação se torna tóxica. ”É importante que em qualquer relação, a pessoa fique atenta se há coerção, privação, pois esses são pontos presentes em uma relação abusiva. Controle e dependência são aspectos emocionais que são velados, é muito difícil enxergar isso. Quando a pessoa confia e o laço de confiança não avança, ela não deve ficar no lugar de dependência e precisa começar a questionar esse relacionamento”, a psicóloga finaliza dizendo que uma relação saudável é baseada em autonomia, reciprocidade, colaboração. E quando não há espaço para esses aspectos, e a pessoa tenta buscá-los, a relação não comporta, é como se ela se quebrasse.

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Relacionadas

Renascer: Damião surpreende a todos e decide ficar com Eliana, abandonando Ritinha de vez

Damião (Xamã) e Ritinha (Mell Muzzillo), o casal queridinho do público em...

Final: Justiça para Maria Navalha: Pascoal condenado por seus crimes em Fuzuê

O vilão da novela das sete da Globo, Pascoal (Juliano Cazarré), finalmente...

Impacto de Proibir Celebridades de Anúncios de Apostas Esportivas no Brasil

As apostas esportivas estão ganhando cada vez mais popularidade entre os fãs...