DIVI•hub: aplicativo permite que fãs se tornem sócios de seus ídolos e lucrem com suas paixões

Publicidade

Concebido no Vale do Silício e fundado por um brasileiro, DIVI•hub é um aplicativo de investimentos que promete revolucionar o jeito de criar, distribuir, patrocinar e investir em conteúdo. O app traz ao mercado uma nova categoria de investimentos: o passion investment. DIVI•hub torna possível o financiamento coletivo em projetos de entretenimento digital como canais de Youtube, games, música e arte ao mesmo tempo em que cria oportunidades para fãs e marcas virarem investidores, sendo remunerados com parte do lucro dos criadores de conteúdo. A startup acredita que a novidade tem potencial para revolucionar e democratizar a forma de investir no Brasil, oferecendo um modelo simples e acessível, a partir de ativos baseados nas paixões da audiência.

DIVI•hub conecta os criadores de conteúdo, influenciadores, gamers e artistas com os seus potenciais investidores, sejam eles seguidores, fãs ou investidores qualificados, profissionais e institucionais.  O dinheiro captado serve como funding para projetos ganharem vida e permite que os fãs virem sócios de seus ídolos, gerando um engajamento muito mais potente.

A empresa espera romper duas barreiras para a democratização do investimento no Brasil: o valor de entrada e a afinidade dos potenciais investidores com os negócios. Com apenas R$ 10, milhares de jovens sem familiaridade com o mundo das finanças poderão investir em seus ídolos e compartilhar a receita de projetos com eles. O fã adquire parte de um ativo digital, o DIVI, e passa a ser remunerado de acordo com os resultados gerados pelo canal, game ou projeto.

Os DIVIs são tokens que funcionam como partes da propriedade legal dos criadores e carregam uma tecnologia inédita para esta finalidade no mercado, o Quantum Ledger, desenvolvido pela Amazon Web Services, nos Estados Unidos. Cada token é completamente rastreável e cada transação tem um código matemático único que permite transparência e segurança total.

DIVI•hub é regulada e aprovada pela CVM sob a instrução 588. Em breve, será lançada também uma plataforma de comunicação privada para a negociação de DIVIs diretamente entre as pessoas, onde quem comprou poderá revender para outros fãs ou investidores, como um mercado de ações da economia criativa.

Criada pelo empreendedor brasileiro Ricardo Wendel e especialista em finanças americano David Farron, após mais de dois anos de pesquisas, viagens e estudos, a DIVI•hub promete mudar o mercado de investimentos e a economia criativa no país.

Siga o Atitude E Visão nas redes sociais:

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Post Relacionados

Útimas Noticias

Resumo novela Chiquititas: capítulos de 24/07 a 31/07/2021

Chiquititas substitui a primeira temporada de As Aventuras de Poliana, já que a segunda temporada, intitulada Poliana Moça teve as gravações interrompidas devido às...

Resumo novela Império: capítulos de 24/07 a 07/08/2021

"Império", protagonizada por Alexandre Nero, Marina Ruy Barbosa e Lilia Cabral. Trata-se da segunda novela de Aguinaldo Silva a voltar ao ar por causa...

Vitória fica balanceada ao reencontrar Carlos seu grande amor do passado 

Nos próximos capítulos de Amores Verdadeiros (SBT) Vitória (Erika Buenfil) vai fazer uma viagem para Argentina, após passar quatro meses, a protagonista volta de...