domingo , 21 abril 2024
Ínicio Vida e Estilo Giselle Kenj explica como a dança egípcia auxilia na saúde, emagrecimento e autoestima
Vida e Estilo

Giselle Kenj explica como a dança egípcia auxilia na saúde, emagrecimento e autoestima

351
Compartilhe

A bailarina Giselle Kenj é referência no Brasil em dança egípcia, com 30 anos de carreira apresenta em seus shows diversas modalidades desse estilo que já foi muito praticado por sacerdotisas e até mesmo por rainhas no Antigo Egito, como a ousada dança com a espada, a clássica, que não utiliza nenhum objeto, até variações que usam candelabros, pandeiro, véus, taças e serpentes, com cobras medindo até 3,15m de comprimento.

A dança egípcia oferece uma série de benefícios para o corpo, auxilia da saúde cardiovascular, os movimentos fluidos e ondulatórios ajudam a aumentar a flexibilidade e a amplitude de mobilidade das articulações, por envolver uma variedade de grupos musculares, fortalece e tonifica o corpo, especialmente os músculos do core, quadris e pernas, corrige a postura, trabalha a consciência corporal, alivia o estresse, melhora o humor com a liberação de endorfinas e atua na prevenção de algumas doenças, como a osteoporose.

De acordo com Giselle, a atividade foi uma grande aliada pós-pandemia, não só para emagrecimento, que com uma hora de aula é possível eliminar de 400 a 700 calorias, mas também para acabar com as dores no corpo, ajudar no desenvolvimento da sensualidade feminina e como complemento no tratamento para depressão e ansiedade.

Praticando a dança três vezes por semana e com uma boa alimentação, fica mais fácil manter a boa forma e aflorar ainda mais a sensualidade. Os benefícios físicos são sentidos de acordo com o tempo e a dedicação, em quatro meses já se pode ver a diferença, os músculos mais enrijecidos, melhor postura corporal e perda de gordura”, diz a bailarina.

Formada em biologia, Giselle quando trocou a profissão por um sonho, utilizou o conhecimento adquirido na universidade sobre o funcionamento do corpo humano e mudou alguns hábitos em prol do bem-estar, autoestima e saúde. A transição para a dança foi crucial em sua vida e atualmente, com 60 anos e no auge da sua melhor forma, ajuda outras mulheres a encontrar o equilíbrio entre o corpo e a mente.

Veja também:

A alimentação pode interferir no rendimento diário e na prática de exercícios

Ex-pastora revela que fiéis da igreja acompanham seu conteúdo adulto: “Fiquei chocada”

Para saber mais sobre Giselle Kenj, acesse o Instagram: @gisellekenj

Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notícias Relacionadas

Conheça o poder do colágeno vegetal para ter cabelos mais fortes e saudáveis

O colágeno vegetal tem ganhado cada vez mais destaque no mundo da...

Melhora o intestino, previne o câncer e combate a gastrite: os benefícios da couve à saúde

Popular por ser o protagonista dos famosos sucos detox, a couve é...

Emagrecimento Saudável fornecido no SPA Posse do Corpo

Descubra agora como alcançar um emagrecimento saudável de forma eficaz e duradoura....

Especialista em transtornos alimentares explica que a busca pela magreza pode virar doença

A cantora sertaneja Maiara, que faz dupla com a irmã Maraisa, recentemente...